Fotos

Como colocar exercícios físicos na sua rotina, pelo coach dos CEOs

Quantas vezes você não pensou em começar a correr, mas começou a chover e você passou para o dia seguinte e assim foi até chegar o meio do mês e a nova rotina ser a meta para o próximo mês? Para o treinador de maratonas Marcos Paulo Reis este é um dos principais problemas das pessoas na hora de estabelecer uma rotina de exercícios: esperar chegar o momento ideal.

“A sua vida nunca vai estar perfeita, você sempre vai ter um problema”, afirma o coach. Reis explica que introduzir exercícios físicos na sua vida é mais fácil do que parece, basta força de vontade e determinação. “A saúde melhora quando você coloca isso na sua rotina. Se você tem tempo para um happy hour, também tem tempo para correr. É só deixar de preguiça.”

Reis é hoje um dos maiores assessores esportivos no Brasil. Um de seus focos é o mundo corporativo, já treinou a equipe do Pão de Açúcar por 10 anos e faz trabalho com executivos solos, como João Paulo Diniz, filho do também maratonista Abílio, e, atualmente, Cristina Palmaka, CEO da SAP Brasil, entre outros que ele não pode revelar.

Veja na galeria de fotos sete dicas para introduzir a corrida na sua vida:

  • Estabeleça metas palpáveis

    “Não é por que você entrou na dieta que tudo vai ficar fácil. As metas têm que ser reais e factíveis”, afirma Reis. Grande parte das pessoas que começam a fazer exercícios físicos desiste se o resultado não vem na velocidade esperada. Se você não estabelecer metas mais realistas, ou até pessimistas, como sugere o especialista, é provável que se sinta desestimulado em continuar.

  • Mas nunca deixe de ter metas

    “O duro é chegar a algum lugar sem estabelecer quando”, afirma o especialista. Ter um rumo, uma meta possível, é um estímulo para que você não pare. “Se você tá fazendo em uma hora, a gente diminui. Procurar melhorar é sempre um estímulo. Ter objetivo dá continuidade.”

  • Estabeleça uma agenda

    Rotina é tudo. Fica muito mais fácil manter uma atividade física se você tiver uma agenda. “Você tem de criar uma rotina em cima do trabalho, da família. Tem que pensar em se dedicar no fim de semana, por exemplo”, afirma Reis. De acordo com o treinador, reservar cerca de cinco horas por semana, dividido em três corridas, já é um bom ritmo.

  • Saiba que haverá problemas

    “Você vai ter problemas. A vida é assim: o filho fica doente, o carro quebra, teve que trabalhar até mais tarde. Se você esperar ficar com a vida perfeita para começar a correr, não vai começar nunca”, afirma o coach. “As pessoas querem que tudo fique as mil maravilhas para iniciar os treinos, mas não é assim.”

  • Crie o seu ritmo

    “O treino do amigo não é o seu. Não é por que funciona para ele que vai funcionar para você”, explica o coach. “Saber começar é fundamental, se for no ritmo errado, só trará desânimo.”

  • Não force a barra

    “O esporte serve para melhorar as pessoas. Se corre não está ajudando, está atrapalhando. Se você anda mais irritado no trânsito, por exemplo, e não tem ficado mais equilibrado, é melhor deixar de lado”, aconselha o especialista.

  • Não duvide de onde você pode chegar

    “Você é capaz, só tem que ter determinação e vontade”, afirma Reis. “Se você tem tempo para um happy hour, também tem tempo para correr. É só deixar de preguiça.” Fica o recado de quem entende.

Estabeleça metas palpáveis

“Não é por que você entrou na dieta que tudo vai ficar fácil. As metas têm que ser reais e factíveis”, afirma Reis. Grande parte das pessoas que começam a fazer exercícios físicos desiste se o resultado não vem na velocidade esperada. Se você não estabelecer metas mais realistas, ou até pessimistas, como sugere o especialista, é provável que se sinta desestimulado em continuar.

Comentários
Topo