Fotos

5 carros mais marcantes de Ferruccio Lamborghini

Que Ferruccio Lamborghini virou sinônimo de velocidade, estilo e riqueza todo mundo sabe. Nascido em 1916 em uma família de agricultores, ao crescer, tornou-se um gênio da engenharia e assinou centenas de carros exóticos.

Morto em 1993, Lamborghini comemoraria ontem (28) seu aniversário de 100 anos. Para festejar a data, FORBES elegeu 5 dos mais emblemáticos modelos da luxuosa marca fundada pelo italiano.

Veja a seleção na galeria de fotos abaixo:

  • Miura

    É difícil imaginar uma Lamborghini com apenas 350 cavalos de potência. Mas o Miura redefiniu o conceito de supercarro com uma engenharia central e singular desenhada por Marcello Gandini. Limitadas, as 275 unidades foram fabricadas entre 1966 e 1969.

  • Murcielago

    Este foi o carro que deu início a uma nova era na história da montadora. Foi o modelo que mais provou a potência da fábrica, com seu motor V-12 de 6,2 litros.

  • Reventura

    Lançado no Salão do Automóvel de Frankfurt, em 2007, o carro de 650 cavalos de potência é um dos grandes modelos da montadora. Chegando até 355 km/h, foi um dos mais caros carros já fabricados. Na época, as únicas 20 unidades lançadas chegavam a custar até US$ 2 milhões.

  • Diablo GT-R

    Uma das mais raras produções da Lamborghini é o Diablo GT-R. O lançamento ocorreu em 1999, quando foram fabricados apenas 30 modelos, todos desenhados na Alemanha. A supermáquina tem 600 cavalos de potência, e chega a 350 km/h.

  • Tractor

    Tudo tem de começar de algum lugar. Lamborghini deu início à sua carreira fabricando tratores. No início, a popularidade não era das maiores. A montadora levava cerca de uma semana para a produção de apenas uma unidade. Depois disso, a produção passou para cerca de 200 unidades semanais.

Miura

É difícil imaginar uma Lamborghini com apenas 350 cavalos de potência. Mas o Miura redefiniu o conceito de supercarro com uma engenharia central e singular desenhada por Marcello Gandini. Limitadas, as 275 unidades foram fabricadas entre 1966 e 1969.

Comentários
Topo