Colunas

12 razões que fazem de “Os Simpsons” um sucesso 30 anos depois

Neste mês, “Os Simpsons” completaram 30 anos. A primeira aparição da excêntrica família amarela que vivia em Springfield foi ao ar em 19 de abril de 1987, em uma vinheta de 30 segundos, durante a série de TV “The Tracey Ullman Show”, nos Estados Unidos. Três anos depois, a obra, criada pelo cartunista, roteirista e animador Matt Groening, ganhou seu próprio seriado na “FOX”, com cerca de 30 minutos por episódio, para retratar, com ácidas críticas, a sociedade americana e a instituição familiar.

VEJA TAMBÉM: 10 filmes de animação que mais faturaram na história

A animação foi um sucesso. Ganhou um longa metragem, revista em quadrinhos, produtos licenciados, selos comemorativos e foi transmitida mundo afora. Desde então, porém, muita coisa mudou nessas três décadas – e há quem diga que a série “Os Simpsons” não acompanhou o sinal dos tempos. Pode até ser verdade, já que a audiência vem caindo ao longo dos anos. Mas a verdade é que a obra tem números impressionantes.

Veja, na galeria a seguir, 12 números que fazem parte da história de “Os Simpsons”:

  • Quantidade de episódios produzidos: mais de 600

  • Tempo necessário para assistir a todos os episódios: 9,4 dias

  • Número de fãs no Facebook: quase 67 milhões

  • Custo de uma propaganda de 30 segundos no intervalo do desenho atualmente (nos Estados Unidos): US$ 161.633

  • Audiência da 27ª temporada: 4 milhões de telespectadores. Embora esse número já tenha sido bem maior – pelo menos o dobro na temporada 17, exibida entre 2005 e 2006, e 13,4 milhões na 1ª temporada –, temos que levar em consideração o fato de que, atualmente, há muito mais opções disponíveis de entretenimento, como a Netflix

  • Em 2014, quando completou 25 anos, a marca Os Simpsons valia nada menos do que US$ 12 bilhões segundo levantamento do canal especializado em finanças “CNBC”

  • Cada episódio leva entre 6 e 8 meses para ser produzido e consome cerca de US$ 2 milhões

  • Os atores que emprestam suas vozes para os personagens principais começaram a saga ganhando cerca de US$ 30 mil por episódio. Com o sucesso da série, esses valores passaram para US$ 125 mil entre 1998 e 2004 e para US$ 300 mil a partir de 2008. Com a crise salarial em 2011, estima-se que esses valores tenham sido reduzidos em 30%

  • “Os Simpsons – O Filme”, produzido em 2007, custou US$ 65 milhões e rendeu, em todo o mundo, US$ 527 milhões

  • Na abertura do desenho, até 2009, quando Maggie passava pela caixa registradora do supermercado, aparecia o número 847,63. Segundo os especialistas na série, esse era o valor mensal do custo de criação de um bebê nos Estados Unidos (em dólares)

  • 1 bilhão de selos com a família amarela foram produzidos nos Estados Unidos quando a série completou 20 anos. A expectativa de que a ação fosse um sucesso não poderia ser mais frustrante: apenas 318 milhões dos selos foram vendidos, resultando em um prejuízo de US$ 1,2 milhão

  • A série é transmitida em mais de 70 países

Quantidade de episódios produzidos: mais de 600

Comentários
Topo