Fotos

Conheça a maior região metropolitana do mundo

Maior-metropole

No canto sudeste da China, onde o rio das Pérolas encontra o mar, nove cidades que há 40 anos eram simples vilarejos pesqueiros se aglomeraram no que constitui hoje a maior área urbana do mundo, uma megalópole que abriga 68 milhões de pessoas.

Conhecida informalmente como Delta do Rio das Pérolas, a “cidade” se esparrama por 41 mil quilômetros quadrados. Condizentemente com o status do DRP de 13ª maior economia do mundo (veja no quadro), a China está fazendo altos investimentos em sua infraestrutura. Há 23 projetos enormes espalhados pela região. Entre os mais impressionantes, está a ponte que une Hong Kong, Zhuhai e Macau, com 55 quilômetros de comprimento.

Quando estiver pronta, no ano que vem, ela vai reduzir a duração da viagem de carro entre Hong Kong e Macau de cinco horas para 45 minutos, tempo viável para quem quiser morar numa cidade e trabalhar na outra.

Veja mais detalhes sobre a maior região metropolitana do mundo na galeria de fotos:

  • Quase uma nação

    Se fosse um país independente, o Delta do Rio das Pérolas ostentaria a 13ª maior economia do mundo, com PIB nominal de 1,3 trilhão de dólares. Fique esperta, Austrália!

  • Túnel Shenzhen-Zhongshan

    Até 2022, os cidadãos do DRP poderão transitar entre os lados ocidental e oriental do rio das Pérolas em menos de 30 minutos, diminuindo para menos da metade o tempo de viagem.

  • Ferrovia de alta velocidade

    Uma nova linha interurbana cruzará o delta com passageiros e cargas, e os transportará a velocidades que chegarão a estonteantes 349 quilômetros por hora. Quando a ligação entre Guangzhou, Shenzhen e Hong Kong for inaugurada, em 2018, levará 99 mil pessoas por dia por esta rota e fará em apenas 14 minutos a viagem de Hong Kong a Shenzhen, que hoje leva duas horas e meia.

  • Ponte Hong Kong-Zhuhai-Macau

    Apesar de um “controle de fronteira” situado em uma ilha artificial construída para regular o acesso à Meca do jogo que é Macau, a viagem pela ponte de 55 quilômetros deve ficar 85% mais rápida do que atualmente.

  • Ferrovia interurbana

    Em 2030, quase 1.600 quilômetros de novas ferrovias e 23 linhas locais conduzirão passageiros para lá e para cá, cruzando a região do Delta do Rio das Pérolas a velocidades de até 201 quilômetros por hora.

Quase uma nação

Se fosse um país independente, o Delta do Rio das Pérolas ostentaria a 13ª maior economia do mundo, com PIB nominal de 1,3 trilhão de dólares. Fique esperta, Austrália!

Comentários
Topo