Fotos

5 aeroportos mais equipados para exercícios físicos

Para muitos passageiros, a experiência em aeroportos é uma mistura inconveniente de filas, estresse e lojas lotadas. A maioria dos aeroportos se parecem mais com um shopping center do que com terminais de embarque e desembarque, e a tentação de passar o tempo de espera em restaurantes e bares é grande.
LEIA MAIS: Conheça os melhores e piores aeroportos do mundo

Uma boa notícia é que cada vez mais aeroportos oferecem uma nova forma de os passageiros esperarem por seu vôo: uma academia ou um estúdio de treinos. Todos sabem o quanto é importante praticar atividades físicas regularmente para manter a forma e a saúde. As viagens podem facilmente afetar a rotina de exercícios e, se o viajante tem uma longa jornada de vôos, é provável que perca mais de um treino.

Neste mês, o aeroporto de Tallin, na Estônia, superou esse paradigma e inaugurou sua primeira academia gratuita dentro de um de seus terminais. Gerenciado por um dos operadores de academias da região, o espaço é equipado com aparelhos de última geração, área fitness e WiFi. Como não tem taxa de entrada, qualquer passageiro com alguns minutos livres pode entrar ali para alongar, treinar e relaxar.

Veja, a seguir, 5 dos aeroportos mais convenientes e acessíveis para praticar atividades físicas no mundo:

  • Clube de saúde do Aeroporto Fairmont Vancouver

    Estrategicamente posicionado acima do terminal de partidas dos EUA, a poucos minutos de caminhada da esteira de bagagem, o luxuoso clube de saúde é grátis para passageiros e custa $20 para outros visitantes durante 24 horas todos os dias da semana. Para aumentar a conveniência ao máximo, o programa ‘Fit on the Fly’ inclui uma roupa de treino da Reebok para que os passageiros não tenham de suar os próprios kits de esporte antes de voar.

  • Estúdios de ioga do Aeroporto Dallas Fort Worth

    Aberto 24 horas, sete dias por semana, convenientemente localizado nos terminais D e E, os dois estúdios de ioga são gratuitos. Apesar de não ser uma academia completa, os visitantes podem tirar vantagem dos tapetes de ioga, bolas de exercício e faixas elásticas, que são cortesia. O local conta até com vídeos de treinamento de 20 minutos para auxiliar no exercício.

  • Academia do Aeroporto Internacional de Baltimore-Washington

    É acessada por meio da sala ADA, localizada logo após a checagem de segurança do aeroporto, e também é 24 horas. A academia conta com um espaço grande, com variedade de aparelhos cardiovasculares, halteres, sistema TRX e espaço para alongamento. Viajantes podem reservar chuveiros privados e toalhas por 15 minutos. Um passe diário custa US$ 25, mas se a pessoa costuma viajar frequentemente há o passe mensal (US$ 100) e o anual (US$ 350).

  • Clubes G-Force do Aeroporto Internacional de Dubai

    Não é somente antes de embarcar que os exercícios podem levantar o astral, eles também são uma ótima forma de se sentir renovado e ajudar o corpo a se adaptar ao novo fuso-horário. O hotel do Aeroporto Internacional de Dubai tem dois clubes de saúde G-Force em pontos estratégicos, no Terminal 3 nas entradas B e C (a inauguração da entrada A será em em breve), que permitem que o viajante possa se exercitar antes e depois de voos. Além da academia, é possível usar a piscina, as jacuzzis, as salas de vapor e saunas e os chuveiros privados. Uma visita curta de uma hora pode significar uma economia de US$ 15. Um pacote “molhado” de quatro horas custa US$ 36.

  • Estúdio do Aeroporto de Londres – Heathrow

    Com inauguração prevista para este inverno, o estúdio de fitness e bem-estar, localizado atrás da segurança do aeroporto, no Terminal 2, oferece instrutores capacitados, aulas aeróbicas e musculação, criadas especialmente para viajantes, assim como opções meditativas. Visitantes poderão se refrescar nos chuveiros e alugar ou comprar roupas de treino.

Clube de saúde do Aeroporto Fairmont Vancouver

Estrategicamente posicionado acima do terminal de partidas dos EUA, a poucos minutos de caminhada da esteira de bagagem, o luxuoso clube de saúde é grátis para passageiros e custa $20 para outros visitantes durante 24 horas todos os dias da semana. Para aumentar a conveniência ao máximo, o programa ‘Fit on the Fly’ inclui uma roupa de treino da Reebok para que os passageiros não tenham de suar os próprios kits de esporte antes de voar.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br)

Comentários
Topo