Fotos

15 carros extintos que retornaram ao mercado

Muitos modelos de automóveis foram lançados e desapareceram do mercado nas últimas décadas, onde se reinventaram com novos nomes, visuais e tecnologias diferentes.

LEIA MAIS:Como a Toyota está apostando na sustentabilidade para mudar o mercado (e crescer)

O Camaro por exemplo, foi uma resposta da Chevrolet para o Ford Mustang de 1967, que dominava o mercado de esportivos. A aposta foi tão certeira que o automóvel dominou o setor, até perder força no início dos anos 1990. Após desaparecer por um tempo, o modelo voltou em 2010.

VEJA TAMBÉM: Chevrolet anuncia carro elétrico com apenas “um pedal”

No Brasil, há os exemplos do Fusca e do Fiat Cinquecento. Veja na galeria de fotos 15 carros que deixaram de ser produzidos e voltaram ao mercado:

  • Chevrolet Camaro

    A resposta da Chevy para o Ford Mustang estreou nos showrooms em 1967 e foi um sucesso instantâneo, seus melhores anos foram do final da década de 1960 ao começo da década de 1970. Ele cresceu mais espaçoso e mais pesado a cada geração progressiva e, apesar do novo design que ganhou em 1993, a queda nas vendas fez a General Motors desistir do Camaro por um tempo. Ele só voltou em 2010 com um design repaginado, semelhante ao da sua primeira versão.

  • Chevrolet Impala

    Um dos carros automáticos mais populares depois de a Segunda Guerra Mundial, o Impala já se reinventou como sedã, cupê, conversível e até mesmo van, mas é mais lembrado por seus modelos de 1958 a 1985. É nos anos 2000 que ele volta como um espaçoso sedã.

  • Chevrolet Malibu

    O nome Malibu foi originalmente atribuído ao Chevrolet Chevelle em 1964, até os modelos Malibu SS aparecerem na década de 1970. Eles logo se tornaram mais popular que o Chevelle. Passou a ser chamado só de Malibu em 1978 e foi até 1983, quando deixou de ser fabricado. O veículo voltou às ruas em 1997 e atingiu uma nova onda de popularidade com as novas gerações.

  • Chrysler 300

    Originalmente chamado de 300M, o Chrysler 300 surgiu em 2004 em substituição o Concorde sedã. O Modelo começou em 1955 como C-300 e, como o alfabeto, foi chamado de 300B até 300L, em 1965.

  • Dodge Charger
    Este carro foi um grande sucesso dos anos 1960 até a década de 1970. Parou de ser fabricado após o modelo lançado em 1978, voltou em 1981 e durou até 1987 como uma versão com tração dianteira do Dodge Omni. Só voltou mesmo como Dodge Charger em 2006, como um sedã com potência de 800 cavalos, líder em sua categoria.

  • Dodge Challenger

    Assim como o Charger, este modelo foi grande nos anos 1970 e só voltou ao mercado em 2008. O carro é uma versão remasterizada do Mistubishi Gallant que foi vendido nos Estados Unidos pela Dodge como importação em cativeiro de 1978 a 1983.

  • Fiat 500

    Estreou nos Estados Unidos em 1950 e permaneceu no mercado até 1970. O modelo voltou em 2012 chamado no Brasil e na Itália de Cinquecento, com a combinação de mecânica moderna com um exterior retrô.

  • Fiat 124 Spider

    Este conversível foi um sucesso nos Estados Unidos nas décadas de 1960 e 1970, e a Fiat pretende lançá-lo em 2017, desta vez compartilhando seus fundamentos com o Mazda MX-5 Miata, decorado com toques do estilo de 1960.

  • Ford GT

    Em uma tentativa de superar os modelos Chevrolet Corvette e Dodge Viper, o Ford GT foi lançado em 2005. Seu aspecto é uma homenagem ao modelo Ford GT40 dos anos 1960. Será lançado novamente em 2017 em sua versão mais potente e sua estimativa de preço é US$ 400.000, nos Estados Unidos.

  • Lincoln Continental

    Com estreia em 1939, o Continental é um nome clássico que vem e volta durante a história automobilística. Sua última aparição foi em 2012. O modelo volta em 2017 para substituir o MKS sedã.

  • Toyota Yaris iA

    Este carro compacto foi vendido em 2010 como Mazda2, mas não teve muitos resultados nas vendas. A versão sedã volta em 2016 como Scion iA. Com a Toyota focada na sua divisão jovem, o modelo volta em 2017 com novo nome: Toyota Yaris iA.

  • Maserati Ghibli

    O Maserati Ghibli é um sedã luxuoso esporte que foi lançado nos Estados Unidos em 2014. Mas ele era originalmente um modelo conversível italiano nos anos 1960 que, após cair no esquecimento, teve o nome relacionado ao Maserati cupê de duas portas dos anos 1990 que nunca chegou a ser lançado nos Estados Unidos.

  • Mini Cooper, Clubman, Countryman

    A marca inglesa Mini chegou nos Estados Unidos entre 1960 e 1967 e ficou famosa por seu modelo de 1969, que aparece no filme “Uma Saída de Mestre” (1969). A BMW comprou a marca em 1994 e lançou o MINI Cooper mundialmente em 2001. Também trouxe dois outros modelos, o “Clubman” e o “Countryman”.

  • Volkswagen New Beetle

    O Fusca apareceu pela primeira vez em 1949 e em 1970 se torna o carro mais popular dos Estados Unidos com o número de 570.000 veículos vendidos. 1977 foi seu último ano nos Estados Unidos, mas continuou no mercado mexicano e brasileiro até 2003. A Volkswagen relançou o modelo de 1997 nos EUA e no Braisl, só na segunda geração, em 2011.

O modelo esporte foi lançado nos anos 1990, mas saiu do mercado em 2005. A Acura “ressuscitou” o NSX em 2016 como um híbrido de design mais expressivo que o modelo original.

SAIBA MAIS: Conheça o Acura NSX 2017, um híbrido para amantes da velocidade

Comentários
Topo