Fotos

NASA divulga novas fotos dos anéis de Saturno

Saturno, por ser o planeta menos denso do Sistema Solar e por apresentar uma coleção de anéis visíveis, é um dos astros mais importantes desta parte da galáxia.

Compostos 99,9% de gelo, água e pó estelar, esses anéis não são sólidos, mas formados por uma grande quantidade de partículas que orbitam em volta do planeta. Chamadas planetesimais, esses fragmentos são corpos rochosos ou de gelo que acabam se separando da órbita do planeta quando colidem com o trajeto das luas de Saturno. Alguns espaços entre os anéis são ocasionados pela presença gravitacional dessas luas; outros, como os do anel E, são causados por emissões de gases.

Os anéis principais se estendem de 7 mil a 80 mil km acima da “linha do Equador” do planeta e são maiores que o raio de Saturno. Eles têm de 10 metros a 1 km de espessura e são tão antigos quanto o próprio planeta.

A parte sólida que dava forma aos anéis se comprimiu com as luas do planeta há muito tempo. O material restante irá permanecer em volta de Saturno enquanto o Sistema Solar existir.

Veja na galeria de fotos novas fotos dos anéis, divulgadas pela NASA:

  • Imagens em alta resolução dos anéis de Saturno, incluindo o anel principal, batizado de D, e a falha de Columbus.

  • O anel C e a falha de Maxwell

  • O anel B é um dos mais brilhantes de Saturno

  • Essa parte do anel B é uma dos mais brilhantes de Saturno

  • As maiores falhas do sistema de anéis: a Falha de Huygens e a divisão de Cassini, ambas descobertas no século XVII pelos primeiros astrônomos que observaram Saturno

  • O anel A do sistema de Saturno

  • As falhas de Encke e Keeler no anel F, o último do sistema

Imagens em alta resolução dos anéis de Saturno, incluindo o anel principal, batizado de D, e a falha de Columbus.

Comentários
Topo