Fotos

16 maiores tendências para 2016

Muito do que já se viu durante este ano irá se repetir em 2016, mas, provavelmente, com uma força maior. Um exemplo é o desenvolvimento de tecnologias de realidade virtual, presente em 2015, mas deve roubar ainda mais a cena no ano que vem.

VEJA TAMBÉM: 9 maneiras de acabar o seu ano bem

Outra previsão é de que as mulheres ocupem ainda mais espaço no meio corporativo. Veja na galeria de fotos as 16 maiores tendências políticas, econômicas e tecnológicas do mundiais para 2016, selecionadas por FORBES:

  • Revolução finetech

    “Finetech” é o termo usado para empresas que se destacam no mercado da inovação, que têm ideia criativas e deixam de lado toda a burocracia das grandes empresas tradicionais. Elas vêm ganhando fortes investimentos, por isso, estima-se que este seja o setor mais competitivo de 2016.

    Um exemplo de finetech é o financiamento coletivo (crowdfunding). Muitas pessoas usam plataformas do tipo para expor seus projetos e arrecadar dinheiro para executá-los.

  • Responsabilidade social corporativa será um diferencial

    A responsabilidade social corporativa é uma forma de gestão na qual a empresa adota relações éticas e transparentes com todos os públicos e impulsiona o desenvolvimento sustentável da sociedade. Em 2016, a RSC estará sob muito destaque e pode ser um diferencial para as empresas.

  • Realidade virtual

    Este será um ano de grande desenvolvimento de conteúdo para realidade aumentada e virtual. Haverá muitos anúncios de lançamentos de produtos como o Oculus Rift, equipamento de realidade virtual para jogos eletrônicos.

  • A força da Geração Y

    Esta geração terá um poder de compra ainda maior fazendo total diferença no mercado do ano que vem. Os mais jovens utilizarão cada vez mais serviços como o Uber e aqueles que são um pouco mais velhos mas ainda fazem parte desta geração estarão pensando em comprar casas e carros.

  • Consumidores

    Os consumidores vão aceitar incentivos para a compra de determinados itens, como promoções e cartões de fidelidade com bônus.

  • Índia deve ultrapassar a China em crescimento

    A China deve entrar em uma fase lenta de crescimento, o crescimento do PIB poderá ser abaixo de 7%. Já a Índia está em um caminho de crescimento forte, se beneficiando das recentes reformas políticas e seu crescimento deve ser de 7,5%.

  • 100% da capacidade e 0% de tempo ocioso

    Serviços como Uber, Skype e Airbnb estarão ainda mais fortes e atuando com 100% da capacidade e 0% de tempo ocioso.

  • Uma mundo cada vez mais delas

    Para o próximo ano, a tendência é cada vez a diversidade de gênero no meio corporativo impulsionada por meio de políticas que busquem introduzir as mulheres não só na economia como também no meio político.

  • strong>Especialistas em Blockchain

    Blockchain é um registro em ordem cronológica de todas as transações que ocorreram na rede, como um livro digital. Este sistema poderia substituir os existentes e agilizar os processos bancários.

    Provavelmente, na festa de fim de ano da empresa do próximo ano terá um especialista em Blockchain.

  • Aliança entre China e Rússia

    Esta nova amizade poderia interromper a corrente de comércio mundial, a Europa poderia ser uma das mais afetadas. O mundo espera para ver exatamente como este acordo irá se manifestar na política formal.

  • Um futuro sem emprego?

    Os processos operacionais de fábricas, estabelecimentos comerciais, hospitais serão ainda mais controlados por meio de dispositivos eletrônicos.

  • Inteligência artificial e aplicativos

    Em 2016, as empresas utilizarão cada vez mais desses serviços e plataformas para fazer marketing e divulgação publicitária.

  • Batalha on-line

    Neste ano, diversas redes que foram vítimas de ataques de hackers. A previsão é que novas leis de segurança cibernética para proteção de dados sejam elaboradas.

  • Foco em outros países

    Com as recentes turbulências que vêm acontecendo nos países que fazem parte dos BRICS a tendência é que o foco passe a ser em empresas de países como México, Vietnã, Nigéria, Indonésia, Romênia e Argélia.

  • Relações políticas e diplomáticas

    Apesar dos conflitos no Oriente Médio a tendência é que políticos e diplomatas continuem a concordar com progressos inovadores.

  • Mercados on-line vão ultrapassar o varejo tradicional

    Em 2016, as vendas on-line vão crescer ainda mais, inclusive em setores em que antes o varejo tradicional dominava, como saúde.

Revolução finetech

“Finetech” é o termo usado para empresas que se destacam no mercado da inovação, que têm ideia criativas e deixam de lado toda a burocracia das grandes empresas tradicionais. Elas vêm ganhando fortes investimentos, por isso, estima-se que este seja o setor mais competitivo de 2016.

Um exemplo de finetech é o financiamento coletivo (crowdfunding). Muitas pessoas usam plataformas do tipo para expor seus projetos e arrecadar dinheiro para executá-los.

Comentários
Topo