Fotos

Como aproveitar Hong Kong em apenas 48 horas

Hong Kong é uma das raras cidades em que você nunca para de descobrir novos passeios. Com uma população de 7,3 milhões de pessoas distribuídas perfeitamente em pequenas áreas, é realmente uma cidade inspiradora. Repleta de restaurantes, bares e shoppings fantásticos, você irá querer explorar o máximo possível durante a viagem.

LEIA TAMBÉM: 3 passos para transformar uma viagem a Hong Kong em uma aventura gastronômica

Viajantes têm duas opções sobre onde ficar: Kowloon ou na Ilha de Hong Kong, que apresenta um cenário mais voltado para os negócios. Em Kowloon, a experiência é mais autêntica, com mercados de rua, vendedores locais e luxuosos hotéis que oferecem as vistas mais espetaculares da paisagem urbana e do porto. Entre os melhores hotéis, estão o famoso Peninsula, o Intercontinental e o Rosewood.

Veja, na galeria de fotos abaixo, a maneira perfeita de aproveitar em apenas 48 horas uma das cidades mais fantásticas do mundo:

  • PRIMEIRO DIA – 9h: Um passeio no teleférico Ngong Ping

    Aproveite uma viagem de 25 minutos de teleférico para o topo da ilha Lantau e da Ngong Ping Village. O passeio fica distante da agitação da cidade e oferece vistas de tirar o fôlego, incluindo o Mar da China Meridional e o terreno montanhoso da ilha Lantau. Caminhe pela vila e visite o Grande Buddha, uma grande estátua de bronze, e o Mosteiro de Po Lin, ambos escondidos em exuberantes montanhas.

  • PRIMEIRO DIA – 15h: Chá da tarde no Hotel Peninsula

    Não há nada mais elogiado do que os chás do Peninsula. O hotel foi há muito tempo reconhecido como um dos lugares mais elegantes em Hong Kong, com apresentações ao vivo de um quarteto de cordas.

  • PRIMEIRO DIA – 19h: Centro Cultural de Hong Kong

    Localizado no Tsim Sha Tsui, o que costumava ser o maior show de luz e som, hoje, infelizmente, conta apenas com uma porção de prédios, e não um espetáculo como em anos anteriores. A maioria dos guias de viagem irão dizer que isso é algo imperdível, mas seu tempo será melhor aproveitado com coquetéis em um dos muitos bares rooftop e com a incrível paisagem urbana.

  • PRIMEIRO DIA – 20h: Aproveitar os drinques no Fu Lu Shou

    Fu Lu Shou fica em um prédio antigo de Hong Kong, e o bar oferece o melhor da culinária do Oeste da China.

  • PRIMEIRO DIA – 21h: Jantar no restaurante Sevva

    As melhores opções para comidas e bebidas na cidade são do terraço do Sevva, um ponto muito popular da região. Em uma cidade com mais de 61 restaurantes com estrelas Michelin, é difícil escolher onde jantar. Entre os melhores, estão 3 estrelas como o L’Atelier de Joël Robuchon (francês), o 8 1/2 Otto e Mezzo Bombana (italiano) e o Sushi Shikon (japonês). Ou você pode explorar lugares que são tendências como o popular o Ho Lee Fuk e o Little Bao.

  • PRIMEIRO DIA – 23h: Dançar no The Iron Fairies

    Com uma decoração deslumbrante, esse é um bar popular da região. Repleto de ferramentas utilizadas para forjar metais preenchendo as paredes, a decoração também inclui compartimentos escondidos e milhares de borboletas penduradas do teto.

  • SEGUNDO DIA – 9h: Pegar uma balsa para Macau

    Explore os vários complexos de cassino em Cotai, incluindo o futurístico complexo Studio City e outras marcas conhecidas em Vegas como The Venetian, The Wynn, MGM e mesmo a torre Eiffel, no The Parisian. Mas uma ótima maneira de explorar a cidade é caminhando em suas agitadas ruas. Hoje, Macau é uma mistura da arquitetura colonial portuguesa e chinesa. Comece a aventura com uma tradicional Egg Tart, espécie de torta de creme, e um expresso na Lord Stow’s Bakery antes de caminhar nas sinuosas esquinas, lojas e pelas famosas Ruínas de São Paulo.

  • SEGUNDO DIA – 12h: Almoço no Albergue 1601

    Classificado entre os melhores restaurantes portugueses em Macau, o Albergue 1601 tem uma localização charmosa e mais de 100 anos. Serviu como um campo de refugiados para chineses durante a 2ª Guerra Mundial. Agora, é considerado um patrimônio.

  • SEGUNDO DIA – 16h: Voo de helicóptero do Peninsula Hong Kong

    Mesmo que você não seja um hóspede do Peninsula Hong Kong, ainda pode reservar o serviço de helicóptero por 15 minutos. Eles decolam do topo do icônico hotel e do único heliponto em um prédio da cidade.

  • SEGUNDO DIA – 20h: Jantar no Felix

    No local mais ilustre da região, o restaurante Felix proporciona vista para o horizonte de Hong Kong e ultrapassa os limites da culinária com o comando do chef Yoshiharu Kaji. Localizado no 28º andar da torre do Peninsula Hotel, o Felix é uma criação do renomado designer Philippe Starck . Com um culinária europeia moderna feita com os mais frescos ingredientes da temporada, o restaurante oferece vistas impressionantes do porto Victoria, da ilha de Hong Kong e de Kowloon.

PRIMEIRO DIA – 9h: Um passeio no teleférico Ngong Ping

Aproveite uma viagem de 25 minutos de teleférico para o topo da ilha Lantau e da Ngong Ping Village. O passeio fica distante da agitação da cidade e oferece vistas de tirar o fôlego, incluindo o Mar da China Meridional e o terreno montanhoso da ilha Lantau. Caminhe pela vila e visite o Grande Buddha, uma grande estátua de bronze, e o Mosteiro de Po Lin, ambos escondidos em exuberantes montanhas.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).

Comentários
Topo