Fotos

Conheça os bilionários que patrocinam a campanha presidencial de Trump

Ainda que sejam poucos, algumas das pessoas mais ricas do mundo estão entre os apoiadores de Donald Trump. Na quinta-feira da semana passada (21), o bilionário do ramo imobiliário foi oficializado como candidato à presidência dos Estados Unidos e, com isso, alguns de seus companheiros de cofres recheados resolveram se manifestar.

VEJA MAIS: 70 maiores bilionários do mundo em 2016

Desde o início de sua campanha, Trump declarou que usaria seus próprios recursos para se eleger presidente do país. Agora, no entanto, que a corrida presidencial foi oficializada, o candidato resolveu aceitar as generosas contribuições de seus colegas bilionários para fazer frente à campanha da democrata Hillary Clinton.

E AINDA: 31 maiores bilionários brasileiros

Alguns dos mais renomados ricaços dos Estados Unidos estão na lista dos que aprovam e apoiam a candidatura de Trump. Conheça-os na galeria de fotos:

  • Sheldon Adelson

    Depois de doar US$ 98 milhões ao Partido Republicano em 2012, o magnata dos cassinos Sheldon Adelson se colocou ao lado de Trump no início de maio. Em uma breve entrevista ao “New York Times”, Adelson disse que apoiaria qualquer candidato do partido, independentemente de quem fosse. Ainda assim, ao que tudo indica, o bilionário só doou US$ 18.300 aos republicanos, a maior parte direcionada aos antes presidenciáveis Marco Rubio, Jeb Bush, Ted Cruz e Lindsey Graham.

  • Carl Icahn

    Assim como Trump, o bilionário Carl Icahn nasceu no bairro do Queens, em Nova York, e a parceria é também de longa data. Depois da bancarrota dos resorts Trump Entertainment, Icahn tentou comprar a companhia, sem sucesso. Em 2014, quando a empresa entrou em falência mais uma vez, o empresário conseguiu ganhar o controle dos negócios. Ele foi, inclusive, uma das opções de Trump para o cargo de Secretário do Tesouro, ao qual Icahn recusou. No último mês, ele e sua esposa doaram, juntos, US$ 100.000 ao fundo da campanha do amigo bilionário.

  • Andrew Beal

    Trump já declarou que Beal é “o investidor mais rico do país”, com uma fortuna avaliada em US$ 10,6 bilhões (Warren Buffett é, na verdade, o investidor mais rico, com US$ 66 bilhões). Beal é uma das 13 pessoas que doaram US$ 449.400, o teto máximo das doações norte-americanas para pessoas físicas.

  • Darwin Deason

    O fundador da Affiliated Computer Services, vendida à Xerox em 2010 por US$ 6,4 bilhões, Darwin Deason se alinhou ao governador do Texas Rick Perry para elegê-lo há alguns anos. Agora, o bilionário se juntou aos republicanos mais uma vez para criar o fundo de campanha de Trump.

  • Wilbur Ross

    Wilbur Ross fez fortuna investindo em empresas quase falidas. Ele já havia feito doações a Mitt Romney, em 2012, e, agora, doou US$ 25.000 a Trump.

  • Peter Thiel

    O capitalista do Vale do Silício e cofundador do PayPal Peter Thiel foi um dos palestrantes na Convenção Nacional do Partido Republicano, que aconteceu entre os dias 18 e 21 de julho. Em 2012, Thiel doou US$ 2 milhões às campanhas de Ron Paul e Carçy Fiorina. Até agora, nenhuma doação para a campanha de Trump foi registrada.

Sheldon Adelson

Depois de doar US$ 98 milhões ao Partido Republicano em 2012, o magnata dos cassinos Sheldon Adelson se colocou ao lado de Trump no início de maio. Em uma breve entrevista ao “New York Times”, Adelson disse que apoiaria qualquer candidato do partido, independentemente de quem fosse. Ainda assim, ao que tudo indica, o bilionário só doou US$ 18.300 aos republicanos, a maior parte direcionada aos antes presidenciáveis Marco Rubio, Jeb Bush, Ted Cruz e Lindsey Graham.

Comentários
Topo