Fotos

Por que o Chev Bolt vai convencer você a ter um carro elétrico

A General Motors divulgou, ontem (7), o Chevrolet Bolt, primeiro carro elétrico de longo alcance e de ligação por tomada que o usuários comuns podem comprar. O veículo será colocado à venda no final do ano.

Por cerca de US$ 30.000 nos Estados Unidos, o carro para cinco passageiros tem autonomia para cerca de 320 km com apenas uma carga de bateria, o que é mais do que o suficiente para famílias usarem como veículo diariamente sem temer ficar a pé no meio do percurso. A maioria das pessoas não precisará recarregar o carro fora de casa. Porém, caso seja necessário, o veículo pode ser recarregado até 80% de sua capacidade em cerca de 30 minutos.

VEJA TAMBÉM: 6 fatos fascinantes sobre a Lamborghini Urus

Com o Bolt, o objetivo da GM é acabar com todas as desculpas que as pessoas usam para não comprar carros elétricos: “a autonomia é limitada”, “a performance deixa a desejar”, “o design é estranho”, “leva muito tempo para recarregar”, “é muito caro”. E eles foram bem-sucedidos. O Bolt é um ótimo carro elétrico pequeno.

Mais do que isso, o carro é o bilhete de entrada da GM no futuro da mobilidade. Com seu serviço 4G LTE de alta velocidade, da subsidiária da GM Onstar, o Bolt dá aos proprietários acesso a aplicativos e serviços que aprimoram a experiência na direção do automóvel.

E MAIS: 4 carros de luxo com preços acessíveis

Veja na galeria de fotos mais detalhes sobre o novo carro:

  • Veículo elétrico reformulado

    “Nós recebemos uma tela em branco, uma oportunidade rara, com uma plataforma única para reformular o design de veículos elétricos”, diz Stuart Norris, designer-chefe do projeto. E o veículo tem, de fato, características que o coloca à frente de carros elétricos convencionais.

    O sistema de freios, por exemplo, parece normal, o que é raro em carros elétrico. No trânsito urbano, por exemplo, muitas vezes nem sequer é necessário acioná-lo: basta tirar o pé do acelerador para o carro parar.

  • Espaço

    O design lembra uma pequena SUV, mas há uma quantidade incrível de espaço interno, graças à colocação da bateria entre o chão e os finos e esculpidos assentos dianteiros, que dão aos passageiros dos bancos de trás espaço extra para as pernas.

    Atrás dos bancos traseiros, o Bolt tem um surpreendente espaço para bagagens, em se tratando de um carro pequeno, mais, por exemplo, do que o Honda Fit, carro reconhecido por ser espaçoso.

  • Parte dianteira

    Na frente, um painel “flutuante” com uma enorme tela touch screen de 10,2 polegadas dá mais espaço para os joelhos dos passageiros da frente e mais ousadia ao design interior. Há muitos compartimentos inteligentes para armazenamento de pequenos objetos, incluindo um espaço para tablet embaixo do descanso para os braços.

Veículo elétrico reformulado

“Nós recebemos uma tela em branco, uma oportunidade rara, com uma plataforma única para reformular o design de veículos elétricos”, diz Stuart Norris, designer-chefe do projeto. E o veículo tem, de fato, características que o coloca à frente de carros elétricos convencionais.

O sistema de freios, por exemplo, parece normal, o que é raro em carros elétrico. No trânsito urbano, por exemplo, muitas vezes nem sequer é necessário acioná-lo: basta tirar o pé do acelerador para o carro parar.

Comentários
Topo