Carreira

3 tendências de marketing que impactam gestores de riquezas

Para gestores de riquezas, os ricos (e especialmente os super-ricos) são a clientela mais atraente e lucrativa. Consequentemente, a competição no mercado para atrair a atenção dos ricos é intensa. Várias tendências entre os ricos e os super-ricos podem ter implicações decisivas para os gestores que querem trabalhar com eles.

LEIA MAIS: 3 coisas que um bom líder deve observar em economias colaborativas

Veja na galeria de fotos quais são as 3 tendências de marketing que impactam gestores de riquezas:

  • Tendência 1: Os ricos estão ficando cada vez mais ricos. Eles também estão cada vez mais presentes no mercado

    O número de ativos controlados pelos ricos não para de crescer. No geral, eles nunca estiveram tão distantes financeiramente do resto da população.

    O crescimento do número de ricos e super-ricos e suas riquezas agregadas estão alimentando o crescimento de escritórios familiares e de empresas desenvolvidas para a administrar riquezas. Uma vez que os gestores de ativos podem entregar o espectro de serviços e produtos, o critério para o sucesso se torna o acesso.

  • Tendência 2: Os ricos são cada vez mais diversificados

    As riquezas pessoas estão cada vez mais distribuídas em parcelas demográficas diferentes. As consequências disso é que os ricos são, a cada ano que se passa, de países diferentes – a única coisa que se mantém constante é o fato de que ter um negócio bem-sucedido é a maneira mais provável de se tornar rico.

    Foi se o tempo em que a idade era um determinante de sucesso. Enquanto as maiores riquezas pessoais ainda estão concentradas nas mãos de indivíduos mais velhos, mudanças na sociedade estão colocando quantias consideráveis nas mãos de herdeiros. Além disso, a revolução tecnológica favorece aqueles que entendem de tecnologia… aqueles com menos de 30 anos.

  • Tendência 3: Os ricos estão cada vez mais cautelosos com os auxílios profissionais

    Geralmente, os ricos e super-ricos estão preocupados que eles possam estar cercados de conselheiros cujas habilidades não estão no nível do mercado em que estão inseridos. Um grande número de profissionais já provaram ser menos qualificados no momento em que a economia sofreu grandes impactos. Há também a situação perigosa onde os ricos estão se tornando vítimas de predadores financeiros. A indústria da fraude está enraizada no mercado, e os ricos são “ótimos” alvos. Por isso, é sempre bom prestar atenção nas pessoas com quem vão trabalhar.

Tendência 1: Os ricos estão ficando cada vez mais ricos. Eles também estão cada vez mais presentes no mercado

O número de ativos controlados pelos ricos não para de crescer. No geral, eles nunca estiveram tão distantes financeiramente do resto da população.

O crescimento do número de ricos e super-ricos e suas riquezas agregadas estão alimentando o crescimento de escritórios familiares e de empresas desenvolvidas para a administrar riquezas. Uma vez que os gestores de ativos podem entregar o espectro de serviços e produtos, o critério para o sucesso se torna o acesso.

Comentários
Topo