Fotos

5 membros da realeza envolvidos em casos de corrupção

Palácios, mordomias, fortunas, joias, tradição e sofisticação. A vida dos membros da realeza é repleta de luxo e, recentemente, infelizmente, alguns casos de corrupção.

LEIA MAIS: Príncipe Harry diz que ninguém da família real britânica quer ser rei ou rainha

A rainha Elizabeth II, por exemplo, teria investido milhões em fundos em paraísos fiscais, segundo documentos divulgados no novo escândalo Paradise Papers.

Outro caso envolve a família real saudita, Casa de Saud, cujo os membros foram detidos como consequência da operação anticorrupção comandada pelo príncipe herdeiro do reino, Mohammed bin Salman. Um dos presos pela operação foi o bilionário Alwaleed bin Talal.

Veja, na galeria de fotos abaixo, 5 membros da realeza envolvidos em casos de corrupção:

  • 1. Princesa Srirasmi da Tailândia

    Esposa do príncipe herdeiro da Tailândia, ela renunciou ao título real em 2014 após a prisão de vários de seus familiares, acusados de extorquir grandes quantias por meio de sua influência junto à família real.

  • 2. Princesa Cristina de Bourbon da Espanha

    Em 2014, a imagem da monarquia espanhola foi fortemente prejudicada em um dos maiores casos de corrupção do país. A princesa Cristina, irmã do Rei Felipe, foi acusada de fraude fiscal junto a seu marido, Inaki Urdangarin, também acusado de lavagem de dinheiro. Em fevereiro de 2017, ela foi absolvida, e seu marido, sentenciado a seis anos e três meses de prisão.

  • 3. Rainha Noor da Jordânia

    A rainha Noor da Jordânia tem o nome ligado a dois fundos de investimentos na ilha de Jersey. Um deles foi avaliado em mais de US$ 40 milhões, em 2015.

  • 4. Rainha Elizabeth II

    Documentos revelados pelo escândalo Paradise Paper revelam que a Rainha Elizabeth II teria investido cerca de 10 milhões de libras esterlinas (cerca de R$ 43 milhões) em offshores. O Ducado de Lancaster, que provê as receitas da rainha, possui fundos nas ilhas Cayman e Bermudas, conhecidas como paraísos fiscais.

  • 5. Alwaleed bin Talal

    O homem mais rico do Oriente Médio foi preso recentemente a pedido do comitê anticorrupção, liderado pelo Príncipe Herdeiro saudita, Mohammed bin Salman. Com o escândalo, seu patrimônio sofreu uma queda de mais de US$ 2 bilhões em poucos dias.

1. Princesa Srirasmi da Tailândia

Esposa do príncipe herdeiro da Tailândia, ela renunciou ao título real em 2014 após a prisão de vários de seus familiares, acusados de extorquir grandes quantias por meio de sua influência junto à família real.

Comentários
Topo