Fotos

Conheça 21 hotéis subterrâneos pelo mundo

Já imaginou dormir em catacumbas ou abaixo das montanhas do Grand Canyon? Embora localizados no subterrâneo, há alguns hotéis bastante luxuosos espalhados pelo mundo. Austrália, Nova Zelândia, Estados Unidos e China são alguns dos países que oferecem essas inusitadas acomodações.

VEJA TAMBÉM: Os melhores destinos do mundo para fotografar em 2017

Veja na galeria de fotos 21  hotéis subterrâneos:

  • Grand Canyon Caverns, no Arizona (EUA)

    A Grand Canyon Caverns é conhecida como a suíte mais larga, funda e escura do mundo. Fica cerca de 67 metros abaixo do solo, cercada de história. Durante a Crise dos Mísseis de Cuba, o presidente americano John F. Kennedy transformou essas cavernas de 65 milhões de anos em abrigos anti-bombas para acomodar cerca de 2.000 pessoas. O hotel possui 48 quartos com camas, banheiros e salas de estar. A diária é de US$ 850 para duas pessoas.

  • Beckham Creek Cave Lodge, no Arkansas (EUA)

    Oferece um espaço exclusivo de 560 metros quadrados na caverna Cliffside. Localizado nas montanhas Ozark e próximo ao Buffalo National River, o estabelecimento conta, em cada um dos quartos, com chuveiros embutidos na rocha. Mas não se assuste: as facilidades do mundo moderno também fazem parte da hospedagem. A caverna tem capacidade para 10 pessoas e a diária é de US$ 1.600 por noite.

  • Kokopellis Cave, no Novo México (EUA)

    A Kokopellis Cave foi construída nas falésias de Tertiary Ojo Alamo e tem vista para o vale do rio La Plata. A caverna fica 21 metros abaixo do solo, mas tem uma entrada localizada na superfície da montanha, que pode acessada por um caminho a pé. Originalmente construído para ser um escritório do proprietário, que é geólogo, o empreendimento acabou transformando-se em um hotel ao estilo “bed and breakfast”. A caverna de 158 metros quadrados inclui uma suíte master, sala de estar, sala de jantar, cozinha completa e banheiro, com paredes de pedra ao redor de um chuveiro cascata e banheira de hidromassagem. A maioria dos demais quartos está situada em torno de um enorme pilar de arenito que separa a caverna em diferentes salas. O custo da diária é de US$ 310 para duas pessoas.

  • White Cliffs Underground Motel, em White Cliffs (Austrália)

    Este motel bem conhecido – que ocupa uma área do tamanho de um campo de futebol americano – foi inaugurado em 1989 e se expandiu para abrigar até 100 pessoas. Durante os anos 1980, a área foi estruturada para se tornar uma casa de família mas, graças a sua popularidade, acabou transformando-se em um motel no final da década. Possui 30 quartos subterrâneos chamados de “dugouts”, que acomodam cerca de cinco pessoas cada. A diária é de US$ 149 e inclui café da manhã.

  • Desert Cave Hotel, em Coober Pedy (Austrália)

    Coober Pedy está localizada entre Adelaide e Alice Springs. Desde 1915, a cidade atrai mineradores em busca da pedra preciosa opal, encontrada no grande outback australiano, designação dada ao interior desértico do país, onde existem muitas casas subterrâneas. A construção começou em 1984 e o hotel foi aberto oficialmente em 1988. Os 19 quartos são largos, com tetos altos. O Cave Hotel também possui lojas, cafés e sala de jogos subterrâneos. A diária é de US$ 260.

  • Songjiang InterContinental Hotel, em Xangai (China)

    Com previsão de inauguração em 2018, o espetacular Songjiang Intercontinental Hotel está sendo construído aos pés da Tianmenshan Mountain, no distrito de Songjiang, a 35 km de Xangai. Seu design único tem o objetivo de refletir a paisagem natural do local, cercado por montanhas, cachoeiras e morros. O hotel cinco estrelas de 383 quartos será operado pela rede Intercontinental como um spa resort de luxo. Futurístico, contará com áreas públicas subterrâneas, quartos para convidados e infra-estrutura para conferências para cerca de 1000 pessoas, além de centros de esporte e lazer. Uma casa subterrânea de dois andares, quartos de hóspede e um restaurante ficarão em frente a um grande aquário. O andar mais baixo do hotel abrigará um complexo com piscina e esportes aquáticos.

  • London Underground Hotel, em Londres (Inglaterra)

    Este hotel de 166 camas está sendo construído, com design em estilo japonês, ao lado de uma antiga garagem, embaixo do St. Giles Hotel, na Great Russell Street, 15 metros abaixo das ruas de Bloomsbury.

  • Cumberland Caverns, no Tennessee (EUA)

    Descoberta em 1810, a Cumberland Caverns se espalha por cerca de 48 km subterrâneos. A área tem capacidade para 250 pessoas acampadas – caso levem seu próprio equipamento. Com um enorme lustre para facilitar o deslocamento, possui banheiros, um bar de petiscos e outras facilidades para tornar a estadia uma ótima experiência. A diária é de US$ 40 por pessoa e inclui café da manhã.

  • Les Hautes Roches, em Rochecorbon (França)

    Passar a noite nas cavernas do Les Hautes Roches é uma experiência única. Os quartos são esculpidos nas rochas e possuem vista para o rio Loire. Usadas originalmente por monges, as cavernas foram convertidas em acomodações luxuosas. A maioria dos móveis também foram esculpidos na pedra.
    Com 12 quartos e um restaurante gourmet, o hotel abriu as portas em 1989, depois de 15 anos de abandono. A diária é de US$ 600 o casal e inclui jantar e vinhos.

  • Iconic Santorini Hotel, em Santorini (Grécia)

    Localizado na vila de Imerovigli, o estabelecimento inaugurou recentemente a nova suíte Cave, um espaçoso retiro entre os hotéis nas montanhas vulcânicas. As suítes Iconic Santorini Grotto estão situadas dentro das cavernas originais da caldera, inspiradas em residências gregas. Entre esses quartos históricos há uma piscina aquecida. São 19 acomodações, quartos e suítes. O quarto de casal custa US$ 1.400 por dia na alta temporada.

  • Wadi Rum Desert Hotel, no Vale da Lua (Jordânia)

    Atualmente em fase de planejamento, os arquitetos da empresa Oppenheim, na Flórida, criaram 47 lodges futurísticos e subterrâneos em um resort localizado a uma hora e meia de Petra, perto da antiga cidade de Nebataeans. Construído nas pedras do deserto, o estabelecimento será feito de terra e cimento misturados à areia vermelha local. O design minimalista dos lodges serão cercados por spas, tendas e villas privadas.

  • La Dimora di Metello, em Matera (Itália)

    O hotel de luxo foi criado nas cavernas da comuna de Matera, ao sul da Itália, onde as pessoas têm construído casas e igrejas há décadas. O hotel, que se estende por 297 metros quadrados, possui quatro espaçosas suítes, uma área comum, um terraço e um spa. Banheiras embutidas nas paredes da caverna e escadas espelhadas que enquadram as largas camas completam o ambiente. O preço da diária é de US$ 200 por casal.

  • Locanda di San Martino Hotel, em Matera (Itália)

    O local, que serviu de residência religiosa para os monges franciscanos, é um tributo aos famosos banhos do Império Romano. Com 28 quartos e um bar, o hotel possui um spa construído em limestone (pedra natural calcária) de milhares de anos, com múltiplos estágios de tratamentos de águas. As habitações são uma mistura de grutas com estruturas de pedra. A diária custa US$ 120.

  • Woodlyn Park Hobbit Motel, em Waitomo (Nova Zelândia)

    A área de Waitomo, ao norte da Nova Zelândia, é cheia de cavernas subterrâneas. O dono do Woodlyn Park se inspirou no filme “O Senhor dos Anéis” (2002) para criar o Hobbit Motel subterrâneo. Os dois estabelecimentos estão soterrados abaixo de um grande vale verde onde ovelhas correm livres. Para aumentar o conforto, os interiores dos quartos tem o pé direito padrão, ou seja, não há necessidade de se abaixar dentro deles. Cada unidade possui uma suíte com cama queen, área de estar e cozinha. Existe um quarto separado com quatro camas de solteiro. Em cada hotel, dormem até pessoas. A diária é de US$ 285.

  • Cuevas Pedro Antonio de Alarcon, em Alarcón (Espanha)

    De cavernas pré-históricas a quartos com vista para o maciço montanhoso Serra Nevada. No hotel, cada caverna possui seu estilo rústico, com carpete vermelho, paredes brancas, lareira e facilidades do mundo moderno, em uma região próxima a Granada. A diária por casal é de US$ 100.

  • Sala Silver Mine, em Sala (Suécia)

    Por mais de 800 anos, a prata foi extraída nas redondezas de Sala, na Suécia. O hotel Sala Silver Mine, que já foi considerado um dos maiores depósitos do metal em todo o mundo, hoje abriga a suíte mais profunda do planeta, 152 metros abaixo da superfície. Não existem ratos ou morcegos e o ambiente é quieto e seco. O local é realmente uma mina: os visitantes podem hospedar-se na Mine Suite, próxima às galerias e cavernas subterrâneas. Também é possível fazer um tour guiado pela mina. A diária custa US$ 500 e inclui café da manhã.

  • La Claustra, em Airolo (Suíça)

    Ao visitar os alpes suíços, você pode de fato se hospedar em uma antiga fortaleza do exército, localizada entre as montanhas rochosas. O La Claustra Hotel, com 17 quartos, fica uma hora ao sul de Lucerne, sob uma área de 4.923 metros quadrados. Um suíço praticante de ski reformou o espaço e incluiu portas metálicas que agora se abrem para as suítes do hotel. Possui sauna, restaurante e piscina. A diária é de US$ 750 por casal.

  • Star Wars Hotel Sidi Driss, em Matmata (Tunísia)

    Localizado na pequena vila de Matmata, é uma caverna tradicional que serviu de cenário para a casa de Luke Skywalker no planeta Tatooine, da saga “Star Wars” (1980). George Lucas selecionou o hotel como um dos locais para as filmagens mas, com o tempo, o lugar acabou removendo a cenografia usada na ocasião. Em 1995, um fã francês da obra restaurou a decoração temática em um dos quartos. Em 2000, para “Ataque dos Clones, a decoração foi completamente refeita. Os 20 quartos do hotel estão abertos durante o ano inteiro e oferecem acomodações com preço razoável. Tem capacidade para 145 hóspedes, agrupados em quatro cavernas separadas. A quinta caverna é usada como restaurante. A diária começa em US$ 10 para as acomodações mais simples.

  • Kelebeck Special Cave, na Capadócia (Turquia)

    A região da Capadócia é lar de uma das mais espetaculares paisagens no mundo, que inclui vales e formações rochosas com cidades subterrâneas inteiras. Localizado acima da pequena cidade de Goreme, o Kelebek Special Cave Hotel possui vistas magníficas da cidade e da paisagem. Com 47 quartos, o hotel oferece uma experiência na caverna com facilidades modernas. Antiga residência, seu dono começou a abrir as portas para viajantes mochileiros, cresceu para um mix de quartos tradicionais com chaminés e, finalmente, passou a acomodar suítes de luxo. Piscina externa, spa de luxo Hamam e um restaurante completam as instalações. A diária custa US$ 130 por casal.

  • Gamirasu Cave Hotel, na Capadócia (Turquia)

    O Gamirasu Hotel, localizado perto de Urgup, o coração da Capadócia na vila de Ayvali, oferece 35 quartos recém-reformados em cavernas. É o primeiro hotel de pedra na região e foi aberto ao público em 1999. Na era bizantina, funcionava como um retiro, e algumas áreas eram usadas por padres. É o único hotel na região da Capadócia que abriga uma igreja bizantina ortodoxa do século 11. Também inclui uma cozinha que pertenceu ao monastério, com a sala de jantar oficial. Alguns dos quartos eram as celas onde os padres se mantinham reclusos. A diária por uma estadia na suíte bizantina custa US$ 1.000 por casal.

  • Sextantio Le Grotte della Civita, em Matera (Itália)

    A restauração de cavernas antigas e abandonadas na cidade de Matera, ao sul da Itália, por Daniele Kihlgren e Margareta Berg, deu origem ao hotel, que oferece aos hóspedes um ambiente luxuoso, com a preservação da arquitetura e estética locais. Com design minimalista, inclui banheiras Philippe Starck, 18 quartos na parte mais antiga das cavernas e um restaurante que ocupa o espaço de uma antiga igreja. Na alta temporada, a diária sai por US$ 605.

Grand Canyon Caverns, no Arizona (EUA)

A Grand Canyon Caverns é conhecida como a suíte mais larga, funda e escura do mundo. Fica cerca de 67 metros abaixo do solo, cercada de história. Durante a Crise dos Mísseis de Cuba, o presidente americano John F. Kennedy transformou essas cavernas de 65 milhões de anos em abrigos anti-bombas para acomodar cerca de 2.000 pessoas. O hotel possui 48 quartos com camas, banheiros e salas de estar. A diária é de US$ 850 para duas pessoas.

Comentários
Topo