Fotos

Conheça a mansão de US$ 250 milhões, a propriedade mais cara dos Estados Unidos

A casa mais cara à venda atualmente nos Estados Unidos está disponível por US$ 250 milhões. Com mais de 3.500 metros quadrados, a propriedade, localizada em Bel-Air, Los Angeles, tem quatro andares, 12 quartos, 21 banheiros e três cozinhas, de acordo com o canal de notícias norte-americano “CNBC”. Fazem parte do pacote, ainda, um helicóptero, uma coleção completa de carros, obras de arte e um staff formado por sete funcionários.

O incorporador imobiliário Bruce Makowsky, do BAM Luxury Development Group, constrói prédios e propriedades para compradores bilionários. Entretanto, ele desenhou essa mansão sem ter uma pessoa específica em mente, mas com a convicção de que o projeto inevitavelmente agradaria algum bilionário. Ele estava certo: meia dúzia de potenciais compradores se interessaram pela casa antes que se completasse 24 horas de sua oferta no mercado.

LEIA MAIS: 9 casas luxuosas à venda para passar esta temporada nos EUA e Canadá

Makowsky não economizou ao criar um paraíso que promete agradar adultos e crianças e desenvolveu um local único e exclusivo para bilionários. Seu comprador ideal seria alguém que não faz questão de sair de casa – e que dentro dela tenha tudo de que precisa.

“As pessoas passam mais da metade da vida em suas residências”, afirmou o incorporador a “CNBC”. “Então, sua casa deveria ser o seu maior oasis. Você deve ter todo tipo de entretenimento disponível nela.”

LEIA TAMBÉM: Conheça as mansões de indicados ao Globo de Ouro 2017

Makowsky tinha a diversão como foco enquanto projetava a mansão: as quatro pistas de boliche têm pinos de ouro; a sala de cinema, com capacidade para 40 lugares, é equipada com uma TV de mais de 9 metros e o home theater mais avançado do país; e a sala de jogos poderia ser batizada de “sala de vidro”, já que conta com mesas de ping-pong, de pebolim e de sinuca confeccionadas no material (a última custou US$ 12.000) e dispensers de vidro com uma imensa variedade de doces. A casa também tem duas adegas com os champanhes mais sofisticados do mundo, teatro ao ar livre e uma piscina com borda infinita de 25 metros e um bar aquático.

“Hoje as pessoas gastam US$ 300 milhões em um barco e o usam apenas oito semanas por ano”, disse Makowsky ao “Los Angeles Times”. “E vivem em uma casa que vale entre US$ 30 milhões e US$ 40 milhões.”

E TAMBÉM: 8 casas incomuns que estão à venda nos EUA

Makowsky, que já é multimilionário, projetou a casa baseado na filosofia de que “mais é mais”. Apaixonado por navios, carros colecionáveis e viagens de luxo, ele personalizou a propriedade com a opulência de um mega-iate e itens de decoração náuticos. Cercou a área com um fosso de canais, já que não há nenhuma costa marítima na região, e incluiu um veleiro Hobie Cat no deck, embora não haja onde navegar.

Além de um helicóptero, a casa conta com 12 dos veículos mais exóticos. A coleção, avaliada em US$ 30 milhões, é composta, entre outros modelos, por um Pagani Huayra, o lendário 1936 Mercedes 540 K “Von KRieger” Special Roadster (avaliado em mais de US$ 15 milhões) e dez das motos mais raras e velozes já criadas.

VEJA MAIS: David e Victoria Beckham compram mansão mais cara dos EUA

Para completar, a mansão possui sua própria galeria de arte, com 130 peças, 130 instalações de arte, incluindo uma série de painéis interativos dos Sete Anões.

Makowsky também já providenciou o pagamento de sete funcionários, incluindo um chef de cozinha, um motorista e um massagista, que trabalharão em tempo integral durante dois anos para atender todas as necessidades do dono da casa.

E MAIS: 10 imóveis mais caros vendidos nas principais cidades dos EUA

A mansão ultrapassou os valores já registrados nas redondezas de Los Angeles – a Mansão Playboy e a antiga Spelling Estate, ambas com preços de venda de US$ 200 milhões – e também foi além do atual recorde, pertencente a uma casa em Manalapan, na Flórida, avaliada em US$ 195 milhões.

  • A mansão de US$ 250 milhões em Bel-Air, Los Angeles, será a propriedade mais cara já vendida nos Estados Unidos.

  • Com cozinhas internas e externas e um chef em período integral, a casa está preparada para oferecer refeições de acordo com o paladar do dono.

  • A propriedade é um paraíso: os doces dos dispensers custaram cerca de US$ 200.000.

  • As quatro pistas de boliche são alinhadas com pinos de ouro.

  • O equipamento 4K Dolby Atmos Theater é mais encontrado em salas de cinema do que em residências.

  • Construída para garantir o entretenimento e uma boa hospedagem, a mansão oferece bebida da melhor qualidade.

  • Makowsky tem uma queda por aparelhos de televisão gigantes: este, à beira da piscina, tem 5 metros e custa US$ 2 milhões.

  • Cada ambiente tem um detalhe próprio: o elevador é forrado com pele de jacaré e uma das escadas é feita em aço artesanal, ao custo de US$ 2 milhões.

  • O fosso de canais ao redor da propriedade e sua decoração náutica reflete a paixão de Makowsky por barcos e viagens.

  • Em vez de uma garagem, os 12 veículos ocupam quase o piso inferior inteiro junto ao lounge.

  • Até os funcionários têm acesso a uma Ferrari 488 branca para levar os residentes para uma voltinha pela cidade.

  • A casa é impecavelmente decorada com sofisticadas peças de arte do mundo inteiro.

  • A mansão tem uma instalação com painéis interativos dos Sete Anões, personagens do filme “Branca de Neve”, da Disney.

  • Um massagista reside na mansão para oferecer serviços de spa a qualquer momento.

A mansão de US$ 250 milhões em Bel-Air, Los Angeles, será a propriedade mais cara já vendida nos Estados Unidos.

Comentários
Topo