10 sinais de que você não deveria ter aceitado o emprego

Todos nós procuramos pelo emprego dos sonhos. Mas esta busca muitas vezes passa por caminhos complicados e temos a sensação de que não pertencemos em certo espaço.

Muitos funcionários se sentem infelizes no atual emprego, mas não pedem demissão por vários motivos: comodidade, medo de não arranjar algo melhor ou medo do desemprego.

VEJA TAMBÉM: 5 lições de convivência com o parceiro de negócios

Quando nos sentimos desvalorizados no ambiente de trabalho, ou com a sensação de que o chefe e os demais funcionários não ligam, o rendimento cai e não produzimos o compatível com nosso potencial profissional.

Veja na galeria 10 sinais de que você não deveria ter aceito o emprego:

  • 1. Se, no primeiro dia de trabalho, as pessoas que deveriam recebê-lo bem não estiverem preparadas para a sua chegada.

  • 2. Quando o emprego descrito na entrevista não é real. Tipo o trabalho “empolgante” que, na verdade, é trivial e repetitivo.

  • 3. Quando seus colegas de trabalho não gostam do emprego e não se importam que os outros saibam disso.

  • 4. Quando o chefe está constantemente trancado em sua sala, evita contato com os funcionários e as únicas formas de interação envolvem arrogância e humilhação.

  • 5. Se os novos colegas de trabalho não tem um bom relacionamento entre si e não sabem lidar com estes conflitos.

  • 6. Ao perceber que nenhum dos funcionários conhece as políticas e prioridades da empresa ou não entendem a conexão entre o trabalho e qualquer objetivo maior.

  • 7. Se você perceber que quase tudo o que ouviu durante a entrevista de emprego era falso.

  • 8. Se o seu chefe, que fora tão engajado durante a entrevista, agora não te dá as instruções necessárias ou não se importa com o que você faz.

  • 9. Caso sinta uma energia negativa no ambiente de trabalho.

  • 10. Ao acordar pela manhã e sentir tristeza ao lembrar que tem de comparecer ao trabalho.

1. Se, no primeiro dia de trabalho, as pessoas que deveriam recebê-lo bem não estiverem preparadas para a sua chegada.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).