Fotos

5 curiosidades sobre o Aston Martin DB10, do novo “James Bond”

Muitos fãs de James Bond já sabem que o carro de destaque mais recente do espião foi o Aston Martin DB10, um esportivo de luxo desenvolvido exclusivamente para o “007 contra Spectre”, lançado internacionalmente na última quinta-feira (5).

FOTOS: Os melhores carros da saga “James Bond”

Apesar disso, mesmo após a estreia do longa, algumas curiosidades sobre o modelo ainda permanecem desconhecidas por boa parte do público que ainda não assistiu ao novo filme, como informações sobre sua produção e “atuação” com Bond.

CARREIRA: 007 hábitos poderosos de James Bond para ser um profissional de sucesso

Veja cinco coisas sobre o Aston Martin DB10:

  • Decisão Rápida

    Em setembro do ano passado, o diretor do “007 contra Spectre”, Sam Mendes, visitou o estúdio de design da Aston Martin e, após se impressionar com um simples rascunho do DB10, decidiu rapidamente torná-lo o novo esportivo de Bond.

    Para complicar ainda mais as coisas, além de querer criar um carro a partir de um esboço mal finalizado, a produção do filme estava planejada para acontecer sete meses depois, em abril do ano seguinte, e, mesmo assim, Martin não hesitou em construir um novo Aston do zero, com a ajuda de 25 desenvolvedores automobilísticos da marca.

  • Não está à venda

    Como já citado, o novo Aston Martin foi desenvolvido exclusivamente para o filme “007 contra Spectre” e, de acordo com a marca, nunca será colocado à venda ao público. Mas para não decepcionar seus clientes, a fabricante britânica já está desenvolvendo o modelo DB11, como o sucessor do DB9, para ser comercializado em 2016.

  • Seguro, mas nem tanto…

    Como o que era para ser desenvolvido em um período de anos foi criado em poucos meses, a equipe da Austin não teve tempo de produzir um veículo tão seguro. Desenvolvido com uma dianteira mais baixa do que é permitido nos Estados Unidos, o DB10 não passou nem se quer por um teste de segurança antes das gravações de “Spectre”.

    No entanto, isso não quer dizer que o modelo não seja uma peça resistente. Afinal, Mendes insistiu desde o primeiro momento que o carro fosse desenvolvido com capacidade de sobreviver às “missões de Bond”. O que significa um motor V8 que alcança 100 km/h em 4,7 segundos, com 420 cavalos de potência, e uma estrutura capaz de suportar os altos saltos que aparecem no filme.

  • Um único modelo?

    É claro que, para não arriscar perder o luxuoso esportivo em uma das aventuras de Bond, a Aston não poderia fabricar apenas uma unidade do DB10. No total, foram produzidas dez unidades idênticas do modelo, das quais todas “sobreviveram” ao final das filmagens.

  • Homenagem

    O DB10 foi desenvolvido também para marcar os 50 anos da Aston Martins nos filmes de James Bond, que já contaram com 12 carros da marca, em um total de 24, na saga “007”.

Decisão Rápida

Em setembro do ano passado, o diretor do “007 contra Spectre”, Sam Mendes, visitou o estúdio de design da Aston Martin e, após se impressionar com um simples rascunho do DB10, decidiu rapidamente torná-lo o novo esportivo de Bond.

Para complicar ainda mais as coisas, além de querer criar um carro a partir de um esboço mal finalizado, a produção do filme estava planejada para acontecer sete meses depois, em abril do ano seguinte, e, mesmo assim, Martin não hesitou em construir um novo Aston do zero, com a ajuda de 25 desenvolvedores automobilísticos da marca.

Comentários
Topo