Fotos

GM traz novo Corvette para celebrar 65 anos da marca

Reprodução

Obama e o comediante Jerry Seinfeld em um Sting Ray 1963 (Reprodução)

Ele ainda parece jovem por um motivo: passou por muitas cirurgias plásticas. Lançado pela General Motors em 1953, o Corvette (de “corveta”, navio de guerra pequeno e veloz) foi o primeiro carro esportivo norte-americano e, embora seu desempenho inicial não estivesse à altura dos concorrentes europeus, acabou se tornando um dos grandes muscle cars de todos os tempos. Em abril, a Chevrolet estreou uma edição de 65º aniversário, o Corvette Carbon 65, o que significa que não há planos de aposentadoria para o futuro.

LEIA MAIS: Novo Volvo XC60 combina luxo, design, segurança e tecnologia

Veja, na galeria de fotos, os modelos do Corvette:

  • 1953: C1

    Exposto como conceito numa feira da GM em 1953, o Corvette C1 entrou em produção em junho do mesmo ano. Somente 300 foram montados, e o preço de tabela era de US$ 3.498 – US$ 32 mil em valores atuais. Hoje, são vendidos em leilão por mais de 100 vezes esse valor. John Wayne foi um dos primeiros donos do conversível de dois lugares.

  • 1963: C2

    Dez anos depois da estreia do Corvette, a Chevrolet lançou um primo dele, menor e mais elegante: o Sting Ray. O C2, Corvette de segunda geração, tinha motor mais potente (250 hp) e um polêmico vidro traseiro bipartido, que durou apenas um ano, mas hoje é valorizado pelos colecionadores. O Sting Ray, que tinha preço de tabela de US$ 4.252 no caso do cupê (em torno de US$ 34 mil em valores de hoje), foi um arraso: as vendas aumentaram do recorde de 14.531 em 1962 para 21.513 no ano seguinte.

  • 1968: C3

    O C3, Corvette de terceira geração, foi produzido de 1968 a 1982 e incluía o Stingray de segunda geração (renomeado com uma única palavra). Os modelos de 1968, que começavam em US$ 4.320 (US$ 30 mil em valores de hoje), tinham chassi remodelado (mas mantinham os faróis escamoteáveis) e motor mais potente, incluindo uma opção turbo. Dirk Diggler, personagem de Mark Wahlberg em Boogie Nights – Prazer Sem Limites, dirigia um Corvette ano 1977. Em seu 25º aniversário, o automóvel foi designado carro de segurança oficial das 500 Milhas de Indianápolis de 1978.

  • 1984: C4

    Enquanto o preço do Corvette C4 continuava a aumentar (de US$ 21.800 em 1984 para US$ 37.225 em 1996), as vendas despencavam ao longo de seus 12 anos de produção (de 51.547 para 21.536 unidades). No entanto, o carro continuava em alta entre os colecionadores: um Corvette ano 1984 pilotado pelo personagem de Dirk Benedict na série televisiva Esquadrão Classe A foi posto à venda pelo ambicioso preço de US$ 40 mil, anos atrás.

  • 1997: C5

    Em seu 45º ano, o Corvette passou pela reformulação mais drástica desde 1963: finalmente passou a ter um porta-malas grande. O C5 de quinta geração (cujo preço de tabela era de US$ 37.495) também melhorou em termos de desempenho, com uma velocidade máxima de 280 km/h. No filme A Herança de Mr. Deeds, de 2002, Adam Sandler deu pequenos Corvettes vermelhos a toda uma cidade.

  • 2005: C6

    Produzido entre 2005 e 2013, o Corvette C6 ganhou um chassi novo e, pela primeira vez desde 1962, tinha faróis expostos. O preço de tabela desse C6 inicial era US$ 44.245, e a produção, que se encerrou em 2013, teve muitas versões de corrida. Afinal, o motor V8 de 6 litros tinha 400 hp.

  • 2013: C7

    O Stingray voltou após uma ausência de 38 anos, trazendo capô de fibra de carbono e chapas de alumínio para dar leveza ao chassi. Vendido pelo preço de tabela de US$ 51.995, o Corvette continuou a apostar na potência: motor de 455 hp.

  • 2018: Carbon Fiber 65

    Para o aniversário de 65 anos, a Chevrolet lançou em abril o Carbon Fiber 65 nos modelos Grand Sport 3LT e Z06 3LZ. Mas é preciso ter sorte para conseguir um: a montadora produzirá somente 650 unidades de cada modelo para todos os mercados, com preço a partir de US$ 81.490 no caso do Grand Sport e de US$ 99.490 no do Z06. E diga adeus ao C7 no ano que vem: está chegando a oitava geração.

1953: C1

Exposto como conceito numa feira da GM em 1953, o Corvette C1 entrou em produção em junho do mesmo ano. Somente 300 foram montados, e o preço de tabela era de US$ 3.498 – US$ 32 mil em valores atuais. Hoje, são vendidos em leilão por mais de 100 vezes esse valor. John Wayne foi um dos primeiros donos do conversível de dois lugares.

Comentários
Topo