Fotos

7 erros que empreendedores de sucesso nunca cometem

Sucesso empresarial parece algo efêmero e, certamente, não garantido. Então, por que alguns empreendedores alcançam sucesso e outros não? O que é necessário para ter o sucesso de Mark Zuckerberg?

VEJA TAMBÉM: 6 dicas para trabalhar em casa sem enlouquecer

Muitos empreendedores bem-sucedidos são mais do que excelentes pessoas de negócios. Eles são, também, mestres em autoconhecimento e transformam seus comportamentos autolimitadores, obstáculos inconscientes, em avanços conscientes, tanto na vida pessoal quanto na profissional. Seu sucesso é construído com base em perspicácia para os negócios e crescimento pessoal.

MAIS DICAS: 6 hábitos cotidianos de pessoas criativas

Comportamentos autolimitadores são muito comuns e, sem entender que é possível mudar isto, muitos empreendedores com potencial para o sucesso afundam. Aqueles que estão satisfeitos em relação a sua escolha de carreira e conseguem evitar comportamentos negativos são os que alcançam o sucesso.

Veja na galeria de fotos sete erros que empreendedores de sucesso nunca cometem:

  • Duvidar de sua intuição

    Sentimentos intuitivos são muito frequentemente desconsiderados na hora da tomada de decisões. Os empreendedores mais bem-sucedidos utilizam sua percepção para ter grande vantagem, equilibrando lógica e intuição para tomar decisões substanciais que os propulsionam para longe. Eles acreditam em sua própria consciência e lideram com profundo autoconhecimento e clareza. Desenvolver intuição requer tempo e prática se você está acostumado a desconfiar de você mesmo, mas é possível e te ajudará a alcançar sucesso.

  • Esperar sucesso fácil através de favores

    Dizem que não há nada como um almoço de graça, e é verdade. Sucesso empresarial é alcançado quase exclusivamente através de trabalho duro e desejo de conquistar as coisas. Os melhores empreendedores não sonhariam com favores ou não esperariam ser recompensados por nada. Obviamente, procurar por maneiras de chegar à frente pode ser bom, especialmente nos estágios iniciais de começar um negócio. Porém, pedir por ajuda, conselhos ou recursos sem considerar o que pode ser oferecido em troca parece desrespeitoso e preguiçoso. Profissionais bem-sucedidos sabem que seu sucesso é diretamente proporcional a quanto eles trabalham, e respeitam quem faz a mesma coisa.

  • Acreditar que não é possível mudar

    Aqueles que se autolimitam têm em comum colocarem a culpa de suas frustrações em outras pessoas ou dizerem que a situação está fora de seu controle. Mudar seu próprio comportamento não é uma opção: estas pessoas pensam coisas como “eu sou apenas quem eu sou” e “não é minha culpa”. No entanto, na maioria das vezes, reações e comportamentos são hábitos que podem ser mudados facilmente com um autoquestionamento consistente. Empreendedores bem-sucedidos assumem total responsabilidade por criar e mudar suas reações habituais a influências externas, e sabem que a única coisa que eles podem mudar é sua própria perspectiva.

  • Pensar que não há tempo suficiente

    Todo mundo tem a mesma quantidade de tempo por dia – você tem as mesmas 24 horas que Jorge Paulo Lemann. Acreditar continuamente que não há tempo o suficiente no dia para fazer tudo pode, na verdade, demonstrar uma falta de habilidade para delegar, falta de planejamento ou perda de tempo com distrações e tarefas desnecessárias. Empreendedores bem-sucedidos são guardiões de seu tempo e sabem como terminar tudo prestando atenção no que priorizar e procurando constantemente por maneiras de melhorar sua administração.

  • Buscar apenas perfeição

    Por falar em perda de tempo, empreendedores bem-sucedidos não gastam suas tentativas tentando criar coisas perfeitas. Perfeição não existe. Buscar perfeição gasta tempo vital e energia que rouba a felicidade e a satisfação de um trabalho bem feito e, frequentemente, cria obstáculos para terminar um projeto – ou até começar. Aqueles que alcançam o sucesso buscam por excelência, não perfeição. Eles sabem que desconfiar constantemente de suas conquistas e pensar “eu poderia ter feito melhor” apenas diminui o valor do que eles já fizeram e cria expectativas surreais.

  • Ficar impotente e quieto

    “Dizem que eu estou polarizando”, diz Naomi Klein, ativista e escritora. Klein é um ótimo exemplo de uma líder de sucesso e poderosa que fala com orgulho de suas crenças. Empreendedores bem-sucedidos são fortes advogados de si mesmos e de outros, e sabem o que o que eles adicionam a uma conversa tem valor e mérito. Eles não adotam uma mentalidade vitimista, não se encolhem por qualquer motivo. Eles falam quando necessário e encontram os desafios de criar um negócio com cabeça erguida, graça e consideração.

  • Querer agradar aos outros

    A maioria dos humanos tem uma profunda necessidade de agradar, e colocam os desejos dos outros acima dos seus, colocando seus próprios sonhos e planos de lado. No entanto, a maioria dos empreendedores bem-sucedidos sabem como manter limites claros para si mesmos e, ao mesmo tempo, ter consideração com os sentimentos dos outros. Eles são mestres de suas próprias vidas e sabem manter suas prioridades pessoais. Eles não focam muito em deixar todo mundo feliz e mantêm seus objetivos em mente para evitar entraves em seu progresso.

Duvidar de sua intuição

Sentimentos intuitivos são muito frequentemente desconsiderados na hora da tomada de decisões. Os empreendedores mais bem-sucedidos utilizam sua percepção para ter grande vantagem, equilibrando lógica e intuição para tomar decisões substanciais que os propulsionam para longe. Eles acreditam em sua própria consciência e lideram com profundo autoconhecimento e clareza. Desenvolver intuição requer tempo e prática se você está acostumado a desconfiar de você mesmo, mas é possível e te ajudará a alcançar sucesso.

Comentários
Topo