Fotos

4 grandes hotéis em grandes cidades da Europa

É sempre uma ótima ideia visitar e revisitar as principais cidades da Europa. Tradicionais, mas em constante ebulição, elas têm boas novidades em qualquer época do ano – sejam grandes exposições, sejam coleções cápsulas de estilistas de renome.

LEIA MAIS: 27 melhores destinos para mulheres que viajam sozinhas

A hotelaria não fica de fora. Hotéis se renovam e se reinventam com maestria.

Escolhi quatro propriedades históricas – em Roma, Paris, Florença e Amsterdã – que reabriram as portas após uma remodelação completa e que estão dando o que falar. Boa viagem!

  • Hotel Eden (Roma)

    Pertinho da Piazza di Spagna e da Villa Borghese, um dos pontos mais célebres de Roma, o Eden é um marco romano há mais de 120 anos. Parte da celebrada Dorchester Collection, ele passou por uma repaginação que durou 17 meses. O estilo clássico de uma elegante residência italiana ganhou um refresh. Entre as novidades, destaque para os amenities de banho exclusivos da Bottega Veneta e o restaurante La Terrazza, na cobertura, com vista panorâmica para Roma. Family tip: se estiver viajando com crianças, peça para o concierge organizar a experiência “The little pizzaiolo”, na qual os pequenos turistas têm uma aula com o chef sobre os segredos da verdadeira pizza italiana.

    Não perca um almoço ou jantar no tradicional Pierluigi em Roma, conhecido por seus pratos com frutos do mar. Escolha um mesa al fresco e peça para chamar Lorenzo, o proprietário, um ótimo anfitrião; para provar o melhor carbonara da cidade, vá ao Roscioli, misto de bar de vinho, restaurante e delicatessen. Se você é gourmet, o Mercato Centrale, no Termini Station, é o paraíso, ideal para o almoço. Melhor gelato romano? Fata Morgana, orgânico, criativo e 100% gluten-free!

  • Hotel Lungarno (Florença)

    Primeira propriedade da exclusiva Lungarno Collection (da família Ferragamo), o Hotel Lungarno reabriu depois de seis meses de remodelação e celebra 50 anos com muitas novidades. Todos os espaços ganharam novo design de Michael Bonan – da sala de café da manhã, com vista para a Ponte Vecchio, ao premiado restaurante Borgo San Jacopo (uma estrela Michelin). Há uma nova sala privativa para jantar e uma adega com mais de mil garrafas. São dez quartos e suítes criados especialmente para famílias. E tem mais: o hotel faz fama por possuir uma coleção de arte particular do século 20 com mais de 450 obras – agora organizada de forma a conduzir o hóspede por cinco diferentes caminhos e experiências culturais, seguindo a vida e o trabalho de artistas como Picasso, Bueno e Cocteau.

    Não perca a exposição de arte contemporânea Ytalia – Energy Though Beauty, até outubro nos
    principais museus (Forte Belvedere, Uffizi, Palazzo Vecchio, Palazzo Pitti, Boboli Gardens, Basilica di Santa Croce, Museo Novecento e Museo Marino Marini), envolvendo diversos artistas. Pausa para um café: Gilli (1733), na Piazza della Repubblica. Dica family-friendly: o hotel organiza um dia especial em Florença. Primeiro, tour ao Palazzo Vecchio, com histórias florentinas narradas em um show de marionetes. Depois, workshop de sorvete e artesanato – fazer um Pinocchio! Arte e histórias sobre o Duomo, visita interativa ao Leonardo da Vinci Museum e uma volta no carrossel La Giostra.

  • Hotel Pulitzer (Amsterdã)

    Uma propriedade recuperada de forma magnífica no coração do centro histórico de Amsterdã. O Pulitzer reúne 25 casas do séculos 17 e 18 à beira dos canais Prinsengracht e Keizersgracht. Elegante e eclético, mistura perfeitamente a herança do passado e o design holandês. Reserve uma das suítes criadas com inspiração nos antigos moradores – Book Collector’s tem atmosfera vintage e foi pensada para aqueles que adoram ler. Os jardins internos do hotel são lindos e o restaurante Jansz propõe pratos clássicos da Holanda com pitadas modernas. Escolha uma mesa no terraço, no burburinho da área fashionable de Nine Streets.

    Não perca um passeio privativo em um barco tradicional pelos canais, para ver a cidade por outro ângulo, com desembarque no Hanneke’s Boom e um drinque com vista para o rio Ij. No sábado, dê uma volta pela região de Jordaan, repleta de galerias de arte e pequenas butiques. Hotspots gastronômicos em Amsterdã? Brenda, a poucos passos do hotel, para provar um menu degustação inventivo; e Restaurant C, cujo cardápio é organizado por temperaturas de cozimento. Ou seja, 0-20°C (cru/marinado), 40-80°C (slow-cooked), 100°C (cozido/vapor), 200°C (grelha) e -20-0°C para as sobremesas.

  • Hôtel de Crillon (Paris)

    Lendário e glamouroso, o Hôtel de Crillon, na Place de la Concorde, inicia um novo capítulo em sua história. A propriedade, agora A Rosewood Hotel, reinaugurou após uma extensa reforma de quatro anos. Por trás da fachada da mansão construída em 1758 para o rei Luís XV pelo arquiteto Ange-Jacques Gabriel, o Crillon adicionou toques contemporâneos aos interiores tradicionais, com um mix de móveis customizados, antiguidades e objetos de arte escolhidos a dedo pelo trio de designers Chahan Minassian, Cyril Vergniol e Tristan Auer. Novidades? O spa Sense e as duas suítes concebidas por Karl Lagerfeld são só algumas delas.

    Não perca uma experiência gastronômica no Crillon assinada pelo chef Christopher Hache e sua equipe. Se for sair, vale a pena reservar um jantar no novo restaurante Matsuhisa, do aclamado chef Nobu Matsuhisa. Neste verão, um das exposições mais celebradas está em cartaz no Musée d’Orsay – Portraits by Cézanne, até 24 de setembro.

Hotel Eden (Roma)

Pertinho da Piazza di Spagna e da Villa Borghese, um dos pontos mais célebres de Roma, o Eden é um marco romano há mais de 120 anos. Parte da celebrada Dorchester Collection, ele passou por uma repaginação que durou 17 meses. O estilo clássico de uma elegante residência italiana ganhou um refresh. Entre as novidades, destaque para os amenities de banho exclusivos da Bottega Veneta e o restaurante La Terrazza, na cobertura, com vista panorâmica para Roma. Family tip: se estiver viajando com crianças, peça para o concierge organizar a experiência “The little pizzaiolo”, na qual os pequenos turistas têm uma aula com o chef sobre os segredos da verdadeira pizza italiana.

Não perca um almoço ou jantar no tradicional Pierluigi em Roma, conhecido por seus pratos com frutos do mar. Escolha um mesa al fresco e peça para chamar Lorenzo, o proprietário, um ótimo anfitrião; para provar o melhor carbonara da cidade, vá ao Roscioli, misto de bar de vinho, restaurante e delicatessen. Se você é gourmet, o Mercato Centrale, no Termini Station, é o paraíso, ideal para o almoço. Melhor gelato romano? Fata Morgana, orgânico, criativo e 100% gluten-free!

*Carolina Perez é fundadora da Duco Italia Travel Summit (feira de viagens de alto padrão). Foi sócia da Teresa Perez Tours e fundadora da Travelweek São Paulo

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).

Comentários
Topo