Fotos

8 lições de empreendedorismo que você não aprende na escola

Muito se fala sobre inserção do empreendedorismo nas salas de aula. Mas o que exatamente seria lecionado sobre? Os princípios básicos do mundo dos negócios podem ser ensinados. Deixando marketing, finanças e planejamento um pouco de lado, habilidades sutis são quase que impossíveis de aprender através dos livros. Estas coisas não podem ser ensinadas de forma convencional, mas incentivando e nutrindo todo o desenvolvimento – o que é essencial a qualquer carreira.

LEIA MAIS: 10 maneiras de começar bem o seu trabalho hoje

Perguntamos a cinco empresários bem-sucedidos quais são os atributos considerados essenciais para o sucesso do negócio que não estão inclusos no currículo escolar. Veja as respostas:

VEJA TAMBÉM: 5 erros que farão você perder a vaga de emprego

  • Empatia

    Pessoas prontas a assumir grandes cargos geralmente têm posturas duronas e quase sempre indobráveis, tudo para impedir que frustrações ocorram. Mas Sveinung Skaalnes, chefe de pesquisa e desenvolvimento de uma escola de negócios criativos, diz: “Hoje em dia, conectar-se com pessoas é mais importante do que apenas ordená-los”.

  • Tempo é tudo

    Empresários estão sempre em uma constante corrida contra o tempo. Saber a hora certa de expor informações, críticas e ideias é realmente uma habilidade. Precipitar-se ou perder o momento oportuno são coisas bastante comuns.
    Jacob Geer, CEO e co-fundador da startup iZettle, diz: “Empresários que querem estar à frente precisam ter tempo para um bom planejamento. Tempo às vezes se resume a boa sorte”.

  • Paciência

    Paciência é, definitivamente, uma virtude. Alguns profissionais são conhecidos por seu enorme grau de exigência e é comum que as pessoas queiram resultados e reconhecimento ‘pra ontem’. Porém, definir expectativas irreais pode significar colocar pressão desnecessária sobre si mesmo, sobre o seu negócio e também sobre os que estão ao redor. É importante reconhecer que os consumidores são pessoas que exigem tempo e persuasão. Sucesso geralmente leva uma quantidade de tempo maior do que a prevista.

  • Ética

    Empreendedores bem-sucedidos têm éticas de trabalho bem firmadas e determinadas, com foco no sucesso. “Uma boa ideia é essencial, mas não suficiente”, diz Eamon Jubbawy, COO e co-fundador. “Para dar certo, é preciso acreditar na própria ideia e estar disposto abrir mão de boas noites de sono e fins de semana entre amigos.”

  • Sacrifício

    Pode parecer óbvio, mas é seu dever estar preparado para trabalhar duro e sacrificar algumas coisas da vida, o tempo livre talvez seja o melhor exemplo. Antony Woodcock, co-fundador da Maki, primeira loja londrina de sushi self-service, diz: “Se você está disposto a colocar seu negócio como prioridade de 80% das coisas da sua vida, então você já tem o que é preciso”.

  • Resiliência

    O emocional de um empreendedor pode ser bastante semelhante a uma montanha russa, o que sabemos que não é tão fácil assim de suportar. Os donos de negócios devem ser capazes de cair e dar a volta por cima, quantas vezes for preciso. Devem estar dispostos a tentar coisas novas, falhar, melhorar, aperfeiçoar, sem se prender muito aos altos e baixos emocionais que vêm com os sucessos e fracassos consequentes da gestão de uma empresa. Construir a resiliência é essencial.

  • Assumir alguns riscos

    Na escola, tudo é sobre a capacidade que se tem de aprender. No mundo dos negócios, tudo é sobre a capacidade que se tem em fazer. Execução é tudo, segundo Debbie Wosskow, fundadora e CEO do clube de troca de casa Love Home Swap. “O ambiente escolar precisa ser adaptado para ensinar os empresários do amanhã a efetivamente executar planos. O futuro do empreendimento precisa aprender a avaliar e a assumir riscos, navegar desafios e imprevistos ao longo do caminho”, diz ela.

  • Produtividade

    Faça o tempo andar a seu favor. Líderes bem-sucedidos não correm atrás do dia seguinte e dão importância a cada pequeno momento. “Defini que trabalharia apenas até as 17h30. A partir de então, tenho tempo para o dia a dia dos meus filhos”, diz Wosskow. “Isso me dá foco e equilíbrio entre trabalho e vida pessoal. Tudo é mais eficiente”.

Empatia

Pessoas prontas a assumir grandes cargos geralmente têm posturas duronas e quase sempre indobráveis, tudo para impedir que frustrações ocorram. Mas Sveinung Skaalnes, chefe de pesquisa e desenvolvimento de uma escola de negócios criativos, diz: “Hoje em dia, conectar-se com pessoas é mais importante do que apenas ordená-los”.

Comentários
Topo