Carreira

5 razões pelas quais mulheres se demitem por volta dos 30 anos

Muitas mulheres abandonam seus empregos aos 30 anos. O motivo é o mesmo que leva os homens a ter a mesma atitude: dinheiro. Este é o número um. Às vezes, encontram oportunidades que pagam melhor, comprovou um estudo da Harvard Business Review, que entrevistou trabalhadoras e executivas que, de cinco a dez anos depois de terminarem a faculdade, mudaram de emprego sete vezes.

A pesquisa serve como fonte corretiva entre a relação existente entre as mulheres e o mercado de trabalho. Não necessariamente é a maternidade que afasta as mulheres de seus empregadores. Não houve também nenhuma diferença significativa entre as razões em que mulheres largam seus empregos aos seus 20 anos ou aos 30 anos.

VEJA TAMBÉM: Mulheres são mais inteligentes emocionalmente do que os homens, diz estudo

Enquanto muitos dos superiores e chefes pensavam que suas funcionárias estavam saindo por conta da pressão, por exemplo, as mulheres pesquisadas não concordaram com isso. Na verdade, os motivos vão muito além disso. Veja na galeria de fotos as principais razões pelas quais mulheres se demitem por volta dos 30 anos:

  • Dominando GMAT

    “Se você está passando por uma fase difícil, não desista. Para ganhar uma batalha é preciso vencer muitas lutas”, Judith Silverman Hodara, Wharton

    “O sucesso é um processo de pequenos esforços diários”, Cassandra Pittman, Columbia Business School

  • Deve convencer o empregador que trocas de e-mails ou conversas por telefone com você não serão desperdício de tempo.

  • “A minha função aqui não é tão interessante ou significante quanto eu gostaria”

    56% das entrevistadas elegeram este como um bom motivo para influenciar na decisão

  • “ Se eu puder fazer home office por duas manhãs durante a semana, aceito trabalhar por menos.”

    Não ceda à pressão de negociação por um salário mais baixo logo no início.

  • “Eu não posso”

    Pessoas não gostam de ouvir “eu não posso”, pois logo parece um “eu não vou”. Procure, então, meios mais sutis e delicados de dar algumas notícias.

Dominando GMAT

“Se você está passando por uma fase difícil, não desista. Para ganhar uma batalha é preciso vencer muitas lutas”, Judith Silverman Hodara, Wharton

“O sucesso é um processo de pequenos esforços diários”, Cassandra Pittman, Columbia Business School

Comentários
Topo