Fotos

Por que o Panamá irá virar um destino fashion de luxo

O Panamá pode ser mais conhecido por seu canal, mas o país não é uma mera passagem conveniente entre o leste e o oeste – é um destino que combina características únicas de cidade, floresta tropical e praia. Uma das economias de crescimento mais rápido da América Latina, o Panamá está na rota para se tornar um destino de luxo no mercado da moda.

VEJA TAMBÉM: 7 viagens de trem de luxo para fazer antes de morrer

Em abril deste ano foi anunciado o shopping center Soho Panama, novo epicentro de luxo na Cidade do Panamá. O local não apenas tem lojas como Chanel, Versace, Burberry e Ladurée, como também terá, a partir do final de 2016, o hotel The Ritz-Carlton, com 220 quartos, duas piscinas, um spa e quatro restaurantes. Esta será a primeira de duas propriedades que o The Ritz-Carlton lançará no país: sua marca boutique Reserva terá uma unidade nas Ilhas Pérola, ilha privada a cerca de 72 km ao sul da Cidade do Panamá, com lançamento em 2018.

MAIS FOTOS: 14 lugares mais legais para conhecer em 2016

O Panamá também está facilitando as viagens para o país e em território interno. Em 2014, lançou o primeiro metrô da América Central e planeja criar uma segunda linha para conectar a Cidade do Panamá ao Aeroporto Internacional de Tocumen. No local, está sendo construído um segundo terminal para dobrar a capacidade até 2017. (Tocumen ainda está em fase de transição, mas é possível encontrar lojas de luxo como Carolina Herrera e Valentino.) Até mesmo o canal está passando por melhorias – uma expansão de US$ 5,25 bilhões, maior projeto desde a construção, que dobrará a capacidade quando for concluído em 2016.

  • Onde ficar

    InterContinental Miramar Panama

    Aberto em 1997, o InterContinental Miramar Panama é um dos principais hotéis da cidade. Parte de uma renovação em curso, o lobby foi reformado recentemente e os quartos modernos e neutros receberam novos pisos, camas e outros detalhes. Para ter uma vista incrível, opte por acomodações de frente para a água e visite o Club Lounge no quinto andar (que passará por uma reforma em 2016), onde é possível observar a cidade através de grandes janelas com café da manhã ao nascer do sol e pôr do sol com aperitivos e vinhos.

  • Onde ficar

    Bella Vista Hotel

    O Bella Vista Hotel fica na beira da Cinta Costera, trecho de 4 km da Baía do Panamá onde é possível caminhar, correr ou andar de bicicleta ao longo de uma paisagem incrível. Siga o caminho para o sul e encontre o Mercado de Mariscos, onde peixeiros exibem os pescados locais, como a corvina, e a população local circula em busca de um ceviche fresco.

  • Onde ficar

    Trump Ocean Club International Hotel & Tower Panama

    Se você procura explorar uma área menos turística da cidade, uma opção é o Trump Ocean Club International Hotel & Tower Panama em Punta Pacifica, um bairro residencial. O prédio em formato de barco de 70 andares se destaca no horizonte da cidade. Mas o mais impressionante são as vistas das janelas que vão do chão ao teto em frente aos luxuosos quartos de hóspedes, o deque com cinco piscinas e espreguiçadeiras e o cassino no 66º andar que oferece vistas deslumbrantes.

  • Onde comer

    Manolo Caracol

    Ao mesmo tempo em que o Panamá se moderniza, segmentos da capital continuam charmosamente presos ao passado. Casco Viejo, distrito histórico da cidade que foi estabelecido após 1671, está na lista de patrimônios da Unesco. O local lembra Old San Juan, em Porto Rico, com ruas coloridas de paralelepípedos e construções espanholas coloniais com varandas nos andares superiores.

    Casco é o local certo para a gastronomia. Um dos restaurantes mais famosos é o Manolo Caracol, onde o chef Andrés Morataya lidera a cozinha que usa ingredientes locais de todos os jeitos possíveis. Cerca de 70% do cardápio, como arroz e cacau, vem da horta do estabelecimento. Lagostas e polvos são fornecidos por mergulhadores. Uma equipe percorre as vilas procurando por frangos para abastecer o local. Então, Morataya transforma estes ingredientes frescos em pratos modernos (peça um menu degustação para ter um banquete). A seleção depende de quais ingredientes e frutos do mar foram encontrados na semana. Porém, espere experimentar pratos como uma saborosa sopa de frutos do mar com urucum e coco ou “patacónes” crocantes (fatias fritas de banana-da-terra) cobertas com camarões.

  • Onde comer

    El Cangrejo

    Saia de Casco e vá ao bairro El Cangrejo para visitar o restaurante Riesen. Após ter vencido a competição anual Panama Gastronomica, o chef Hernan Correa usou o dinheiro do prêmio para converter parte da casa de sua família em um pequeno restaurante. Não se deixe enganar pelo ambiente modesto – a cozinha criativa do Riesen merece sua atenção. O chef incorpora ingredientes do Panamá e técnicas modernistas para criar pratos como os viciantes crisps caseiros de vegetal cobertos com pinceladas de queijo nacional (macio e cremoso, com consistência de ricota), tomates cereja secos e fatias de abacate. As entradas incluem polvo grelhado com pêssego e coco e língua que fica na brasa por 48 horas.

  • Onde comer

    La Cocina de Rosita

    Enquanto Morataya e Riesen representam uma nova geração de chefs da cidade, ainda é possível encontrar os tradicionais. No almoço, siga os locais até uma janela verde na Avenue B, que pareceria desinteressante se não fosse por uma lousa em que alguns pratos são listados. O restaurante serve pratos para viagem pela janela. Por apenas US$ 3.50 é possível comprar pratos tradicionais como “guacho”, versão panamenha do risoto, e “almojábanos”, farinha de milho frita com queijo.

  • Onde comer

    El Viejo Talentoso

    Uma visita ao Panamá não estaria completa sem um “raspao”, raspadinha feita com leite condensado e frutas. É possível encontrar vendedores em Casco, mas procure pelo carrinho prateado brilhante El Viejo Talentoso (tipicamente estacionado na Plaza de Francia).

  • Onde comer

    American Trade Hotel

    Para algo um pouco mais forte, vá para o lobby do American Trade Hotel para um mojito ou um “seco”, licor potente feito de cana de açúcar fermentada. Prove-o como um verdadeiro panamenho – com leite e gelo. O American Trade é, também, um lugar da moda para quem gosta de jazz. Nas noites de terça e quarta-feira, o espaço é palco do Danilo’s Jazz Club, com o pianista de jazz vencedor do Grammy Dani Pérez e músicos locais e internacionais.

  • O que ver

    Panama Viejo

    Para conhecer as origens da cidade, visite Panama Viejo, onde é possível vaguear entre gramados, árvores exóticas e as ruínas do século 16 do primeiro assentamento europeu na costa pacífica das Américas. A catedral é o local mais preservado. Suba os 72 degraus da torre do sino para ter uma vista panorâmica. No passado, a torre serviu como um posto de observação de piratas.

  • O que ver

    Gamboa Rainforest Resort

    Descubra outro lado do Panamá no Gamboa Rainforest Resort, que fica a meia hora da Cidade do Panamá. Pule o resort e vá direto à floresta, que é relativamente nova por causa do desmatamento causado pela construção do canal do Panamá. Um bonde aéreo a 85 metros acima do chão permite olhar a flora de cima, incluindo ipês, figueiras e pau-de-balsas, além da vida selvagem.

    Além disso, há uma torre de observação de dez andares (com apenas rampas, sem degraus, o que torna a caminhada até o topo relaxante) para apreciar ainda mais as vistas da floresta.

  • O que ver

    Biomuseo

    Entenda mais profundamente a importância da biodiversidade do Panamá no Biomuseo, que foi aberto em 2014. O prédio da instituição é o único trabalho do renomado arquiteto Frank Gehry na América Latina, assim como o adorável parque que o cerca. Dentro, é possível descobrir que há mais espécies de árvores em um hectare de floresta panamenha do que em toda a América do Norte combinada. A exposição audiovisual “Panamarama” é um espaço de imersão com 10 telas que oferecem uma boa noção do ecossistema local. Há, ainda, uma área do museu com exposições temporárias, mas o plano é encher o museu com mostras permanentes, incluindo dois aquários, representantes do Oceano Pacífico e do Mar do Caribe. Como o resto do país, o museu tem grandes planos para os próximos anos.

Onde ficar

InterContinental Miramar Panama

Aberto em 1997, o InterContinental Miramar Panama é um dos principais hotéis da cidade. Parte de uma renovação em curso, o lobby foi reformado recentemente e os quartos modernos e neutros receberam novos pisos, camas e outros detalhes. Para ter uma vista incrível, opte por acomodações de frente para a água e visite o Club Lounge no quinto andar (que passará por uma reforma em 2016), onde é possível observar a cidade através de grandes janelas com café da manhã ao nascer do sol e pôr do sol com aperitivos e vinhos.

Comentários
Topo