Fotos

Jaguar Land Rover inaugura primeira fábrica no Brasil

A Jaguar Land Rover inaugurou nesta terça-feira (14) sua primeira fábrica no Brasil, em Itatiaia, no sul do Estado do Rio de Janeiro. Com investimento de R$ 750 milhões, a construção tem 60.000 m² e abriga cerca de 300 funcionários.

SAIBA MAIS: “Viemos para investir a longo prazo”, diz executivo da Jaguar Land Rover

Esta é a primeira fábrica de uma montadora britânica na América Latina. Nela, a montadora irá produzir dois modelos da Land Rover: o Range Rover Evoque e o Discovery Sport.

Além de blindar-se da instabilidade do câmbio e dos altos impostos de importação, a montadora pode focar na expansão do mercado premium no Brasil, que é, atualmente, de 2,5%. “A produção deve acompanhar o mercado”, afirma Wolfgang Stadler, diretor-executivo global de manufatura. “Isso significa que nossas fábricas devem seguir os maiores mercados.”

VEJA TAMBÉM: BMW lança Série 7 no Brasil por R$ 710 mil

Veja na galeria de fotos mais detalhes sobre a nova fábrica da Jaguar Land Rover no Brasil:

  • Capacidade

    Com 60.000 m², o equivalente a 8,5 campos de futebol, a fábrica tem a capacidade produtiva de 24.000 automóveis por ano, embora tenha iniciado a operação apenas com parte disso.

  • Modelos

    Serão fabricados os dois modelos mais vendidos da Land Rover no Brasil: Range Rover Evoque e Discovery Sport. Hoje, a marca é responsável por um a cada três SUVs premium no país e as duas unidades representam 70% das vendas da montadora.

  • Fornecedores locais

    Parte dos componentes dos dois modelos produzidos aqui, como bancos, sistema de escapamento, chassi e conjunto motor, vem de fornecedores locais, como Benteler e IAC.

  • Economia

    O atual cenário de instabilidade econômica no país não afeta os objetivos da montadora de crescer o segmento premium por aqui. “Não estamos preocupados com a economia”, afirma Stadler. “Uma fábrica é um investimento a longo prazo, para 20, 30, 40 anos…”

  • Sustentabilidade

    A fábrica terá uma série de projetos ambientais, como o armazenamento de águas pluviais e o plantio de mais de 1,2 mil árvores nativas.

  • Centro Educacional (EBPC)

    A área em Itatiaia também terá o primeiro Centro Educacional da marca (Education Business Partnership Centre) fora do Reino Unido. Com coordenação do Senai, o EBPC vai oferecer uma série de cursos técnicos para crianças e adolescentes de 5 e 18 anos de escolas locais.

    Os cursos são voltados a áreas como engenharia, manufatura e outras atividades relacionadas ao meio automotivo. O EBPC pretende atingir até 12.000 estudantes por ano.

Capacidade

Com 60.000 m², o equivalente a 8,5 campos de futebol, a fábrica tem a capacidade produtiva de 24.000 automóveis por ano, embora tenha iniciado a operação apenas com parte disso.

Comentários
Topo