Fotos

Um test drive com a furiosa McLaren 675LT

Quando a nova McLaren de US$ 395.271, nos EUA, chegou à minha casa, um velho amigo que estava comigo gritou: “Este deve ser um carro que acelera muito em menos de dez segundos!”. Ele estava certo. Em menos de oito segundos, o peso leve 675LT “Longtail” passa dos 200 km/h. O veículo tem 666 cavalos de potência e transmissão de sete velocidades. A transmissão de velocidades é rápida, mas não totalmente suave e imperceptível.

FOTOS: 11 carros imperdíveis no Salão de Detroit

Veja na galeria de fotos os detalhes do test drive neste supercarro:

  • Modo Track

    No modo Track, o 675 LT pode dar leveza aos pneus traseiros ao se deslocar sob aceleração total.

  • Ruídos do motor

    Os ruídos do motor não são tão altos e marcantes quanto os de uma Ferrari, mas acima de 5.000 rpm chamam bastante a atenção. O ruído do Longtail é único.

  • Direção

    Além da aceleração alucinante, o que mais impressiona no Lontail é a segurança na direção, inesperada em um carro com cara de supermáquina de corrida.

  • Suspensões

    As suspensões da McLaren oferecem uma direção surpreendentemente flexível em vários tipos de superfícies. O Longtail vai bem nas estradas e nas pistas.

  • Direção leve

    O 675LT tem direção leve, pois mais de 42% do peso do carro fica sobre os pneus Pirelli Trofeo 235/35-19 dianteiros.

  • Direção e chassi

    Muito da suspensão e da direção do 675LT é baseado nas lições aprendidas do supercarro híbrido P1. Os toques especiais desse carro são justamente a direção e o chassi, que estimulam o motorista a ser sutil, mas veloz e furioso ao mesmo tempo.

  • Espaço

    Sem os assentos densamente acolchoados do 650S, que limitam espaço e reduzem o conforto de pessoas altas, a cabine é um paraíso mesmo para motoristas grandões.

  • 2016

    Para 2016, a McLaren dará ênfase ao 570S, mas provavelmente desenvolverá paralelamente um sucessor do 675LT. Considerando que os 1.000 exemplares do 675LT em suas formas cupê e spider representem pelo menos US$ 800 milhões em receita de vendas, e que a McLaren ganhou o que eu acredito que sejam 1.000 clientes felizes, o “Longtail” é um outro modelo que a McLaren deve proteger, e não vender em excesso.

  • Lucros

    Graças em grande parte ao P1, em 2014, a McLaren ganhou quase US$ 30 milhões em lucro, número pequeno se comparado às centenas de milhares que a Ferrari e a Porsche geram todo ano, mas a startup McLaren Automotive ainda tem um grande caminho pela frente.

  • Desafios

    O maior desafio de desenvolvimento da McLaren será diferenciar três linhas de veículos baseadas em versões do mesmo chassi de fibra de carbono. A McLaren, no entanto, deveria envolver mais de um V8 twin-turbo em diferentes variações, um esforço que pode levar anos.

Modo Track

No modo Track, o 675 LT pode dar leveza aos pneus traseiros ao se deslocar sob aceleração total.

Comentários
Topo