Fotos

Como hackear seu cérebro com a tecnologia para ter um 2016 incrível

Neste início de ano, é inevitável não aspirar por tempos melhores do que os vividos no passado. Mas, infelizmente, cerca de 25% das pessoas, já abandonaram suas resoluções pelas novas tarefas no trabalho. É realmente difícil manter metas pessoais em uma época em que o lado profissional exige tanto da população. Mas o trabalho tem seus bônus, certo? A tecnologia pode ajudar!

VEJA TAMBÉM: Apple compra startup capaz de ler suas emoções por meio de inteligência artificial

O ano de 2016, portanto, ainda tem bastante cenário para mudanças e melhorias. Basta querer e, com as facilidades que a tecnologia atual proporciona, não existem muitas desculpas. FORBES selecionou cinco maneiras fáceis de fazer com que superações de 2015 aconteçam e, o mais importante, permaneçam e evoluam!

E MAIS: Google Cardgoard salva a vida de bebê desenganado em Miami

Veja na galeria de fotos cinco hábitos que você pode criar e melhorar seu ano com o enorme auxílio da tecnologia:

  • Alimentar-se melhor

    Não só se o objetivo for mudar alguns números na balança, mas simplesmente porque alimentos podem auxiliar no seu desempenho físico e cerebral. A Huel, por exemplo, é uma marca inglesa de alimentos em pó nutricionalmente completos. Além de proporcionar algo prático e saudável que pode ser consumido em qualquer hora do dia, promete ser surpreendentemente saboroso, apesar de ainda não estar oficialmente à venda ao público brasileiro.

  • Dormir melhor

    Uma pesquisa do Dr. Paul Kelly, médico associado a pesquisa clínica do sono e a neurociência, sugere que um sono menor do que 5 a 9 horas pode depravar e até mesmo matar o ser humano a longo prazo. Dormir pouco pode ser considerado uma forma de tortura e todos devem saber disso.

    Uma das formas que a tecnologia pode auxiliar na qualidade e no tempo de sono, é o acessório Lumie, que funciona produzindo estímulos de melatonina, por exemplo, quando é chegada a hora de ir pra cama. Depois de estimular o sono, para o despertar, a luz do dia é simulada de forma gentil, para que não seja um choque ao usuário.

    Aos telefones, tablets e computadores, o software f.lux também pode ser uma opção. Ele tem um controle de luz azul gradual que estimula o sono e “te conta” a hora de ir dormir.

  • Trabalhar melhor

    As metas profissionais quase sempre tomam conta da maior parte da lista de desejos ao próximo ano. É, portanto, uma jornada não muito fácil. A professora Teresa Amabile, especialista em administração e em gestão empresarial, diz que a maior estratégia de aprendizado e rendimento pode ser feita através de um diário. Hoje em dia, são inúmeros apps e dispositivos que prometem auxiliar nessa tarefa diária, mas há também quem diga que as tecnologias mais atrapalham do que qualquer outra coisa. São eternos fãs do lápis e papel. The Five Minute Journal, por exemplo, usa técnicas psicológicas que prometem auxiliar na produtividade, no foco e, em última instância, no humor.

  • Ser mais focado

    “Eu sempre quis ser mais focado, mas o Facebook/ mas o Instagram/ mas o Whatsapp…” Dizem que a tecnologia só foi feita para nos viciar. E não há nenhum app reverso. A única solução mesmo é desligar os aparelhos.

    O Vale do Silício tem trabalhado no app Freedom que, depois de instalado, promete bloquear os outros apps que possam ser distrativos, após uma configuração do usuário, é claro. Mas nem todas as ferramentas digitais são distração. O app Headspace, por exemplo, é um app que pode auxiliar na meditação e, assim, complementar o foco. Além de introduzir conceito básicos do método de relaxamento em dez dias ou menos, atende aos que aderem a técnica há tempos.

  • Ler mais

    O feed do Facebook tem mudado necessidade das pessoa em consultar sites de notícias ou até mesmo livros. A cada dia mais, mais pessoas tem a meta de “ler mais livros” para o próximo ano.

    Spritz é a tecnologia que auxilia na velocidade da leitura. O Kindle, por exemplo, é o acessório e app que disponibiliza livros online para consulta e diversão. Audiobooks também são comuns e bastante utilizados para aqueles que pretendem sempre fazer uma “leitura” acompanhada de outra prática, como dirigir, lavar louça ou até mesmo tomar banho. Mas se todos esses avanços ainda não se encaixam na sua agenda apertada, procure por Blinklist. Este fornece resumos de milhares de livros best-sellers em pacotes de leitura de em média 15 minutos.

Alimentar-se melhor

Não só se o objetivo for mudar alguns números na balança, mas simplesmente porque alimentos podem auxiliar no seu desempenho físico e cerebral. A Huel, por exemplo, é uma marca inglesa de alimentos em pó nutricionalmente completos. Além de proporcionar algo prático e saudável que pode ser consumido em qualquer hora do dia, promete ser surpreendentemente saboroso, apesar de ainda não estar oficialmente à venda ao público brasileiro.

Comentários
Topo