Fotos

Modelo da Honda movido a hidrogênio está à venda no Japão

Em desenvolvimento há alguns anos, o Clarity FVC (carro com célula de combustível, em inglês) está finalmente pronto para chegar ao mercado. No entanto, não será fácil adquirir este sedã movido a hidrogênio: o comprador deverá estar no Japão e morar perto o suficiente de um dos 15 postos de hidrogênio do país. Pelo menos, será possível cobrir uma distância muito maior do que com um carro elétrico.

SAIBA MAIS: GM compra empresa de tecnologia e aposta em veículos autônomos

Com um motor de 174 cavalos e velocidade máxima de 160 km/h, a expectativa é de que sejam vendidos 200 modelos no primeiro ano. A Honda alega que os primeiros compradores serão agências do governo e do mercado, para que a companhia possa coletar opiniões antes de colocar o carro à venda para o público japonês em geral. Confira mais informações na galeria de fotos abaixo:

E AINDA: Conheça o carro elétrico mais rápido do mundo

  • Melhor que os elétricos

    O veículo não sairá barato: o modelo custa cerca de US$ 67.300,00, podendo cobrir uma área de 800 km. A distância é maior que os 400 km cobertos pelo Tesla Model S., modelo movido a energia elétrica. O mais agravante é que os carros movidos a hidrogênio poluem mais que os concorrentes elétricos.

  • Energia para casas
    A companhia ainda oferece o Power Exporter 9000, modelo parecido com o Tesla Powerwall. O gerador poderá reter hidrogênio do carro e ser utilizado em uma residência por até sete dias, por exemplo.

    Como o Power Exporter não pode ser reabastecido separadamente, a única maneira de fazê-lo é enchendo o tanque do carro novamente, o que implica levá-lo a uma das estações de hidrogênio. Ainda assim, é possível usar o gerador para suprir uma casa com energia – pagando US$ 10.000,00 pelo gerador.

  • EUA e Europa

    O Clarity talvez ainda chegue aos Estados Unidos e à Europa em 2016, mas somente à Califórnia no primeiro país, sendo seu preço provavelmente equiparado ao Mirai FCV, da Toyota: US$ 60.000,00.

Melhor que os elétricos

O veículo não sairá barato: o modelo custa cerca de US$ 67.300,00, podendo cobrir uma área de 800 km. A distância é maior que os 400 km cobertos pelo Tesla Model S., modelo movido a energia elétrica. O mais agravante é que os carros movidos a hidrogênio poluem mais que os concorrentes elétricos.

Comentários
Topo