5 razões para demitir – ou não – um funcionário

Liz Ryan, fundadora e CEO da empresa de relacionamento profissional Human Workplace, diz que é necessário ter um bom motivo para demitir um funcionário. Um chefe não deve mandar alguém embora apenas porque ela não concorda com as decisões dele ou tem uma opinião forte. Atitudes agressivas ou padrões de comportamento suspeitos, por exemplo, seriam razões válidas. A necessidade de ter pessoas submissas na equipe é sinal de insegurança gerencial.

LEIA MAIS: 5 sinais de que você está pronto – ou não – para ser autônomo

Para Liz, trabalhadores muito questionadores ajudam os líderes a amadurecerem e a lidar com novas perspectivas. Você não deve demitir um profissional talentoso só porque ele não aprova tudo o que é dito. O seu time se torna mais forte quando conta com uma variedade de visões e ideias.

Veja, na galeria de fotos a seguir, 5 razões para demitir – ou não – um funcionário:

  • 5 boas razões para demitir um profissional:

    1) Ele agrediu alguém fisicamente

  • 2) Ele entregou, intencionalmente, um trabalho falsificado ou plagiado

  • 3) Ele assediou alguém sexualmente

  • 4) Ele demonstra um padrão de comportamento suspeito ou abusivo

  • 5) Ele destrói equipamentos e instalações do trabalho

  • 5 atitudes do profissional que não devem ser consideradas razões para demiti-lo, mesmo que ele te irrite:

    1) Ele desafia o chefe

  • 2) Ele foge do padrão de comando e de procedimentos para fazer ou dizer algo que ele acredita que requer atenção imediata dos líderes

  • 3) Ele não aceita o status quo e o questiona

  • 4) Ele frustra os seus líderes ao fazer o papel de “advogado do diabo”. Ele não desiste do seu ponto de vista apenas porque o chefe diz que tomou uma decisão.

  • 5) Ele cometeu um erro por engano

5 boas razões para demitir um profissional:

1) Ele agrediu alguém fisicamente

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br)

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).