Fotos

Audi planeja sensor que avisa ao motorista quando o sinal vai ficar verde

iStock

iStock

A montadora de carros de luxo Audi vai selecionar alguns modelos norte-americanos para equipá-los com uma tecnologia que permitirá ao motorista saber quando o sinal ficou verde.

O serviço estará disponível nas versões 2017 do Q7 crossover, do A4 e do A4 allroad. A tecnologia “veículo-para-infraestrutura”, ou V2I, é a primeira do tipo e foi desenvolvida em parceria com a Traffic Technology Services, uma empresa de Oregon, de acordo com o porta-voz da Audi Mark Dahncke.

LEIA MAIS: As marcas de carros com os clientes mais fiéis do mundo

Carros com o sensor recebem sinais em tempo real de sistemas de tráfego que monitoram semáforos em algumas áreas metropolitanas. A informação passa do semáforo para o veículo através de uma conexão 4G a bordo do veículo e os Serviços de Tecnologia de Tráfego. Um display no painel mostra a contagem regressiva do tempo que levará para o semáforo mudar enquanto o carro está parado, diz a Audi.

“Essa comunicação carro-tráfego é o primeiro passo para a integração V2I”, disse Pom Malhotra, diretor geral de veículos conectados da companhia, nos Estados Unidos. “No futuro, podemos ver essa tecnologia integrada na navegação do veículo, nas funcionalidades de partida e parada do carro e até para melhorar o tráfego nas cidades.”

LEIA MAIS: Conheça o Talbot-Lago Goutte D’Eau, o carro clássico melhor restaurado da Europa

A capacidade dos carros de conversar com faróis e, eventualmente, outros veículos, é parte de uma corrida muito maior dentro da indústria automobilística e de empresas de tecnologia para, um dia, criar carros e caminhões que andam sozinhos.

O serviço será oferecido apenas para veículos fabricados depois de 1º de junho de 2016, e para clientes que usam o PRIME connect da Audi. A empresa não divulgou quais cidades receberão o serviço primeiro. A companhia também informou que não tem nenhuma parceria financeira ou influência sobre os Serviços de Tecnologia de Tráfego, disse Dahncke.

Comentários
Topo