Fotos

7 tendências gastronômicas inovadoras

Há muitos locais ao redor do mundo que apostam em experiências gastronômicas diferentes, como tours por vários pontos de suas principais cidades. Em Roma, é possível fazer passeios que misturam culinária e história, nos Estados Unidos, o visitante pode rodar Nova York em um carro dos anos 1950 e conhecer tradicionais pontos de comidas deliciosas.

LEIA MAIS: 9 restaurantes imperdíveis para comer em Toronto

Essas experiências possibilitam transformar o modo como os turistas vivenciam a culinária local.

Veja na galeria de fotos locais que promovem diferentes experiências gastronômicas para seus clientes:

  • Um prato de massa servido junto com história

    Uma boa experiência gastronômica em Roma chega a um nível superior quando é feita com locais (conhecedores da comida) ou com um arqueólogo (conhecedor da região italiana). A Elifant Archaeo-Culinary Tours oferece aos viajantes uma experiência fora dos restaurantes tradicionais da cidade, como nas ruínas do Portus, um porto marítimo, ou num matadouro dos anos 1890. Há também o tour pelo gueto romano, que termina com uma refeição centrada na influência judaica na comida romana. Os passeios geralmente exploram as cidades de Roma e Nápoles e duram mais ou menos 8 dias.

  • Tour em Nova York

    Os Estados Unidos é um dos melhores destinos para encontrar boas comidas. Nova York – em especial o Brooklyn e o Queens – é uma grande referência no quesito criatividade. Cosmopolita, diferentes passeios acomodam todos os gostos e preferências. Considere começar pelo Famous Fat Dave’s Borough Tour, um passeio que roda a cidade em um carro dos anos 1950 e mostra os mais tradicionais pontos de comidas deliciosas e gordurosas do local, como hambúrgueres e pizzas. Os pacotes do tour podem variar entre 4 e 12 paradas, com até 20 experiências gastronômicas durante o passeio.

  • Descansar e comer bem

    Quem falou que, quando viajar, você precisa sair do hotel para comer bem? All-inclusive, o resort Blackberry Farm, no Estado norte-americano do Tennessee, fica em um terreno de 1.700 hectares com a culinária completa do vilarejo próximo e cervejaria, padaria e salumeria artesanal. O local também tem um restaurante que fornece pratos típicos da cultura do grupo religioso Amish, uma experiência única para os viajantes.

  • Culinária com abundância de ingredientes indígenas

    O Peru é o mais recente destino para os apreciadores da gastronomia molecular, ciência que estuda os processos químicos e físicos relacionados à culinária. A revistas “Condé Nast Traveler” considerou o país como o epicentro da gastronomia, graças à sua rica história e abundância de ingredientes indígenas. A capital Lima reúne restaurantes com chefs renomados e é considerada ideal para um dia de passeios e aventuras gastronômicas. Faça seu próprio tour seguindo recomendações de revistas especializadas.

  • A cozinha do sudeste asiático

    A cozinha do sudeste asiático, conhecida por seu sabor complexo (doce, ácido e salgado), típica da Tailândia, Camboja e outros países da região, oferece para os amantes da culinária uma sensação única. O tour leva o visitante a conhecer tanto um pho vietnamita (sopa típica do país), como a história, as diferenças regionais, a cultura de rua, as técnicas da cozinha e os sabores. Os passeios ocorrem durante e após a temporada de festivais, que geralmente ocorre nos meses de setembro e outubro, podendo durar de 5 a 10 dias.

  • O sabor dos Estados Unidos

    Muitas regiões dos EUA promovem tours culinários. O Breakfast Burrito Byway, guia do Novo México disponibiliza 50 restaurantes em 43 cidades. Já o Kentucky Bourbon Train é oferecido pela Kentucky Distiller’s Association e teve um recorde de 570.000 visitantes, em 2013. Alguns Estados, por exemplo, oferecem múltiplas ideias de refeições: Connecticut tem seis boas opções, incluindo o Hoosier Pie Trail, enquanto Indiana tem 19, como o Burgers & Brew.

  • Comida de rua

    Enquanto Cingapura tem uma cultura mais leve, seu cenário gastronômico é completamente diferente. A culinária do país é uma fusão de cozinhas, especialmente da China e da Índia, comumente encontrada nas ruas, precisa ser experimentada – é considerada uma refeição segura, já que os vendedores estão dentro de regulamentação do governo.

Um prato de massa servido junto com história

Uma boa experiência gastronômica em Roma chega a um nível superior quando é feita com locais (conhecedores da comida) ou com um arqueólogo (conhecedor da região italiana). A Elifant Archaeo-Culinary Tours oferece aos viajantes uma experiência fora dos restaurantes tradicionais da cidade, como nas ruínas do Portus, um porto marítimo, ou num matadouro dos anos 1890. Há também o tour pelo gueto romano, que termina com uma refeição centrada na influência judaica na comida romana. Os passeios geralmente exploram as cidades de Roma e Nápoles e duram mais ou menos 8 dias.

Comentários
Topo