Conheça a Honour, agência especializada em experiências de luxo

Que tal voar em um caça F-16 da força aérea americana? Ou viajar até a Suíça e ganhar um relógio de luxo com certificado assinado, na sua frente, pelo herdeiro da relojoaria? É esse tipo de experiência exclusiva, que o dinheiro não pode comprar, que promete a Honour, braço de viagens de incentivo da Alatur JTB. A empresa recém-criada vai elaborar experiências de luxo para premiar colaboradores que alcançarem as metas estabelecidas por suas companhias. “Em momentos de crise as empresas precisam se preocupar ainda mais em motivar seus funcionários”, afirma Gilmar Pinto Caldeira, CEO da Honour.

LEIA MAIS: 20 inaugurações de hotéis imperdíveis em 2016

A Alatur JTB está entre as maiores agências de viagens corporativas do país. “Nosso trabalho sempre foi mais voltado para a compra de passagens áreas, reserva de hospedagem, enfim, a parte básica de uma viagem de negócios. Agora, através da Honour, vamos criar uma programação completa para os colaboradores dos nossos clientes”, afirma Eduardo Kina, CEO da Alatur JTB. O executivo reforça que as experiências propostas pela Honour só poderão ser realizadas graças à rede de contatos que a Alatur JTB desenvolveu ao redor do mundo durante seus 20 anos de existência.

A Honour também contará com a experiência de Caldeira, que atua há 25 anos na área de marketing de incentivo. Além de ocupar a vaga de CEO, ele será sócio da Honour, com 30% de participação. Em 2016, o faturamento da Alatur JTB deve chegar a R$ 1,8 bilhão, alta de 28,5% na comparação com o ano passado. Para 2020, a meta é alcançar receita de R$ 5 bilhões. A seguir veja algumas experiências exclusivas propostas pela Honour.

  • Estar presente no momento da pesagem do UFC e, após assistir às lutas, levar para casa um pedaço do octógono.

  • Visitar uma base área da força americana e voar em um caça F-16.

  • Jantar dentro de uma adega em Bordeaux, na França.

  • Assistir ao Super Bowl em um assento privilegiado.

  • Visitar uma grife de alta relojoaria na Suíça e ganhar um relógio, com certificado assinado na sua frente, por um dos herdeiros da fabricante.

  • Jantar em um porta-aviões.

  • Andar em um carro (de dois lugares) da Fórmula Indy a cerca de 350 km/h.

Estar presente no momento da pesagem do UFC e, após assistir às lutas, levar para casa um pedaço do octógono.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).