Fotos

Quanto ganham 7 atrizes de Hollywood que renderam-se aos seriados de TV

Esqueça interpretações da “namorada” ou da “mãe”. A televisão está proporcionando um emaranhado de riquezas para mulheres graças a personagens originais e complexos e roteiros centrados nelas que estão atraindo estrelas do cinema do calibre do Oscar para a pequena tela.

LEIA MAIS: 15 atrizes mais bem pagas da televisão em 2016

No passado considerados menores do que os filmes de Hollywood, os seriados de TV estão atraindo atrizes classe A, como Nicole Kidman, Reese Whiterspoon e Susan Sarandon, e disputando o prêmio Emmy deste ano.

E há mais por vir. As vencedoras do Oscar Julia Roberts e Penélope Cruz têm suas primeiras grandes séries de TV programadas para o próximo ano, enquanto Amy Adams, indicada cinco vezes ao Oscar, deve voltar às telinhas pela primeira vez desde 2005 como estrela de “Sharp Objects”, da HBO.

“Não há mais estigma atrelado a fazer televisão, dadas as oportunidades e os roteiristas que estão trabalhando para o formato”, disse Debra Birnbaum, editora-executiva de TV a revista “Variety”. “Há grandes narrativas com personagens ricos, de diversas camadas, dimensionais e mulheres reais.”

Enquanto as atrizes há tempos reclamam da escassez de bons papéis femininos nos filmes de Hollywood, as indicadas deste ano ao Emmy mostram um quem é quem da atuação. “Feud: Bette and Joan”, com Jessica Lange e Susan Sarandon como as rivais de Hollywood Joan Crawford e Bette Davis, é visto pelos críticos como um dos participantes da acirrada corrida na categoria minissérie do Emmy, da qual também participa “Big Little Lies”, um mistério de assassinato em meio a um cenário de abuso contra a mulher, adultério, estupro e rivalidade feminina.

“Este foi um ótimo ano para histórias de mulheres na TV e estamos seguindo e testemunhando os eleitores do Emmy reconhecendo tantos trabalhos bons”, disse Ryan Murphy, criador de “Feud”, após a série receber 18 indicações ao Emmy na última quinta-feira (13). Depois disso, a atriz Jodie Whittaker foi anunciada como a primeira mulher protagonista do seriado “Doctor Who” em mais de 50 anos. Além disso, aumentaram os rumores, nos últimos dias, de uma possível “James Bond” mulher no próximo filme da franquia.

Confira, na galeria de fotos a seguir, grandes estrelas do cinema que renderam-se aos seriados de TV e o quanto elas ganham por episódio:

  • Lena Headey, “Game of Thrones”

    Ganho por episódio: US$ 500 mil
    Descoberta aos 17 anos, a britânica atuou em vários filmes ao longo dos anos 1990 e 2000. Foi em “300”, com a interpretação de Gorgo, a rainha de Esparta, que ganhou projeção internacional. Depois dele, vieram a sequência “300: A Ascensão do Império”, “Imagine Ru e Você”, “Dredd”, “Uma Noite de Crime” e “Os Instrumentos Mortais: Cidade dos Ossos”. Desde 2011, a atriz é uma das peças-chave de “Game Of Thrones” ao interpretar a rainha Cersei Lannister, uma vilã que não mede esforços para destruir seus inimigos.

  • Drew Barrymore, “Santa Clarita Diet”

    Ganho por episódio: US$ 350 mil

    A atriz – que ocupa as telonas desde criança, quando emocionou o mundo em “E.T.” – interpreta a personagem Sheila, que, de forma inexplicável, se torna uma “morta-viva” e precisa comer carne humana para se manter na ativa.

  • Emma Stone, “Maniac”

    Ganho por episódio: US$ 350 mil

    A estrela de dois filmes da franquia “O Homem Aranha” (2012 e 2014), “Birdman” e, mais recentemente, “La La Land” – este último lhe garantiu o Oscar de Melhor Atriz – fechou participação na série que vai relatar a trajetória de dois pacientes internados em uma instituição psiquiátrica que precisam usar a imaginação para escapar da realidade. A produção da série começou em fevereiro, mas as filmagens só terão início em agosto.

  • Reese Whiterspoon, “Big Little Lies”

    Ganho por episódio: US$ 350 mil

    Com mais de 30 filmes no currículo – entre eles, “Água para Elefantes”, “E Se Fosse Verdade…” e “Legalmente Loira 2” – a atriz atua e produz a série que começou no ano passado e já ganhou uma segunda temporada. No drama de humor negro, que se desenrola após um assassinato, Reese vive Madeline Martha Mackenzie.

  • Nicole Kidman, “Big Little Lies”

    Ganho por episódio: US$ 350 mil

    Com filmes inesquecíveis em sua trajetória profissional – como “Dogville”, “Os Outros”, “Moulin Rouge” e “As Horas”, Nicole Kidman se rendeu aos seriados de televisão e, junto com Reese Whiterspoon, atua e dirige “Big Little Lies”.Ela interpreta a personagem Celeste Wright, melhor amiga de Madeline (Martha Mackenzie). Apesar de divorciada, a personagem de Nicole viveu uma relação abusiva com o ex-marido Perry.

  • Naomi Watts, “Gypsy”

    Ganho por episódio: US$ 275 mil

    Na série recém-lançada no Netflix, a atriz interpreta Jean Holloway, uma terapeuta que ultrapassa os limites da profissão ao seduzir a ex-namorada de um paciente. A atriz anglo-australiana estreou no cinema em 1986, mas só foi aclamada pela crítica em 2001, por seu trabalho no suspense psicológico “Cidade dos Sonhos”, de David Lynch. Depois dele vieram a série de terror “O Chamado”, “21 Gramas” (que lhe rendeu uma indicação ao Oscar de melhor atriz), o remake de “King Kong”, “Fair Game” e o drama espanhol “O Impossível”, entre vários outros.

  • Viola Davis, “How to Get Away with Murder”

    Ganho por episódio: US$ 250 mil

    No papel de Annelise Keating desde 2014, a atriz interpreta uma advogada de sucesso que, além de ter um escritório respeitado, também é professora universitária, mas vê sua vida se complicar após um assassinato. Viola ganhou destaque em 2008 graças a sua interpretação no drama “Doubt”, que lhe rendeu diversas indicações na categoria Melhor Atriz Coadjuvante. Seu maior sucesso comercial, no entanto, foi em “Suicide Squad”, onde interpretou a vilã Amanda Waller. Em 2015 tornou-se a primeira atriz negra a vencer o Emmy de Melhor Atriz em uma série dramática.

Lena Headey, “Game of Thrones”

Ganho por episódio: US$ 500 mil
Descoberta aos 17 anos, a britânica atuou em vários filmes ao longo dos anos 1990 e 2000. Foi em “300”, com a interpretação de Gorgo, a rainha de Esparta, que ganhou projeção internacional. Depois dele, vieram a sequência “300: A Ascensão do Império”, “Imagine Ru e Você”, “Dredd”, “Uma Noite de Crime” e “Os Instrumentos Mortais: Cidade dos Ossos”. Desde 2011, a atriz é uma das peças-chave de “Game Of Thrones” ao interpretar a rainha Cersei Lannister, uma vilã que não mede esforços para destruir seus inimigos.

Comentários
Topo