10 maneiras para não cometer grandes falhas na busca por emprego

Procurar um emprego por muito tempo pode ser desencorajador, grande parte porque você não é chamado para entrevistas ou devido aos empregadores que não dão respostas após a primeira fase da seleção.

LEIA MAIS: 5 jeitos de renovar a sua estratégia de contratação

Para mudar isso, gaste um tempo do seu dia reavaliando seu currículo ou entrando em contato com empresas (tanto via telefone quanto por e-mail). Porém, pense quais erros você pode estar cometendo para não conseguir uma nova oportunidade.

Veja na galeria de fotos 10 maneiras para não arruinar sua busca por um emprego:

  • Culpar os entrevistadores que o rejeitaram ou nem o responderam não é bom para sua imagem. O mesmo vale para mandar e-mails malcriados ou escrever uma série de tuítes rabugentos.

  • Não deixar que um especialista dê uma olhada no seu currículo ou no seu perfil do LinkedIn é um erro fatal. Peça a opinião de quem entende do assunto, não apenas de amigos e colegas.

  • Ainda falando sobre LinkedIn, certifique-se de que seu perfil tem uma foto profissional e todas as categorias têm pelo menos um pouco de conteúdo. Procure tutoriais de como estruturar seu perfil como os de outros profissionais do seu ramo e obtenha sugestões de como atrair o interesse do empregador. Empregadores devem entender quem você é logo no momento em que abrem seu perfil.

  • Tenha como alvo empresas que você julga ideais para suas habilidades e interesses. Nem todos os empregos estão listados online e seu objetivo deve ser identificar empresas e vagas disponíveis.

  • Se você ainda é um aluno, contate a central de estágios da sua faculdade para conselhos e apoio. Se conecte também com alunos e professores, há chance deles terem seguido um caminho similar ao seu e possam o ajudar.

  • Cheque sua caixa postal. Pode parecer ultrapassado, mas vários empregadores deixam recados. Melhor gastar uns minutos do seu dia checando mensagens do que perder uma entrevista ou um possível próximo passo no processo seletivo de uma empresa.

  • Pesquise a organização para a qual você provavelmente trabalhará e adapte seu vocabulário e suas respostas. Empregadores não esperam uma aproximação genérica, mas que você os convença de que é ideal para o cargo.

  • Customize seu currículo para que se encaixe em sistemas de pesquisa, desenvolvidos especialmente para achar candidatos ideais para vagas abertas.

  • Entre em contato com contratantes. Embora seu currículo esteja disponível online, é seu papel demonstrar interesse.

  • Veja se o que você está fazendo está surtindo efeito ou não. Se a resposta for negativa, mude. Mudar pode ser difícil, mas trará inúmeros benefícios para sua carreira.

Culpar os entrevistadores que o rejeitaram ou nem o responderam não é bom para sua imagem. O mesmo vale para mandar e-mails malcriados ou escrever uma série de tuítes rabugentos.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).