Fotos

Bilionária suíça quer quebrar recorde de volta ao mundo em veleiro

Em relacionamentos, é comum dizer que os opostos se atraem. Certamente, este foi o caso quando Dona Bertarelli conheceu seu parceiro Yann Guichard – dois marinheiros, mas com experiências muito diferentes. Dona, uma das mulheres de negócios mais rica da Europa, com fortuna avaliada em US$ 4,3 bilhões, tem uma rica experiência em vela costeira, enquanto Guichard é um renomado marinheiro de alto mar.

LEIA TAMBÉM: SeaXplorer quebra a barreira entre o luxo e a aventura em expedição de US$ 150 milhões

Ela ganhou duas vezes a cobiçada Bol d’Or Mirabaud (Taça de Ouro) em sua terra natal – primeira mulher da história a conquistar este prêmio – e, com Guichard, cocomandou o time Maxi Spindrift 2 na corrida 2015 Rolex Fastnet, defendendo o título. Atualmente, eles estão há 19 dias em sua empreitada de velejar ao redor do mundo no menor tempo de todos e, com isso, ganhar o Troféu Jules Verne. É o que revela uma matéria da rede norte-americana CNN.

E MAIS: Ilha no Pacífico quer ter a sexta maior área de preservação marinha do mundo

O barco Banque Populaire V, atualmente chamado de Spindrift 2, detém o Troféu Jules Verne, com tempo líder de 45 dias, 42 minutos e 53 segundos, recorde alcançado por Loick Peyron e sua tripulação em 2012. Quando o barco foi posto à venda no início de 2013, Dona disse que seu time nem precisou pedir para testar o iate de 130 pés, que é o maior trimaran de corrida do mundo. O sucesso de Peyron em 2012 foi a oitava vez em que um recorde de tempo foi quebrado. Houveram 15 tentativas falhas.

FOTOS: 5 super iates com piscina

Veja na galeria de fotos mais detalhes sobre a volta ao mundo de Dona Bertarelli:

  • Troféu Jules Verne

    A bilionária suíça Dona Bertarelli tenta quebrar o recorde de tempo mais rápido para circunavegar o globo – também conhecido como Troféu Jules Verne.

  • Recorde mundial

    Navegando com o trimaran Spindrift 2, capitaneado pelo marinheiro francês e parceiro de longo tempo Yann Guichard, Dona pretende quebrar o marco de 45 dias, 13 horas, 42 minutos e 53 segundos de Lock Peyron e sua tripulação em 2012.

  • Navegação em alto mar

    Dona nunca pensou sobre navegar em alto mar antes de conhecer Guichard, mas apaixonou-se pela ideia após passar dez dias navegando na Discovery Route em 2012.

  • Rica experiência

    Antes disso, Dona tinha uma rica experiência em navegação: ganhou duas vezes a cobiçada Bol d’Or Mirabaud em sua terra natal (primeira mulher do mundo a alcançar este feito ), assim como cocomandou a equipe Maxi Spindrift 2 à vitória na 45ª corrida Rolex Fastnet.

  • Preparativos

    Bertarelli dedicou algum tempo a dar autógrafos a crianças, vencedores em potencial da Jules Verne Trophy na próxima geração, antes de sua partida com Guichard.

  • Preparativos

    Sua visita à Notre Dame School of La Trinité, junto com Guichard, foi parte de uma parceria em que seu time Spindrift está envolvido. Eles presentearam a alunos e professores com kits relacionados à sua aventura ao redor do mundo, incluindo geografia, natureza e animais.

  • Jacques Vabre

    “Eu fui introduzida à navegação em alto mar através de Yann porque ele fazia isso há muito tempo – ele participou da Jacques Vabre quatro vezes e tem dois recordes do Atlântico”, disse Bertarelli.

  • Projeto conjunto

    Dona conta que, há muito tempo, ela e Guichard tinham planos de um projeto conjunto. “No início, a reação foi que nós queríamos velejar nas Olimpíadas, mas logo percebemos que não seria possível, pois ele é francês e eu sou suíça”, explicou Dona ao canal norte-americano.

  • Quebra de recordes

    “Então, abandonamos o projeto rapidamente e, quando o Spindrift 2 foi posto à venda, dissemos ‘que tal quebrarmos recordes? Que tal velejarmos em alto mar?”.

  • O barco

    Dona admite que ela nem pediu para testar o Spindrift 2 antes de compra-lo, ela apenas cruzou os dedos e torceu pelo melhor.

  • O barco

    “Eu estava torcendo para que eu não enjoasse, para que fosse capaz de ter um papel a bordo que eu realmente queria, para que fosse capaz de ajudar porque este era o meu desafio”, acrescentou.

  • Sucesso

    Dona está, atualmente, à frente do recorde atual e rumo a conseguir o Troféu Jules Verne.

Troféu Jules Verne

A bilionária suíça Dona Bertarelli tenta quebrar o recorde de tempo mais rápido para circunavegar o globo – também conhecido como Troféu Jules Verne.

Comentários
Topo