Fotos

Guia gastronômico: os melhores restaurantes de Marrakesh

A cozinha marroquina é muito mais do que tagine e cuscuz – especialmente em Marrakesh, onde os restaurantes são incríveis.

LEIA TAMBÉM: 11 restaurantes muito inusitados

A culinária de dar água na boca, com os temperos exóticos, faz do ato de comer uma experiência deliciosa em Marrakesh. O café da manhã é servido em jardins ensolarados. À tarde, há inúmeros bares em coberturas onde os coquetéis são encantadores e a vista para as montanhas são deslumbrantes. Quando o sol se põe, há a opção de experimentar ótimas “saladas marroquinas” servidas em pequenos pratos pintados à mão.

Veja, na galeria de fotos, os melhores restaurantes de Marrakesh, desde os mais modernos, até os mais clássicos:

  • Al Fassia: cozinha tradicional refinada

    A história deste restaurante é única, já que ele é gerenciado inteiramente por mulheres (as irmãs Chaab). Com uma decoração composta por lindas almofadas e paredes em tons que criam um ambiente acolhedor, o local é muito confortável. Mas a verdadeira razão para visitar este restaurante são os seus incríveis pratos tradicionais marroquinos. Mais especificamente a cozinha originária na cidade de Fez. O próprio nome do restaurante já é uma referência: Al Fassia significa literalmente “a mulher de Fez”.

    O menu pode parecer simples, com uma variedade de pratos de tagine e cuscuz, mas nenhum dele é básico ou convencional. Uma escolha muito comum é um prato chamado pigeon b’stilla (uma torta de pombo), graças a sua massa crocante e carne úmida. Além disso, todos os pratos de tagine mostram o quão quente a cozinha marroquina é. Refeições especiais, como aquelas à base de ombro de cordeiro, precisam ser pedidas com 24 horas de antecedência.

    O restaurante original fica na elegante vizinhança de Gueliz, mas também vale muito a pena visitar a sua filial em Aguedal, que está situada em um lindo jardim repleto de laranjeiras.

    Endereço: 55 Boulevard Mohamed Zerktouni, Gueliz, Marrakesh

  • O restaurante do hotel La Maison Arabe: perfeito para ocasiões especiais

    Aberto nos anos 1940, logo após a Segunda Guerra Mundial, por duas mulheres francesas com a ajuda de um Paxáe, com o objetivo de servir a comida local com sofisticação.

    Escondido em um beco sem saída, perto da Mesquita Bab Doukkala, o restaurante já atendeu clientes famosos como Winston Churchill, Jackie Kennedy e Ernest Hemingway. Se você visitar o estabelecimento à noite, ver que o lugar fica completamente sedutor, com exuberantes lanternas ornamentais em forma de lágrimas por todos os lados. A música árabe-andaluza tocada em alaúde e violão destaca ainda mais a atmosfera mística. Com mesas ao redor da piscina aquecida do lado exterior do pátio, o clima é incrivelmente romântico.

    O menu varia de pratos marroquinos tradicionais, incluindo Berber tagine de vegetais, até pratos mais modernos.

    Endereço: Derb Assehbi, Marrakesh 40.000

  • Grand Cafe de la Poste: um charme colonial

    Construído em 1925 como um café da agência dos correio (que ainda está localizada atrás do restaurante), esta brasserie francesa colonial é extremamente sofisticada. A atmosfera é nostálgica, com cadeiras de vime, persianas de madeira e vasos de samambaias e palmeiras.

    O menu inclui pratos franceses típicos e até opções internacionais muito modernas. Ostras francesas da cidade de Dakhla são sempre um bom acompanhamento para um vinho gelado. Entre os pratos principais, estão ótimas opções clássicas como confit de pato e steak tartare.

    O serviço pode ser devagar às vezes, mas o local é uma ótima parada para o almoço, logo após uma visita ao incrível Jardim Majorelle ou a alguma linda galeria de arte na vizinhança de Gueliz. Peça uma mesa no terraço externo e aproveite uma boa parte da tarde, sem pressa.

    Endereço: Avenida Imam Malik, Marrakesh, 40000

  • Terrace des Epices: almoço relaxante depois de uma manhã de compras

    Situado na cobertura do Souk Cherifa, mercado típico da região, o lugar é ideal para ir depois de uma manhã de compras. Foi aberto pelo chefe do Cafe des Epices e do Le Jardin – restaurantes conhecidos por suas atmosferas sofisticadas e relaxantes -, mas este espaço é aberto e tem uma decoração mais moderna, com detalhes em preto e vermelho escuro dominando a decoração. Com uma equipe estilosa e nova e uma boa trilha sonora, o local é vivo e descolado.

    O restaurante fica cheio rapidamente durante os meses mais quentes. Nas mesas, grandes chapéus de palha são fornecidos para proteger do sol ardente. Além disso, há alguns cantos aconchegantes semi-privativos e repletos de almofadas para os clientes que querem mais sossego.

    O menu conta tanto com pratos marroquinos quanto da cozinha internacional, abrangendo opções como tagine, churrasco e até cheeseburguer. Se você pular a sobremesa, uma boa ideia é pegar algo na doceria Patisserie des Epices, no andar inferior.

    Endereço: Sidi Abdel Aziz, 15 souk cherifia, Marrakesh 40000

  • Pepe Nero: comida italiana em riad de luxo

    Prove a sua primeira colherada de tagine e você nunca mais vai se cansar da elegante cozinha marroquina. No entanto, em algum momento, após provar pratos com ótimas especiarias, você pode mudar de opinião. Para aqueles que querem fazer uma pequena pausa, o Pepe Nero oferece um menu italiano com pratos clássicos de massas e carnes. (Mas, claro, também há um menu marroquino).

    Situado no lindo Riad Al Moussika, antigo palácio do Paxá Thami el-Glaoui, o Pepe Nero está em um lindo pátio repleto de mosaicos. As mesas estão dispostas ao redor de uma fonte de água, logo abaixo de laranjeiras.

    Apesar de estar bem no coração de Medina, chegar ao restaurante pode ser um pouco complicado. A dica é começar o trajeto no Cafe France e seguir as placas. Além disso, mesmo que você tenha certeza do seu caminho de volta para o hotel, o amigável porteiro do estabelecimento irá guiá-lo.

    Endereço: 17 Derb Cherkaoui, Marrakesh 40000

  • Nomad: jantar em um sofisticado terraço

    O Nomad é o empreendimento mais recente do empresário marroquino Kamal Laftimi. O estabelecimento é uma prova da sua energia incansável quando se trata de modernizar o cenário dos restaurantes do local. Laftimi já conta com vários outros negócios, e o Nomad será outro ponto cheio de estilo para as pessoas conhecerem e se divertirem.

    Situado na praça Rahba Lakdima Spice (Place des Epices), em frente ao Cafe des Epices (o primeiro empreendimento de Laftimi e que ainda é extremamente popular), o restaurante conta com uma loja no andar inferior e uma sala de jantar no primeiro andar. Mas a melhor coisa é o terraço na sua cobertura, perfeita para aproveitar a vista do Spice Square, da Mesquita Cutubia e da Cordilheira do Atlas quando o clima estiver bom. O lugar é ótimo para se sentar com uma taça de vinho gelado no final da tarde.

    A paleta de cores em tons de bege do ambiente é simples, porém muito chique. O menu é moderno, com um toque do sabor marroquino, e são oferecidos pratos com o harira “renovado” (uma interpretação moderna da sopa tradicional marroquina, que é consumida em todos os períodos do ano, mas principalmente durante o mês de Ramadã, o mês do jejum dos muçulmanos), uma salada leve com óleo de argan e queijos locais de cabra e burger de cordeiro com maionese harissa. Há também um cardápio especial para as crianças. Sobremesas, como bolo de tâmaras com açafrão e sorvete amalou (amêndoas, óleo de argan e mel), não podem passar despercebidas.

    Endereço: 1 Derb Aarjan, Rahba Lakdima, Marrakesh 40000

  • Jnane Tamsna: um oásis em Palmeraie

    Se você estiver na cidade de Medina, haverá um momento em que vai precisar de paz e tranquilidade, longe de todo o tumulto e correria.

    Situado no meio da área de Palmeraie – que é como se fosse a Beverly Hills de Marrakesh – Jnane Tamsna é um oásis, a 20 minutos de carro ao norte de Medina. A área é cheia de mega mansões que pertencem à realeza e aos jogadores de futebol italianos.

    Jnane Tamsna, no entanto, tem um charme mais natural. O estabelecimento é dirigido por uma hoteleira, designer e colecionadora de arte com formação na França chamada Meryanne Loum-Martin e por seu marido etnobotânico Gary Martin.

    Reserve uma mesa próxima à piscina, logo abaixo das oliveiras, para pedir o menu mediterrâneo-marroquino – que é pensado diariamente. Os pratos são preparados com ervas e vegetais do jardim do local. Os clientes que vão para o almoço também podem aproveitar a sua posição durante o resto do dia.

    Endereço: Douar Abiad, Palmeraie, Marrakesh 40000

  • Chez Chegrouni: uma vista para o Jemaa el Fna

    Você não pode ir neste restaurante apenas para se deliciar com a comida, porque o lugar vai além. Vá para o terraço e admire a incrível vista do Jemaa el Fna (a praça principal de Marrakesh), ou peça uma mesa no primeiro piso para estar mais próximo à multidão. Independentemente da sua opção, este lugar tem como principal objetivo oferecer uma vista incrível do Jemaa el Fna.

    A comida é simples e não é cara, com pratos como a sopa harira, uma variedade de tagines e omeletes. Com pratos modestos e o preço também, a melhor coisa do estabelecimento é a vista para o espetáculo – neste caso, um espetáculo da vida real, com vendedores de rua, músicos, videntes, encantadores de serpentes, acrobatas, malabaristas, barracas para pinturas com henna e contadores de histórias. A melhor hora para ir é no final da tarde, quando as atividades na praça se intensificam, a música fica mais alta e toda a área exala o delicioso aroma de carne grelhada das barracas de comida.

    Endereço: Praça Jemaa el-Fna, Marrakesh

Al Fassia: cozinha tradicional refinada

A história deste restaurante é única, já que ele é gerenciado inteiramente por mulheres (as irmãs Chaab). Com uma decoração composta por lindas almofadas e paredes em tons que criam um ambiente acolhedor, o local é muito confortável. Mas a verdadeira razão para visitar este restaurante são os seus incríveis pratos tradicionais marroquinos. Mais especificamente a cozinha originária na cidade de Fez. O próprio nome do restaurante já é uma referência: Al Fassia significa literalmente “a mulher de Fez”.

O menu pode parecer simples, com uma variedade de pratos de tagine e cuscuz, mas nenhum dele é básico ou convencional. Uma escolha muito comum é um prato chamado pigeon b’stilla (uma torta de pombo), graças a sua massa crocante e carne úmida. Além disso, todos os pratos de tagine mostram o quão quente a cozinha marroquina é. Refeições especiais, como aquelas à base de ombro de cordeiro, precisam ser pedidas com 24 horas de antecedência.

O restaurante original fica na elegante vizinhança de Gueliz, mas também vale muito a pena visitar a sua filial em Aguedal, que está situada em um lindo jardim repleto de laranjeiras.

Endereço: 55 Boulevard Mohamed Zerktouni, Gueliz, Marrakesh

Comentários
Topo