Fotos

A história do tradicional e elegante terno Armani

No dia 1º de maio, Giorgio Armani iniciou a comemoração, que vai durar um ano, do 40º aniversário de sua atuação no ramo da moda, com a inauguração do Armani/Silos, um museu em Milão dedicado às mais famosas criações e desenhos do estilista bilionário de 80 anos. E quando se trata de simbolizar o sucesso, nas últimas quatro décadas nada foi tão sinônimo de negócios quanto um terno Armani.

Veja na galeria de fotos a história do elegante e tradicional terno:

  • 1975

    Fundada em Milão por Armani e Sergio Galeotti, a marca produziu sua primeira coleção masculina em outubro de 1975. Depois de três anos, o estilista tinha aprimorado o caimento dos paletós dos homens (e das mulheres), passando a ser conhecido como o ”rei do blazer”.

  • 1980

    A consagração de Armani veio em 1980, quando as roupas do estilista apareceram no filme Gigolô Americano, primeira das muitas colaborações dele com Hollywood. O terno de executivo usado pelo protagonista — papel de Richard Gere — perdeu os ombros inflados e ganhou um novo poder: o sex appeal.

  • 1984

    A série Miami Vice pode ser lembrada por suas camisetas em tons pastel e seus ternos folgados, mas esta imagem era principalmente o visual de Sonny Crockett, papel de Don Johnson. Era o parceiro, Rico Tubbs, que usava gravatas e ternos Armani feitos de maneira impecável. Deve-se observar que nenhum dos dois se vestia como um policial.

  • 1992

    Quando Eric Clapton quis abandonar sua imagem de roqueiro extravagante dos anos 70, contou com a ajuda de Giorgio Armani. Em 1990, o deus da guitarra compareceu a seu primeiro desfile da Armani, e o estilista começou a vesti-lo com discretos ternos de três botões e paletós de cores suaves. Sete anos depois, Clapton compôs músicas para um desfile de moda da Armani.

  • 2013

    Um lobo de Wall Street não pode vestir roupas de cordeirinho; assim, quando o diretor Martin Scorsese quis recriar o vestuário dos executivos dos anos 90, pediu a seu velho amigo Armani para desenhar os ternos — inclusive o poderoso azul de risca de giz usado por Leonardo DiCaprio.

  • 2014

    Durante anos, George Clooney caminhou sobre tapetes vermelhos com roupas desenhadas por Armani, que é seu vizinho no Lago de Como, na Itália. E quando o ator premiado com o Oscar se casou com Amal Alamuddin, em setembro de 2014, usou um smoking Armani. Na manhã seguinte, o noivo apareceu vestido com um elegante terno Armani cinza, mas poucos notaram porque a noiva portava um vestido florido de Giambattista Valli.

1975

Fundada em Milão por Armani e Sergio Galeotti, a marca produziu sua primeira coleção masculina em outubro de 1975. Depois de três anos, o estilista tinha aprimorado o caimento dos paletós dos homens (e das mulheres), passando a ser conhecido como o ”rei do blazer”.

Comentários
Topo