Fotos

Os vinhos preferidos do maior colecionador de garrafas dos EUA

“Fiz um cálculo simples”, diz Bill Koch, industrial bilionário que vendeu quase a metade de sua enorme coleção de vinhos em um leilão de três dias na Sotheby’s, em maio. “Eu tinha mais de 43 mil garrafas. Eu levaria 150 anos para beber todas. Como vou fazer 76, não teria tempo suficiente para isso.”

LEIA TAMBÉM: Como uma tragédia familiar inspirou um bilionário a investir em vinhos

A venda dos vinhos de Koch — que ele mantém em duas adegas, sendo uma em Palm Beach e a outra em Cape Cod —
arrecadou 21,9 milhões de dólares. Havia alguns lotes extraordinários, como seis garrafas grandes de Pétrus 1982, arrematado por US$ 73.500.

RANKING: 70 maiores bilionários do Brasil em 2016

Dada a variedade das mais de 20.000 garrafas, Koch diz que espera que os compradores tenham se baseado em seu paladar, e não na avaliação da vinícola. “Algumas pessoas gostam de Bordeaux com peixe. Outras gostam de vinho branco com carne. Quem sou eu para dizer qual sabor é melhor? É como apreciar obras de arte.”

Veja na galeria de fotos quatro destaques do leilão de US$ 21,9 milhões de Koch:

  • La Tache 1971

    Arrematado por: US$ 486.325 (8 lotes)

    Uma obra-prima com toques de ameixa da Romanée-Conti. “Adoro.”

  • Château Mouton Rothschild 1945

    Arrematado por: US$ 392.000 (2 lotes)

    Uma caixa do que talvez seja o melhor clarete de todos os tempos. “Algumas vezes, eu parecia um menino numa loja de doces. Quando achava um vinho que realmente apreciava, comprava uma quantidade excessiva.”

  • Château d’Yquem 1967

    Arrematado por: US$ 116.375 (4 lotes)

    Conhecido há muito tempo como o melhor vinho de sobremesa. Esta safra de Yquem é considerada a melhor dos últimos 50 anos.

  • Château Lafleur 1971

    Arrematado por: US$ 6.738 (1 lote)

    “Château Lafleur é um vinhedo pequeno, que fica pertinho do Château Pétrus. Algumas pessoas acham estes vinhos melhores do que os Pétrus.”

La Tache 1971

Arrematado por: US$ 486.325 (8 lotes)

Uma obra-prima com toques de ameixa da Romanée-Conti. “Adoro.”

Comentários
Topo