Fotos

Hermitage, o medalhista de ouro em Mônaco

Assim como o Hôtel de Paris, o Hermitage, inaugurado no início dos anos 1900, é outra preciosidade do grupo. Andar por seus corredores é como voltar à Belle Époque. Após passar pelo lobby principal, a caminhada dentro deste palácio pode ser longa, dependendo da suíte escolhida, mas recheada de surpresas. A começar pelas pinturas no teto, do artista francês Gabriel Ferrier (1847-1914), medalhista de ouro na famosa Exposição Universal de 1889, em Paris.

VEJA TAMBÉM: Maserati inaugura suíte de luxo em hotel de Mônaco

Alguns minutos e muitos “bonjour mademoiselle” depois — os funcionários do hotel são extremamente simpáticos — chega-se a outro impressionante lobby, chamado Jardin D’Hiver. Um átrio central é coberto por uma cúpula de estrutura metálica com vitrais de flores, no mais autêntico estilo art nouveau. Seu projetista é ninguém menos que Gustave Eiffel, o engenheiro da famosa torre francesa. O sofá vermelho coberto por abundante luz natural é um convite para apreciar as curvas criadas nas junções das vigas e pilares de ferro. O pé-direito duplo leva ao mezanino, onde é servido o café da manhã.

Saiba mais sobre este luxuoso hotel na galeria de fotos:

  • O hotel possui 278 acomodações. O acesso à suíte The Penthouse Diamond, a mais luxuosa do empreendimento, se dá por meio de um elevador privativo. Com 361 metros quadrados, a unidade tem três quartos, três banheiros, duas salas de estar e uma de jantar, dois closets e uma brinquedoteca. A decoração mescla móveis contemporâneos e clássicos, e a monotonia dos tons neutros é quebrada com detalhes em cores vibrantes, como o vermelho de alguns estofados. Localizada no quinto (e último) andar do Hermitage, ela abriga duas varandas, uma delas com jacuzzi, e tem vista para o mar e o Le Rocher, onde está localizado o palácio da família real.

  • A vista exuberante da Côte D’Azur pode ser apreciada não só das suítes, mas a partir de diversas áreas do hotel, como de seus terraços e jardins. Dizem que o magnata Aristóteles Onassis e a cantora lírica Maria Callas, que mantiveram relacionamento mesmo quando ele estava casado com Jacqueline Kennedy, costumavam se encontrar nesses ambientes em segredo. O clima de palácio do Hermitage continua em seus suntuosos salões de festas, como o Belle Époque, considerado um dos patrimônios arquitetônicos de Mônaco, e o Excelsior. O hotel também possui dez salas para eventos de negócios.

  • Seu spa, o Thermes Marins, acompanha o clima palaciano com ambientes amplos e imponentes. O espaço de 7.000 metros quadrados possui piscina coberta e academia, e oferece diversos tratamentos para o corpo e o rosto, nos quais são usados cosméticos das marcas La Prairie, Reneve e Beauty By Clínica Ivo Pitanguy, do renomado cirurgião plástico brasileiro. Outro ponto alto do hotel é a gastronomia. Ele abriga o restaurante Le Vistamar, com uma estrela Michelin, o L’Hirondelle, com refeições leves, com até 500 calorias, e o Crystal Bar, para petiscos e coquetéis. Durante o chá da tarde, o Le Limùn serve uma seleção de doces caseiros.

O hotel possui 278 acomodações. O acesso à suíte The Penthouse Diamond, a mais luxuosa do empreendimento, se dá por meio de um elevador privativo. Com 361 metros quadrados, a unidade tem três quartos, três banheiros, duas salas de estar e uma de jantar, dois closets e uma brinquedoteca. A decoração mescla móveis contemporâneos e clássicos, e a monotonia dos tons neutros é quebrada com detalhes em cores vibrantes, como o vermelho de alguns estofados. Localizada no quinto (e último) andar do Hermitage, ela abriga duas varandas, uma delas com jacuzzi, e tem vista para o mar e o Le Rocher, onde está localizado o palácio da família real.

Comentários
Topo