Colunas

O que um maratonista pode ensinar ao CEO de uma grande empresa

Acompanhei a Maratona de Nova York, no último dia 6. A prova é considerada a mais difícil e mais concorrida no mundo. Neste ano, reuniu 55 mil atletas, profissionais e amadores, de pelo menos 120 países.

Um curiosidade das maratonas é que muitos dos participantes são grandes empresários. Abílio Diniz, Fernando Nabuco e Marcio Utsch, são apenas alguns exemplos. Você já parou para pensar por que tantos CEOs participam desse tipo de prova? O que essa profissão tem de comum com a corrida?

VEJA TAMBÉM: 7 motivos por que ter um cachorro diminui o risco de infarto

Veja na galeria de fotos abaixo 3 lições que um maratonista pode ensinar a um CEO:

  • 1) Tenha foco e determinação

    Participar de uma maratona é o maior desafio de um corredor. É preciso ter muita disciplina, determinação e foco para aguentar todo o preparo, que se inicia em média, 8 meses antes de uma grande prova. Gerenciar uma empresa também leva tempo e exige preparação, planejamento, organização e estratégia.

  • 2) Cuide da sua saúde

    O corredor precisa planejar e se organizar não só para treinar, mas também para se hidratar e se alimentar corretamente. A boa saúde está ligada ao sucesso.

  • 3) Pense nos resultados

    Cruzar a linha de chegada não significa apenas ter percorrido os 42 km da Maratona de Nova York, por exemplo, significa status e sentimento de dever cumprido. Mesmo com obstáculos, persiga as metas que já estão planejadas. Isso dará força para novas metas.

1) Tenha foco e determinação

Participar de uma maratona é o maior desafio de um corredor. É preciso ter muita disciplina, determinação e foco para aguentar todo o preparo, que se inicia em média, 8 meses antes de uma grande prova. Gerenciar uma empresa também leva tempo e exige preparação, planejamento, organização e estratégia.

Natalia Aarao é médica pós graduada pelo Instituto do Coração (InCor) do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), atua na área da clínica médica, da cardiologia e da Tomografia e Ressonância Cardíacas, sendo membro da Sociedade Brasileira de Cardiologia e da American College of Cardiology. Trabalhou como assistente do Prof. Dr. Roberto Kalil filho e, atualmente, faz parte do Corpo Clínico dos Hospitais Albert Einstein e Sírio Libanês.

Natalia Aarao é uma colaboradora de FORBES Brasil. Sua opinião é pessoal e não reflete a visão editorial de FORBES Brasil.

Comentários
Topo