Carreira

7 maneiras de procurar emprego

Alguns dos mais tradicionais métodos para se encontrar um emprego ainda são bem eficientes hoje em dia, como, por exemplo, demonstrar seu interesse a colegas e amigos e esperar por uma indicação.

No entanto, com a implementação de processos seletivos online, de videoconferências e de postos de trabalho remotos, muitas das técnicas que garantiram empregos no passado já não funcionam mais.

VEJA MAIS: 5 maneiras de melhorar seu humor e sua produtividade no trabalho

Mandar currículos para todo o seu mailing, por exemplo, é uma atitude considerada inútil por muitos especialistas: dificilmente alguém irá parar o que está fazendo para ler o seu pedido.

Na galeria de fotos, veja 7 métodos tradicionais para se procurar por um novo local de trabalho, algumas eficientes e outras nem tanto:

  • Postar nas redes sociais

    As histórias variam. Há quem tenha sido contratado através do LinkedIn, sem nem ter feito contato com a empresa, e há quem nunca tenha se quer se conectado com outros colegas pela rede social. Postar em sites especializados no assunto pode ajudar, mas não deve ser o seu único canal. Já em ambientes mais públicos, como Facebook e Twitter, vale analisar se não é melhor falar pessoalmente com aqueles que poderiam oferecer uma vaga.

  • Disparar e-mails com o seu currículo

    Essa técnica dificilmente dá certo. Em primeiro lugar, para cada empresa que você for mandar o seu currículo, você deverá adequá-lo ao que é requisitado.

    Um exemplo é em relação a colocar viagens a turismo no seu currículo: se você for um jornalista e estiver mandando um e-mail para uma revista de negócios, essa informação não teria a menor relevância. Agora, tudo bem se fosse o caso de uma revista de viagens. Cada lugar tem as suas especificidades e se você mandar o mesmo documento a todos ficará claro que você não está selecionando.

  • Procurar no jornal

    Parece arcaico, mas até que pode gerar algum resultado, dependendo do posto que você estiver procurando. Vagas anunciadas em jornal tendem a oferecer salários mais baixos.

  • Se inscrever em agências privadas de emprego

    Essas agências funcionam mais nas áreas metropolitanas porque têm mais acesso a outras empresas. Costuma funcionar para quem não faz muita questão de trabalhar com um assunto em específico.

  • Postar em grupos de emprego no Facebook

    Essa técnica é mais eficiente do que postar no seu mural pessoal, mas o grande risco é ser ofuscado por outras pessoas que tenham a mesma ideia. A diferença é que nesses grupos terão pessoas de olho nos melhores currículos, então é muito mais fácil ser encontrado.

  • Pedir indicações de empresas

    Perguntar aos familiares, amigos e colegas de trabalho sempre será um dos métodos mais certeiros. Pode demorar um tempo, mas se você comentar com um amigo que está pensando em mudar de emprego, depois de algumas semanas pode ser que surja na empresa dele uma vaga com o seu perfil. Deixe que os outros saibam que você está procurando.

  • Bater na porta das empresas e entregar seu currículo

    É um pouco mais trabalhosa, mas essa técnica tende a funcionar. No momento em que você entregar o seu currículo, a pessoa dará uma olhada nele ali mesmo, na sua frente. Se ela se interessar minimamente por suas habilidades técnicas, será bem provável que ela o chame para bater um papo.

Postar nas redes sociais

As histórias variam. Há quem tenha sido contratado através do LinkedIn, sem nem ter feito contato com a empresa, e há quem nunca tenha se quer se conectado com outros colegas pela rede social. Postar em sites especializados no assunto pode ajudar, mas não deve ser o seu único canal. Já em ambientes mais públicos, como Facebook e Twitter, vale analisar se não é melhor falar pessoalmente com aqueles que poderiam oferecer uma vaga.

Comentários
Topo