Fotos

Fiat revive 124 Spider com 160 cavalos de potência

A Fiat lançará, na próxima quarta-feira (25), o novo Fiat 124 Spider 2017 no Salão de Los Angeles, que vai até domingo (29). Diferentemente dos modelos antigos da marca, mais populares, reintroduzidos nos Estados Unidos nos últimos anos, a novidade é destinada aos entusiastas de automóveis.

LEIA MAIS: Mazda ressuscita motor rotativo em carro-conceito RX-Vision

Apesar de esse ser o primeiro Fiat 124 Spider a ser lançado nos EUA em quase 50 anos, não é totalmente novo. Trata-se, na realidade, de uma recriação do japonês Mazda Miata.

MAIS FOTOS: Testamos o superesportivo Porsche Macan Turbo de quatro portas

Veja mais detalhes sobre este potente modelo na galeria de fotos:

  • Mudanças

    Felizmente, ao transformar o Miata no 124, os designers da Fiat, em Turin, na Itália, fizeram mais do que substituir o logo da Mazda pelo selo de sua marca.

  • Dianteira

    Toda a parte dianteira foi reformulada. Agora, as lanternas seguem o padrão da Fiat, como no 500e. Essas mudanças afastam o carro de suas raízes japonesas.

  • Potência

    Em vez do motor 2.0 SKYACTIV-G do Mazda, a Fiat colocou seu próprio motor 1.4 turbo de quatro cilindros, capaz de produzir 160 cavalos de potência (5 a mais do que o Miata). Essa capacidade é roteada para as rodas traseiras por um câmbio de seis velocidades que pode ser automático ou manual.

  • Melhorias

    De acordo com a Fiat, o 124 Spider foi equipado com melhorias adicionais de NVH (ruído, vibração e aspereza), assim como com um para-brisas acústico. Com a capota abaixada, isso não importa muito, porque o vento tem força esmagadora.

  • Opcionais

    Esse não é o fim da lista de ferramentas do veículo. A Fiat também incluiu um sistema de monitoramento do ponto cego, Bluetooth e uma tela sensível ao toque de sete polegadas, idêntica ao sistema da Mazda.

Mudanças

Felizmente, ao transformar o Miata no 124, os designers da Fiat, em Turin, na Itália, fizeram mais do que substituir o logo da Mazda pelo selo de sua marca.

Comentários
Topo