Colunas

10 coisas que você vai entender quando se tornar um milionário

Tentar explicar a uma pessoa pobre o que significa ser rico trará o mesmo fracasso como tentar explicar o êxtase do sexo a uma virgem, ou a sensação de saciedade a uma pessoa que está morrendo de fome. Não pode haver entendimento sem experiência e conhecimento por si só será insuficiente. Ao mesmo tempo, a informação pode ser motivacional e inspirá-lo a realizar determinadas ações que levarão à experiência. Permita que este artigo ofereça exatamente esse tipo de inspiração.

LEIA MAIS: Lemann ultrapassa marca de US$ 30 bilhões de patrimônio

No final do dia, ser milionário é um termo relativo. Uma pessoa pode ver um milhão de dólares como uma incrível quantidade de dinheiro, mas para outro, isso pode significar a possibilidade de uma compra específica. Um milhão de dólares pode não ser suficiente para comprar uma ilha, mas é o suficiente para comprar sua casa dos sonhos, para se hospedar nos melhores hotéis durante a viagem, para ter carros bonitos, para contratar os melhores especialistas e desfrutar de muitas outras experiências.

E enquanto o dinheiro continua a ser a principal causa mais comum de conflitos nos relacionamentos, e as pessoas – de acordo com os estudos feitos sobre dinheiro – têm vergonha de falar de dinheiro (50%) ou mesmo medo de falar sobre isso (20%), entre as gerações mais velhas ainda existe a crença de que uma pessoa rica é um ladrão. No entanto, a maioria das pessoas concordaria que seria bom se tornar um milionário. Depois de se tornar um milionário você compreende as dez coisas abaixo.

  • 1. Dinheiro é feito usando inteligência

    Você se lembra de quando lhe diziam que se você estudar e trabalhar duro, se tornará rico? Ou que as pessoas ricas foram muito generosas em suas vidas passadas? Ou que você tem que ter sorte para ficar rico? Quando você fizer alguns milhões, perdê-los, e, em seguida, fizer ainda mais, você vai entender que o dinheiro é feito seguindo um determinado modelo. Você descobrirá que a maioria das pessoas não conhece estas estratégias e é por isso que elas não fazem muito dinheiro. Pessoas que entendem isso nunca serão pobres.

  • 2. O dinheiro pode comprar felicidade

    Se alguém, depois de anos de espera na fila de um hospital público, nunca visitou uma clínica privada com doutores sorridentes que o atendem imediatamente; se alguém não sabe a diferença entre dirigir um carro de luxo e andar de ônibus lotado; se ele ou ela nunca experimentou serviço do mais alto calibre em hotéis cinco estrelas, em seguida, podem te dizer que o dinheiro não compra felicidade. E eles estarão certos: dinheiro não compra felicidade, mas apenas para aqueles que já têm dinheiro. Porque eles vão usá-lo para tornar seus sonhos em realidade.

  • 3. Dinheiro liberta-o da dependência

    Vale a pena ter dinheiro suficiente para que você não tenha que se preocupar com isso. Nesse ponto você está livre e você não está mais dependente de patrões abusivos, perigosos ou mentalmente limitados. E se um de seus colaboradores sai para outra empresa, não faz diferença, porque você pode contratar um novo. Quando você pode se dar ao luxo de satisfazer todas as suas necessidades, você para de trabalhar por dinheiro. Este ponto é o começo de uma nova vida, uma que permite que você crie sem limites.

  • 4. Outros começam a ter direito

    Quando outras pessoas descobrem que você tem dinheiro, elas começam a ter direito (ou pensam que tem). Algumas pessoas acreditam que, na sequência de uma ideologia comunista, que você ter mais é a causa de terem menos e, portanto, você deve compartilhar. Outros têm a ideia de que, uma vez que você tem um monte, então você deve pagar preços mais elevados para os mesmos produtos e serviços. Membros inéditos da família aparecem do nada e solicitam assistência financeira. Todas essas pessoas e comportamentos revelarão o mesmo padrão: a falta de responsabilidade por seu próprio destino financeiro.

  • 5. Você começa a conhecer a solidão

    Para as pessoas pobres, você é um ladrão, para a classe média um guru, e uma vez que você não está interessado em ser qualquer um, você começa a passar mais tempo com pessoas que não o veem através da lente do dinheiro e eles não fazem isso porque eles têm tanto quanto você. Depois de um tempo, você perde o interesse em ouvir os mesmos cinismos de “Um homem rico está acima da lei!”, algo que costuma vir dos lábios de velhos amigos. Este tipo de ciúme humano desencoraja-o de estar entre energia negativa. Isto marca a chegada da solidão.

  • 6. Alguns problemas desaparecem

    Você já não está preocupado com a educação de seus filhos, sobre proporcionar a melhor saúde, sobre ser demitido ou encontrar um novo funcionário que se demitiu, sobre de repente ficar sem dinheiro deixando sua família sem nada, sobre você ficar doente e ser dependente de outra pessoa ou sobre seus pais que vão morrer de vergonha de uma situação ruim. Um problema completamente novo surge: o problema de encontrar sentido na vida, deixando para trás um legado, a passagem do tempo.

  • 7. Você respeita o dinheiro

    É incrível pensar que, quando você não tem tanto dinheiro, você gasta mais do que você faz, mas apenas com coisas estúpidas. Você entende a ideia de poupança, você está consciente de quantos erros cometeu e você vê os outros cometerem estes mesmos erros. Em vez de fazer compras razoáveis, faz as emocionais ou faz compras com o seu ego. Você também sabe o quão duro você trabalhou para conseguir esse dinheiro, o que faz você respeitá-lo ainda mais.

  • 8. Você deseja experiências em vez de coisas

    É óbvio que as posses materiais vêm e vão: você compra os objetos que você precisa e ponto final. Agora você quer gastar dinheiro em experiências: comer em restaurantes exóticos, sair de férias em climas quentes, visitar países distantes. Antes você queria possuir coisas, você sabe que cada objeto esconde um vazio que jamais satisfará suas necessidades espirituais.

  • 9. Você é o investimento mais importante

    É por isso que você deve gastar dinheiro com os melhores professores, seminários, cursos, treinadores e todos que possam ajudá-lo desenvolver a si mesmo e seu negócio. Você vai manter o conhecimento que você ganha para o resto de sua vida. Não é o dinheiro que lhe dá uma sensação de segurança e a certeza de conseguir mais, porque é você quem faz o dinheiro.

  • Siga um estilo de vida saudável

    Separe tempo para se exercitar – mesmo no trabalho. Assim, você mantém o sangue fluindo e aumenta seus níveis de energia.

    Um hábito muito bom também é o de preparar comidas para o almoço do dia seguinte em vez de comer em algum restaurante perto de onde você trabalha.

1. Dinheiro é feito usando inteligência

Você se lembra de quando lhe diziam que se você estudar e trabalhar duro, se tornará rico? Ou que as pessoas ricas foram muito generosas em suas vidas passadas? Ou que você tem que ter sorte para ficar rico? Quando você fizer alguns milhões, perdê-los, e, em seguida, fizer ainda mais, você vai entender que o dinheiro é feito seguindo um determinado modelo. Você descobrirá que a maioria das pessoas não conhece estas estratégias e é por isso que elas não fazem muito dinheiro. Pessoas que entendem isso nunca serão pobres.

Mateusz Grzesiak é psicólogo, treinador de desenvolvimento pessoal e coach. Trabalha internacionalmente em 6 idiomas e é autor de oito livros sobre psicologia do sucesso, mudança, negócios, relacionamentos, inteligência emocional e tomada de consciência (mindfulness).

Comentários
Topo