Fotos

Resorts de inverno investem em cães de resgate para auxílio em esportes radicais

Homens não são os primeiros, nem os únicos, que amam estar em locais com neve. E, nos dias de hoje, eles têm a opção de ter a companhia daqueles que são considerados seus melhores amigos também para a prática de esportes radicais no frio: os cães. É cada vez maior o número de resorts frequentados por amantes de snowboard e esqui, entre outros, nas regiões mais geladas, que usam os chamados “Cães de Salvação”. Além da aventura, os hóspedes têm a companhia dos peludos, que acalentam e ajudam a salvar vidas.

CONHEÇA: 3 hotéis de luxo para conhecer no Alasca

Longe de ser uma prática recente, a técnica tem sido utilizada sem grande alarde. Mas, o aumento da frequência dos cães nos resorts tem aumentado também sua visibilidade.

Treinados para auxiliar no resgate, cães utilizam sua velocidade, agilidade na neve e olfato incrivelmente apurado na busca de vítimas de avalanches e/ou soterradas por qualquer outro motivo. A presença dos caninos tem sido crescente, e muito comum nas estâncias de esqui, principalmente as europeias. Neles, os especialistas encontraram a mais rápida alternativa já conhecida. Na mesma quantidade de tempo, os animais podem fazer o trabalho de 150 escavadores humanos profissionais.

VEJA TAMBÉM: Suécia tem a melhor vila para ver a aurora boreal

No histórico da montanha Loveland, no Colorado, EUA, por exemplo, os cães já foram responsáveis por conseguir dobrar a temperatura de esquiadores feridos. Em toda a história dos Estados Unidos, apenas um snowboarder sem transceptor (dispositivo que combina um transmissor e um receptor) de avalanches precisou ser resgatado por cães de patrulha. O fato aconteceu no Estado de Wyoming.

Veja na galeria de fotos um pouco mais da interação entre esportistas e cães de resgate:

  • Os cachorros não são apenas companheiros, mas ágeis ajudantes na busca de esportistas vítimas de avalanches.

  • Desde pequenos, a diversão dos caninos é garantida. No entanto, suas habilidades não deixam de estar em prática, assim como seus instintos.

  • Companhia de esportistas, os cães, também aventureiros, não deixam de ser paparicados nos percursos.

  • Cães treinados podem localizar vítima de avalanche em uma mesma quantidade de tempo que 150 profissionais humanos.

  • Em patrulha, os cães de resgate aproveitam suas agilidades em meio a neve para acompanhar esportistas.

  • Treinados para seguir os instintos, os cães em meio a neve provam ser os reais melhores amigos dos homens.

  • Cães de diversas raças são instrumento de busca de vítimas de desastres naturais.

  • Resorts que atendem clientes fãs de esportes radicais na neve ganham pontos com hóspedes que gostam de animais.

  • Cresce, cada vez mais, a presença dos cães de resgate nos resorts de inverno norte-americanos e europeus.

  • Àqueles que não dispensam a companhia animal é obrigatório tê-los por perto durante a prática do esporte escolhido, como snowboard ou esqui.

Os cachorros não são apenas companheiros, mas ágeis ajudantes na busca de esportistas vítimas de avalanches.

Comentários
Topo