Fotos

5 razões para negociar seu salário inicial

Quer ganhar um milhão de dólares? Aprenda a negociar seu salário. A quantidade de dinheiro, no longo prazo, é muito grande para ser desperdiçada simplesmente por falta de experiência e medo de perguntar. É compreensível: todos já estiveram nesta posição.

LEIA TAMBÉM: 10 erros que pessoas inteligentes nunca cometem duas vezes

De acordo com o portal de notícias Business Insider, evitar a negociação de salário ao longo da carreira significa perder quase um milhão de dólares durante a vida. Mais da metade da população falha em negociar suas ofertas iniciais de salário.

Tomar a decisão de negociar significa obter o respeito de seu empregador e ganhar o valor que seu futuro chefe pensou que você pediria. Optar por não negociar faz você correr o risco de perder muito dinheiro no longo prazo.

MAIS DICAS: 8 lições de empreendedorismo que você não aprende na escola

Veja na galeria de foto cinco razões para negociar seu salário:

  • Empregadores esperam que você negocie

    Muitos candidatos entendem erroneamente que o salário que é oferecido é exatamente o que a empresa pode pagar e, muitas vezes, este não é o caso. Na verdade, muitos empregadores veem esta negociação como uma parte natural do processo de oferta de emprego e abaixam a proposta de salário inicial para dar margem a negociação. Não deixe sua mentalidade atrapalhar. Negociar seu salário não é algo fora do normal.

  • Ganhar o respeito de seu chefe

    Pedir o que você merece e reconhecer seu valor diz muito sobre o tipo de funcionário que você é. Gestores querem a melhor performance, e isto significa contratar colaboradores que se manifestem. Esta troca é um exemplo muito poderoso de como você se mostrará quando for um porta-voz da empresa. Se eles desaprovarem a negociação, é justo comentar que você se comportará com os clientes em nome da empresa exatamente da mesma maneira como ele se comportou com você.

  • Raramente um empregador revogará uma oferta apenas porque você negociou

    Na maioria das vezes, a pior coisa que um empregador em potencial pode dizer quando você tenta negociar é “não”. E, caso a empresa revogue a oferta por causa disso, pergunte-se: você quer trabalhar para uma empresa como esta, que não encoraja seus funcionários a saberem o quanto eles valem? Este tipo de comportamento fala sobre a energia que a equipe de recursos humanos leva para a empresa. Sejamos honestos: este não é o tipo de cultura no qual você quer trabalhar.

  • Você manterá os números baixos se não negociar

    Estatisticamente, a geração do milênio não negocia tanto quanto as anteriores, e isso mantém a faixa atual de salários baixa. Na verdade, 48% da geração dos Boomers e 46% da geração X negociaram suas primeiras ofertas de emprego, contra apenas 38% da geração do milênio. Pergunte-se: você quer que isso continue assim? Este é um movimento que precisa acontecer.

  • O aumento médio nas empresas norte-americanas é de 3% a 5%

    A realidade é dura: se não negociar no início, você frequentemente terá de esperar um ano inteiro até chegar a hora certa. Quando você recebe uma avaliação de performance, normalmente fica preso na faixa de aumento entre 3% a 5%. A negociação inicial do salário realmente cria um padrão que define o seu valor – agora e no futuro.

Empregadores esperam que você negocie

Muitos candidatos entendem erroneamente que o salário que é oferecido é exatamente o que a empresa pode pagar e, muitas vezes, este não é o caso. Na verdade, muitos empregadores veem esta negociação como uma parte natural do processo de oferta de emprego e abaixam a proposta de salário inicial para dar margem a negociação. Não deixe sua mentalidade atrapalhar. Negociar seu salário não é algo fora do normal.

Comentários
Topo