Carreira

3 hábitos diários para ter sucesso como Michael Phelps

Bob Bowman é o treinador da equipe masculina de natação dos Estados Unidos. Ele foi o responsável pela preparação de Michael Phelps para a Olimpíada de Pequim, quando o atleta quebrou o recorde de maior número de medalhas conquistadas em uma única edição do evento.

VEJA MAIS: 7 hábitos que ajudam a turbinar o cérebro

Durante sua carreira, o nadador conquistou 22 medalhas olímpicas, 18 delas de ouro. É a melhor performance da história da competição.

Veja na galeria de fotos abaixo algumas dicas de Bowman que ajudaram a lapidar o talento de Phelps:

  • Visão

    De acordo com Bowman, no livro “The Golden Rule” (sem tradução para português ainda), os atletas precisam saber por que eles estão nadando naquele momento. Se é para ganhar medalhas no futuro, não importa. O importante, segundo o técnico, é o processo diário dos treinos. Quando levados a sério, a recompensa vem naturalmente.

  • Mentalizar

    Michael Phelps entra em um estado de relaxamento meses antes de uma competição importante. Ele se prepara mentalmente durante duas horas na piscina, testa a água, senta na beirada e aprecia o ambiente. De acordo com seu treinador, ele mentaliza sua performance na competição para tentar se aproximar dela.

    Para Bowman, imaginar um resultado positivo é um dos passos mais importantes para que ele aconteça de verdade. “O cérebro não consegue distinguir a realidade de um sonho bem sonhado.”

  • Treino

    Ainda que o atleta possa ser abençoado com o físico perfeito para o esporte, talento cru não vence competições. Para se preparar para a Olimpíada de Atenas, de 2004, Phelps treinou 365 dias por ano, durante 6 anos.

    Bowman, que acompanhou o nadador inclusive em feriados e aniversários, diz que a lógica do treino é simples: você acostuma o seu cérebro a fazer a mesma coisa durante muito tempo.

Visão

De acordo com Bowman, no livro “The Golden Rule” (sem tradução para português ainda), os atletas precisam saber por que eles estão nadando naquele momento. Se é para ganhar medalhas no futuro, não importa. O importante, segundo o técnico, é o processo diário dos treinos. Quando levados a sério, a recompensa vem naturalmente.

Comentários
Topo