Fotos

30 destinos mais baratos para viajar em 2017

2017 promete ser o ano de grandes viagens. Com muitos países passando por crises econômicas, fica mais fácil e acessível viajar mais com menos dinheiro. Portanto, basta decidir o destino da sua próxima viagem.

LEIA MAIS: 4 pequenos e adoráveis hotéis para curtir pelo mundo

Alguns experts e grandes viajantes reuniram quais os destinos mais baratos e bonitos, além de algumas dicas de restaurantes, hotéis, passeios e pontos imperdíveis.

Veja na galeria de fotos 30 destinos mais baratos para viajar em 2017:

  • Onde: Mazatlán, México

    Escolhido por: Holly Johnson, fundador do Club Thrifty, site de dicas de viagem

    Motivo: com a taxa de câmbio atual (US$ 1 = 20,69 pesos mexicanos), o México se tornou um dos destinos mais acessíveis. Para os viajantes que querem aproveitar a cultura do local, vale a pena passar pela Riviera Maya, região banhada pelo Mar do Caribe. Além de ser conhecida como a capital do camarão e como a casa de comidas excelentes, Mazatlán tem hotéis baratos e autênticos.

  • Onde: África do Sul

    Escolhido por: Michaela Guzy, fundadora do Oh The People You Meet, um site colaborativo que conta com conteúdos para viajantes, amantes de gastronomia e filantropos

    Motivo: a África do Sul é um destino turístico com uma infraestrutura sólida e bem desenvolvida. O transporte é barato e os hotéis têm preços muito baixos. Outro grande atrativo é o vinho: turistas podem pedir uma taça de um dos melhores produtos locais por valores muito acessíveis.

  • Onde: San Juan, Porto Rico

    Escolhido por: Sarah Greaves-Gabbadon, fundadora do Jet Set Sarah, site de compras e viagens

    Motivo: para aproveitar ao máximo o que o Caribe pode oferecer, turistas devem visitar o local na baixa temporada (entre o final de abril e o meio de dezembro). San Juan é ótima para viajantes, pois é um local com voos fáceis e economia favorável para turistas. Dois dos melhores hotéis boutique de baixo custo e muito estilo são o Hotel Casa Blanca e o Villa Herencia.

  • Onde: Creta, Grécia

    Escolhido por: Meagen Collins, cofundadora do Food Fun Travel, site de gastronomia

    Motivo: Com a valorização do dólar em relação ao euro e com a crise econômica da Grécia, os preços baixos tornam o local um dos melhores lugares para turistas. O país é o sonho de consumo dos amantes da gastronomia. Além disso, a beleza natural do local é deslumbrante.

  • Onde: Marrocos

    Escolhido por: Lucie Josma, fotógrafa, criadora de conteúdo e gerente de redes sociais especializada em viagens e turismo

    Motivo: o Marrocos é um dos países mais baratos da África, além das passagens aéreas terem preços muito bons. A gastronomia do local abrange todos os tipos de alimentação, tendo opções para vegetarianos e veganos. Além disso, as frutas e vegetais do país são surpreendentes. Em relação às acomodações, uma boa dica é o hotel Riad Yasmine, que custa entre US$ 80 e US$ 160.

  • Onde: Belize

    Escolhido por: Shereen Rayle, fundadora da ShereenTravelsCheap.com, que mosta como viajar e aproveitar gastando menos, sem sacrificar o conforto ou a diversão

    Motivo: modernidade e história se complementam em Belize. O local é perfeito para uma viagem romântica, e muitos hotéis da região oferecem serviços extras, como aluguel de bicicletas. Além disso, Belize é perfeito para os apaixonados por vinho. Alguns resorts que valem a pena no local são o Geroge Hardie’s Las Vegas Hotel, em Corozal (norte de Belize) e o Royal Caribbean Resort, em São Pedro. Ambos os hotéis cobram a partir de US$ 100 por noite. Os restaurantes também são excelentes, assim como os preços.

  • Onde: Vietnã

    Escolhido por: Marybeth Bond, escritora da National Geographic, autora, aventureira e fundadora do The Gutsy Traveler

    Motivo: acomodações de alta qualidade com preços ótimos e comidas extremamente saudáveis e deliciosas, além de lindos lugares para visitar, tornam o Vietnã um dos melhores países para se visitar no Sul da Ásia. Visite a cidade histórica Hanoi, passeie de caiaque nas águas do Halong Bay ou relaxe na linda cidade de Hoi An, que é próxima à praia. Uma boa sugestão é o Tirant Hotel, e a Hanoi Street Food Tour. Ambos os locais têm possibilidades para todos os bolsos e gostos.

  • Onde: Chile

    Escolhido por: Annie Fitzsimmons, editora digital na Virtuoso e editora da National Geographic

    Motivo: a capital do Chile, Santiago, por exemplo, é um local excelente para comer bem e tomar muito vinho. Há também a pequena cidade de Puerto Varas, localizada próxima à Região de Los Lagos e à Patagônia.. Além disso, é fácil e barato alugar um carro no local, o que permite que você explore melhor a cidade.

  • Onde: Costa Rica

    Escolhido por: Stephanie Parker, fundadora do Big World Small Pockets, site sobre viagens e meios de economizar

    Motivo: a Costa Rica é um dos locais com a maior diversidade do mundo. Há muitos parques nacionais para explorar que, além de serem lindos, têm entradas extremamente baratas. Manuel Antonio e o Corcovado são os dois melhores para visitar. O transporte público também é muito barato no país, e isso significa que você pode conhecer muitos lugares gastanto pouco.

  • Onde: Portugal

    Escolhido por: Jackie Nourse, fundadora da TheBudgetMindedTraveler.com, site que inspira e auxilia norte-americanos a viajar de modo realista e econômico

    Motivo: Portugal é um dos locais mais baratos para viajar em relação ao resto da Europa Ocidental, especialmente se você utilizar as rodovias e pegar as estradas secundárias (além de evitar pedágios). Garrafas de vinho ou pratos com taças podem ser encontrados por €5 cada.

  • Onde: Equador

    Escolhido por: Nora Dunn, da The Professional Hobo, que abandonou sua carreira para viver viajando

    Motivo: mesmo que o Equador não seja tão barato como o Peru, ele é um local fácil e acessível para viajar, especialmente se você ficar fora das grandes rotas tradicionais de turismo. O país tem muitos atrativos, desde cidades para a prática do surf como Montanita até a cidade vulcânica de Baños, com famosas fontes termais na porta de entrada para a bacia amazônica, ou a cidade de Cuenca, nos Andes, que se tornou Patrimônio Mundial pela UNESCO. Há também a possibilidade de se hospedar de graça em troca de trabalho ou serviços.

  • Onde: Barcelona

    Escolhido por: Nastasia Yakoub, fundadora da Dame Traveler, onde ela compartilha sua paixão por viagens com uma comunidade de mulheres viajantes

    Motivo: Barcelona é uma das cidades mais famosas da Europa Ocidental, como Paris e Londres. Entretanto, ela é de longe a mais acessível. Isso inclui restaurantes baratos, além de muitas atrações gratuitas. Aproveite a praia de Barceloneta ou faça ótimas compras no mercado La Boqueria Market.

  • Onde: Guatemala

    Escolhido por: Shannon O’Donnell, Viajante do Ano da National Geographic e fundadora da ALittleAdrift.com

    Motivo: a Guatemala, por ser um local “fora da rota” entre os outros países da América Central, se tornou uma região muito boa para descansar. Você pode vivenciar uma cultura única ao visitar vilas indígenas e outras comunidades. O Hotel Lush Atitlan, por exemplo, é o mais acessível na cidade de San Marcos La Laguna, que é local mais bonito e culturalmente interessante das vilas de Lake Atitlan.

  • Onde: Ilhas Bonaire e Curaçao

    Escolhido por: Melinda Crow, fundadora do FirstRead.Me

    Motivo: no Sul do Caribe, as ilhas Bonaire e Curaçao são sempre boas opções. Ambos os locais são conhecidos por atrações como mergulho, esportes aquáticos, hiking e suas lindas praias. É possível conseguir casas de férias que permitem que você viva como um nativo sem gastar muito e de modo acessível em ambas as ilhas. Entretanto, hotéis como o Renaissance Curaçao Resort & Casino também são boas opções caso você tenha dinheiro sobrando na viagem.

  • Onde: Las Vegas

    Escolhido por: Shereen Rayle, do site ShereenTravelsCheap.com, blog sobre como economizar em viagens

    Motivo: se você evitar alguns locais, há muitas atrações gratuitas em Vegas: o The Flamingo, local habitat de flamingos, as fontes, o conservatório do Bellagio e os filmes em ambientes externos do Container Park são alguns deles. Você também pode achar muitos lugares baratos para comer, como o Crown and Anchor, que serve ótimos pratos britânicos, e o Ninja Teriyaki Sushi 2 Go, que serve comida oriental.

  • Onde: Camboja

    Escolhido por: Michaela Guzy, do Oh The People You Meet

    Motivo: infelizmente, a renda média do Camboja é de US$ 950 por ano. Para os viajantes internacionais, isso significa que é possível gastar muito pouco no país. Antes de viajar, é interessante fazer pesquisas para apoiar empresas de luxo como a Shinta Mani Resort, que desempenha um papel de grande ajuda para a sua comunidade.

  • Onde: Bali

    Escolhido por: Nastasia Yakoub, do Dame Traveler

    Motivo: se você está procurando uma viagem exótica, Bali oferece uma tonelada de experiências de alta qualidade. Você pode conseguir ótimas acomodações com vistas deslumbrantes por US$ 50 por noite. (O Airbnb é um bom aplicativo para ser usado nesse local). Além disso, spas e transportes são fáceis e de baixo custo em Bali em comparação com outros destinos. O local também oferece ótimas comidas saudáveis por bons preços.

  • Onde: Grécia

    Escolhido por: Holly Johnson, do Club Thrifty

    Motivo: o enfraquecimento do euro torna qualquer viagem para a Europa mais barata, especialmente para a Grécia. A sua dificuldade econômica torna hotéis e alimentação mais baratos para os estrangeiros. Em Atenas, você pode se hospedar em um hotel três ou quatro estrelas por US$ 100, como o 360 Degrees. Além disso, no interior os preços das comidas e das acomodações são ainda melhores.

  • Onde: Albânia

    Escolhido por: Stephanie Parker, do Big World Small Pockets

    Motivo: esse pedaço esquecido da Europa é um destino maravilhoso. O local conta com belas praias, como Saranda, e ainda oferece aos seus visitantes a chance de aproveitar as águas do Mediterrâneo por um preço muito mais baixo. Há também locais históricos em que você pode visitar por valores entre US$ 2 e US$ 5.

  • Onde: San Luis Potosí, México

    Escolhido por: Jackie Nourse, do TheBudgetMindedTraveler.com

    Motivo: em San Luis Potosí é possível aproveitar um cânion de águas azul-turquesa, uma visita a um jardim vivo de eden com esculturas de arte, piscinas escondidas, borboletas e cachoeiras, e uma caminhada até a maior caverna conhecida do mundo, onde é possível fazer rappel, além de várias cachoeiras para salto de penhasco. Há também a possibilidade de comer tacos caseiros e tomar cerveja local por apenas US$ 2. Fora do radar das pessoas que não são do México, San Luis Potosí pode ser comparado à Costa Rica em termos de aventura e ao Camboja em termos de acessibilidade.

  • Onde: Quebec, Canadá

    Escolhido por: Marybeth Bond, The Gutsy Traveler, blog de viagens e experiências

    Motivo: com o enfraquecimento da moeda canadense, é possível viajar mais por preços mais baixos. Aproveite um pouco da cultura da Antiga Europa do local, onde você pode comer pratos franceses como ostras, doces e tortas gastando muito pouco. Passeie e faça compras nas estreitas ruas de paralelepípedos da pitoresca Cidade Velha e desfrute de desfiles noturnos e corridas de canoa no gelo durante o colorido Festival de Inverno, que ocorre em janeiro e fevereiro.

  • Onde: Buenos Aires

    Escolhido por: Annie Fitzsimmons

    Motivo: Buenos Aires é uma das cidades mais apaixonantes do mundo, e sua popularidade continua crescendo, principalmente pelo custo mais baixo em relação às grandes capitais europeias e asiáticas. É um local com muitos parques verdes, traços da arquitetura francesa, clubes noturnos, compras baratas e ótimas comidas. O táxi é relativamente barato (aproximadamente US$ 5 a US$ 8 por corrida), mas também é interessante andar pela vizinhança da cidade, como em Palermo. Além disso, experimente as receitas com doce de leite, uma das especialidades do local.

  • Onde: Haiti

    Escolhido por: Lucie Josma, dona do instagram @missjetsetter, onde ela compartilha suas experiências

    Motivo: o Haiti está se tornando um ponto turístico muito famoso. Suas ilhas se parecem com o cenário caribenho, porém sem os altos custos. Além disso, fora da temporada dos feriados, os voos ficam bem mais baratos. Os hotéis também têm preços bons, e é possível arranjar acomodações por valores entre US$ 50 e US$ 150 por noite, incluindo o transfer. Uma boa opção é o Wahoo Bay Beach, um resort com lindas montanhas e uma vista incrível dos quartos e piscinas para o mar.

  • Onde: Ilha de Santa Catalina, ilha rochosa na costa do Estado da Califórnia

    Escolhido por: Melinda Crow, do FisrtRead.Me

    Motivo: há muitas atrações para os turistas na Ilha de Santa Catalina, como caiaque, mergulho, snorkel, tirolesa, trilhas ou apenas curtir as lindas praias. O Museu da Ilha Catalina também é uma parada obrigatória, onde os turistas podem conhecer a história fascinante da ilha, incluindo sua relação com Hollywood.

  • Onde: Indonésia

    Escolhido por: Meagen Collins, do Food Fun Travel

    Motivo: com 17.000 ilhas, é muito fácil achar na Indonésia o paraíso perfeito para os viajantes. Praias praticamente intocadas da ilha Raja Ampat, local que se tornou Patrimônio Mundial da UNESCO, oferecem para os turistas a possibilidade de praticar mergulho e snorkel. Neste local também é possível encontrar estadias que incluem café da manhã, almoço e jantar por US$ 29 por noite.

  • Onde: Bulgária

    Escolhido por: Jackie Nourse, do TheBudgetMindedTraveler.com

    Motivo: a região dos Balcãs é uma ótima opção para viagens econômicas. Para quem nunca visitou essa região, é interessante começar pela Bulgária. Dos ótimos vinhos as montanhas com picos de neve, e até o Mar Negro, viajar por essa região é uma grande aventura, além de ter preços ótimos. Uma boa opção é passear pelas famosas pirâmides de arenito e depois dormir em um hotel extremamente autêntico, como o Zlaten Rozhen, que inclui café da manhã, e pagar apenas US$ 30.

  • Onde: Cusco, Peru

    Escolhido por: Lucie Josma, @missjetsetter

    Motivo: muitas pessoas passam por Cusco para visitar Machu Picchu, mas é interessante passar mais do que alguns poucos dias nessa cidade tão colorida. Além da cultura local ser extremamente rica e receptiva, as acomodações são baratas e giram em torno de US$ 20 a US$ 100 por noite. Além disso, comer em Cusco pode ser uma experiência divertida e econômica. Não deixe de experimentar os ceviches, que são a especialidade da região.

  • Onde: Geórgia

    Escolhido por: Meagen Collins, do Food Fun Travel, e Shannon O’Donnell, do ALittleAdrift.com

    Motivo:
    Meagen Collins: esse antigo país europeu está ganhando notoriedade entre os viajantes de todo o mundo. As belas paisagens da Geórgia, sua cultura única e sua culinária impressionam todos que visitam o local. Além disso, dizem que o país é o local de nascimento do vinho.

    Shannon O’Donnell: esse país está fora do radar das rotas turísticas, o que torna o local muito barato e agradável. Viajantes podem aproveitar o vinho, as belas montanhas e a grande hospitalidade do local. Tbilisi, capital do país, é uma parada necessária e imperdível na Geórgia.

  • Onde: Moçambique

    Escolhido por: Stephanie Parker, do Big World Small Pockets

    Motivo: o país é um dos mais acessíveis da África, e é possível conseguir acomodações muito baratas situadas perto das lindas praias do local. Lá, é possível aproveitar a beleza do oceano e fazer mergulho.

  • Onde: Dallas, Texas

    Escolhido por: Melinda Crow, do FirstRead.Me

    Motivo: Dallas é um local que muitas vezes é esquecido. Entretanto, há muita diversão, boa comida e bons lugares para visitar por preços muito baixos (a cidade foi votada como o destino mais acessível dos Estados Unidos em 2016 pelo Priceline, empresa e website comercial de viagens norte-americana). Uma boa opção é alugar um carro e explorar todos os cantos que a cidade oferece, além de poder visitar outras pequenas cidades como Grapevin e Plano.

Onde: Mazatlán, México

Escolhido por: Holly Johnson, fundador do Club Thrifty, site de dicas de viagem

Motivo: com a taxa de câmbio atual (US$ 1 = 20,69 pesos mexicanos), o México se tornou um dos destinos mais acessíveis. Para os viajantes que querem aproveitar a cultura do local, vale a pena passar pela Riviera Maya, região banhada pelo Mar do Caribe. Além de ser conhecida como a capital do camarão e como a casa de comidas excelentes, Mazatlán tem hotéis baratos e autênticos.

Comentários
Topo