Fotos

11 ferramentas para bombar seu negócio na internet

Assim como as estratégias de mídias sociais e de marketing mudam, as empresas precisam mudar a maneira de promover seus produtos. Usar plataformas como Instagram e Snapchat se tornou obrigatório para tornar uma marca recém-chegada mais conhecida e se comunicar com os clientes num nível mais pessoal.

LEIA MAIS: Facebook ainda não vale meio trilhão de dólares por culpa de Wall Street

Como a internet cresce de maneira desenfreada, é preciso, no entanto, entender como funcionam essas ferramentas para maximizar os ganhos e minimizar o tempo gasto em frente às telas sem aproveitá-las.

Veja o que 11 empreendedores do Conselho do Jovem Empresário nos Estados Unidos têm a dizer sobre estratégias de comunicação para atrair potenciais clientes:

  • Marketing pelo WeChat

    WeChat é a versão chinesa do Twitter e do Facebook juntos. Tem mais de 650 milhões de usuários e é uma ótima plataforma para quem acaba de começar a se aventurar pelas redes sociais, caso haja interesse no leste asiático. Uma mistura de conteúdo informativo e marketing é o essencial para essa plataforma. Quem dá a dica é Joel Butterfly, da InGenius Prep.

  • Filtros geográficos do Snapchat
    Em 2015, o Snapchat lançou filtros geográficos para empresas como o McDonald’s. Em 2016, parece que a rede social, uma das maiores do mundo, quer expandir o negócio. Caso o foco seja em jovens nascidos a partir dos anos 1990, essa é a plataforma ideal para montar campanhas e instigar o engajamento dos possíveis clientes. A dica é de Doreen Bloch, da Poshly Inc.

  • Propagandas no Pinterest

    Neste ano, o Pinterest tem sido uma plataforma com muitos novos investimentos, principalmente aqueles envolvidos com e-commerce e que precisam de cada clique para gerar lucro. Colocar conteúdo específico neste site é uma boa maneira de atrair clientes para um outro site, segundo John Rampton, da Due.

  • Propagandas em vídeos

    Algumas pesquisas provam que propagandas em vídeos do Facebook e do Youtube podem trazer grandes benefícios. A estratégia é criar conteúdo específico, divertido e de fácil acesso para esses vídeos e utilizar as ferramentas dessas duas redes sociais para aumentar a audiência da marca ao redor do mundo. A ideia é de Marcela DeVivo, da Homeselfe.

  • Integração entre Facebook e Instagram

    Hoje, tornou-se fácil ligar uma campanha no Facebook com o Instagram. A princípio, propagandas no Instagram só estavam disponíveis para grandes corporações, mas agora é possível usá-lo para pequenos públicos integrando a conta da empresa com campanhas iniciadas no Facebook. A dica é de Matt Wilson, Under30Experiences.

  • Estratégia de vídeo

    Implementar estratégias de vídeo aumenta o consumo de conteúdo de sites, o que, consequentemente, atrai mais interessados na marca e mais acessos à plataforma utilizada. A ideia é de Afif Khoury, da SOCi Inc.

  • Propaganda com conteúdo

    A dica de Ryan Stoner, da Publicis, tem a ver com o que é criado pelas companhias. À medida em que as estratégias de comunicação mudam, mais conteúdo é produzido. Quando marcas investem em um conteúdo exclusivo, informativo e relevante conseguem atrair mais interessados em consumir propagandas de alta qualidade.

  • Publicar conteúdo em outras plataformas

    Em vez de criar um blog para o próprio negócio, algumas marcas apostam em publicar conteúdo na plataforma de outras empresas. É ganho para todos os lados: além de divulgar a marca, o hospedeiro ganha mais cliques. É a dica de Scott Weiner, da ClosingBell.

  • Propagandas que instiguem a fazer ligações

    As muitas plataformas podem, por vezes, confundir um cliente sobre como obter determinadas informações. Jonathan Long, da Market Domination Media, aconselha que uma maneira de se resolver este problema é difundir um telefone disponível em todas as peças de campanha da marca, principalmente, nas que focam em conteúdo para celular. Mesmo que esses clientes só estejam atrás de informações, é uma maneira de conectá-los a uma pessoa de verdade e aproximá-los da marca sem ser por meio do computador.

  • Propaganda influenciadora

    Na escala das redes sociais, investir em consumidores secundários de possíveis clientes pode ser uma boa ideia. James Simpson, da GoldFire Studios, diz que amigos e família têm uma influência muito grande na hora de uma compra e podem servir como propagadores de uma marca.

  • Anúncios no Instagram

    O Instagram é uma rede social fantástica para anúncios, principalmente as que divulgam conteúdo visual. Como os usuários estão procurando foto de boa qualidade para olhar, marcas com uma boa identidade visual podem se destacar, segundo Jayna Cooke, da EVENTup.

Marketing pelo WeChat

WeChat é a versão chinesa do Twitter e do Facebook juntos. Tem mais de 650 milhões de usuários e é uma ótima plataforma para quem acaba de começar a se aventurar pelas redes sociais, caso haja interesse no leste asiático. Uma mistura de conteúdo informativo e marketing é o essencial para essa plataforma. Quem dá a dica é Joel Butterfly, da InGenius Prep.

Comentários
Topo