Fotos

5 melhores destinos para viajantes novatos

Viajar é sempre incrível! Visitar lugares, conhecer novas pessoas, comer coisas surpreendentes não pode não ser bom. Porém, existe sempre aquele friozinho na barriga de ir longe demais e não conhecer muito bem o lugar de destino. A FORBES, então, selecionou alguns lugares e coisas que você deve pensar e não se preocupar quando for viajar para fora do país pela primeira vez. Um dos detalhes que você não pode esquecer nunca e que vai lhe ajudar a manter a calma é: existem pessoas amigáveis em todos os lugares do mundo.

Supondo que português seja sua primeira língua, mas que você, pelo menos, tenha uma noção básica de inglês, você já está quase a salvo. São alguns fatores que influenciam na escolha dos destinos ideais para quem quer sair do país pela primeira vez e, quem sabe, embarcar nesta aventura sozinho. A língua, por exemplo, pode ser uma barreira difícil de ser ultrapassada. O inglês, porém, é, de longe, uma das línguas mais faladas no mundo. Saber se virar com ele será um alívio e tanto.

VEJA MAIS: 7 melhores lugares do mundo para pedir alguém em casamento

Uma outra dica importante para seguir ao escolher o destino é: escolha lugares que pareçam ser de fácil circulação e, ao mesmo tempo, não fiquem tão distantes assim do seu lugar de origem. Pode não parecer, mas um voo muito longo pode te prejudicar emocionalmente – mas se você é daqueles que não se importa em ficar dentro de um avião por tanto tempo, apenas ignore este tópico.

Veja na galeria de fotos abaixo, cinco destinos ideais para quem quer se aventurar pelo mundo pela primeira vez, mas falando inglês:

  • Londres (e quem sabe todo Reino Unido)

    Londres é favorita de muitos e uma ótima cidade para passageiros de primeira viagem. As coisas são diferentes, mas nem tanto. Reparar no lado que os motoristas dirigem e no tão particular sotaque são apenas detalhes que nunca passam em branco. Pessoas são simpáticas e animadas, mas tirando o fato de que pode ser uma viagem cara, é um dos melhores destinos e não tão distante assim – principalmente se levarmos em consideração que, de lá, é muito fácil ir para qualquer outro lugar da Europa.

  • Irlanda

    Muito do que foi dito sobre Londres também se aplica à Irlanda. É um lugar mais próximo, mais barato e um pouco mais fácil de conhecer quase tudo em um espaço não tão grande de tempo. Dublin, a capital, é excepcional. Mas as pequenas cidades irlandesas são de tirar o fôlego de tanto valor histórico e cultural.

  • Amsterdam/Holanda

    A procura de algo um pouquinho mais europeu, Amsterdam e o todo o resto da Holanda é um destino e tanto. São lugares repletos de história, lazer e paisagens deslumbrantes. A cidade de Schiphol, por exemplo, fica a apenas 10 km de Amsterdam e tem um dos maiores aeroportos da Europa – o que facilita bastante a saída para todos os outros lugares do mundo.

    Ah, claro. Sobre a língua, apesar de, oficialmente ser holandês, 90% da população fala inglês. Principalmente nos grandes postos da cidade.

  • Escandinávia

    Noruega, Suécia e Dinamarca são países que marcam com excelência o nome “Escandinávia”. Entre Copenhague, Estocolmo e Oslo, também há beleza que mais parece ser infinita. Assim como na Holanda, apesar de terem outras línguas como oficiais, falam inglês quase que fluentemente. Se este for o destino escolhido por você, não ignore a Finlândia ou a Islândia. Estes também são lugares tão bonitos que chegam a arrepiar.

  • Nova Zelândia

    Apesar das longas horas de voo, é um lugar que parece ser extremamente único. É impossível tirar uma foto ruim, independentemente do lado da ilha em que você estiver. Mas claramente, Austrália, por estar tão perto, pode ser um excelente destino também. Conhecer o outro lado do mundo para quem viaja pela primeira vez ao exterior é uma aventura e tanto – mas nem tão difícil assim de ser feita.

Londres (e quem sabe todo Reino Unido)

Londres é favorita de muitos e uma ótima cidade para passageiros de primeira viagem. As coisas são diferentes, mas nem tanto. Reparar no lado que os motoristas dirigem e no tão particular sotaque são apenas detalhes que nunca passam em branco. Pessoas são simpáticas e animadas, mas tirando o fato de que pode ser uma viagem cara, é um dos melhores destinos e não tão distante assim – principalmente se levarmos em consideração que, de lá, é muito fácil ir para qualquer outro lugar da Europa.

Comentários
Topo