Carreira

Como superar seu medo de mudanças no trabalho

Muitos profissionais estão desesperados por mudanças no trabalho, e, mesmo assim, ficam desconfortáveis quando ela acontece. Porém, a mudança é inevitável (e necessária para que os negócios prosperem), por isso você vai precisar aprender a superar seus medos.

VEJA MAIS: Conheça o lado empreendedor de Giovanna Antonelli

FORBES compilou uma lista com 12 dicas de profissionais renomados para superar seu medo de mudanças no trabalho. Entre eles Michael Kerr, autor e presidente da Humor no Trabalho, projeto que conta com palestras e vídeos motivacionais para melhorar o ambiente de trabalho das empresas, a coach Phyllis Mufson, o Dr. Tamar Chansky, autor de “Se Libertando da Ansiedade”, a especialista em administração e contratação Sara Menke, a cientista da comunicação Joyce K. Reynolds, e o palestrante e PHD em matemática Steven Robbins.

Veja na galeria de fotos abaixo as dicas para superar o medo de mudanças no trabalho:

  • Aceite a mudança

    “A coisa mais importante para se fazer quando mudanças incômodas acontecem é aceitá-las”, diz Reynolds. “Reconhecer e aceitar as diferenças é o primeiro passo para aprender a lidar com isso.”

  • Saiba quais são seus medos

    “Quando perceber que está nutrindo sentimentos negativos contra as mudanças no seu trabalho, anote-os em um papel para vê-los de forma objetiva e parar de se preocupar com eles”, afirma Robbins. “Depois é só relê-los e, um por um, anotar o que você gostaria de fazer quando a situações que te deixam mal acontecerem. Saber que você tem um plano B pode te ajudar a ficar mais calmo.”

  • Aceite o que você está sentindo e procure ajuda

    Quando se está passando por um período de transição, é natural se sentir desconfortável. “Dependendo da mudança, você pode lidar com a perda de colegas de trabalho, um projeto novo, prestígio ou simplesmente uma rotina previsível. Então, compartilhe seus medos, vontades, sonhos e desejos com seu parceiro, chefe ou seus colegas para se lembrar de que você não está sozinho”, diz Mufson.

  • Separe um tempo do seu dia para se preocupar

    “Se preocupar interfere na sua produtividade, humor e moral, por isso não deixe que suas inseguranças te atrapalhem”, recomenda Chansky. “Separe um tempo do seu dia para focar nos seus medos e trabalhar neles.”

  • Comunique-se

    Períodos de grandes mudanças exigem preocupação e esforço por parte dos líderes (e empregados) quando se trata de focar na comunicação. Caso contrário, os buracos na comunicação se tornam preenchidos por rumores.

  • Seja uma pessoa positiva

    O medo pode vir da criação de cenários catastróficos do futuro criados na sua cabeça, diz Mufson. “Em outras palavras, sua ansiedade e medos alteram como você vê as situações e o futuro. Lembre-se de como você lidou com as situações difíceis do passado.”

  • Saiba como as transições funcionam e tenha expectativas realistas

    Assim como, leva um tempo para se acostumar com a temperatura da água depois de nadar por alguns minutos em uma piscina gelada, se acostumar com mudanças também leva um certo tempo.

  • Seja flexível

    “Esteja pronto para abocanhar qualquer oportunidade que vier com a mudança”, afirma Menke. “Mantenha um olhar positivo nas oportunidades de tomar novos desafios para si e exceder expectativas. As pessoas se sentirão confortáveis ao trabalhar com você.”

  • Se envolva nas mudanças

    “Se há um novo plano de saúde na empresa e você teme que ele não seja o que você precisa, se voluntarie para, por exemplo, formar um comitê a fim de estruturar novos benefícios.” diz Robbins. “Se não há um comitê, proponha que um seja formado. Sugira a mudança e veja a ela acontecer.”

  • Reduza seu estresse

    “Uma técnica muito efetiva para reduzir o estresse no ambiente de trabalho é a meditação”, diz Mufson. “Ela dura poucos minutos e pode ser feita no trabalho, no carro, no banheiro ou em qualquer outro lugar. A meditação comum vai te deixar mais calmo, relaxado e em paz consigo mesmo. Eu recomendo que ela seja praticada de manhã, de tarde e quando você ficar ansioso”, acrescenta.

  • Valorize-se

    Robbins recomenda: “Tome um tempo para perceber o valor que você tem para a organização e depois se esforce para descobrir jeitos de ser mais valorizado. Empregados com um grande valor para a empresa frequentemente têm mais chances de se dar bem na carreira.”

  • Continue trabalhando

    Às vezes, em reorganizações, leva um tempo para que os seus limites, objetivos e tarefas se tornem claramente delineados. “Faça tudo o que puder”, diz Cansky. “O trabalho te dará um senso de realização.”

Aceite a mudança

“A coisa mais importante para se fazer quando mudanças incômodas acontecem é aceitá-las”, diz Reynolds. “Reconhecer e aceitar as diferenças é o primeiro passo para aprender a lidar com isso.”

Comentários
Topo