17 melhores destinos de viagem em 2018

Enquanto Elon Musk trabalha duro para tornar as viagens para Marte possíveis, outros lugares aqui mesmo, na Terra, deveriam ser visitados agora. É fácil deduzir por que as cidades-sedes do Super Bowl e das Olimpíadas de Inverno estão em uma lista FORBES, mas os outros destinos, tão incríveis quanto esses, passam por momentos muito divertidos e criativos, por isso também deveriam entrar nos seus planos de viagem.

LEIA MAIS: UNDER 30 de FORBES Brasil terá indicações online

Há apenas uma cidade brasileira na lista: Foz do Iguaçu, incluída por estar dentro do parque nacional.

Veja, na galeria de fotos a seguir, os 17 melhores destinos de viagem em 2018:

  • 1) Sydney, Austrália

    Depois de sete meses de reforma, o ponto turístico mais famoso da Austrália reabriu com sucesso no Ano Novo. A Sydney Opera House ganhou novo maquinário, nova iluminação e teve sua acústica incrementada, voltando melhor do que nunca para a temporada 2018.

    Para uma incrível estadia depois das apresentações, caminhe alguns blocos para o novo Sofitel Sydney Wentworth Hotel e desfrute de uma bebida retrô-chique no Soiree Bar, inspirado nos anos 1960.

  • 2) Asheville, Carolina do Norte, Estados Unidos

    Essa vila nas Montanhas Blue Ridge já tem a reputação de reunir pessoas criativas para festivais de arte, mas com os dois grandes eventos do Biltmore Estate programados para este ano – “Glamour on Board: A moda do filme Titanic” (de 9 de fevereiro a 13 de maio) e “Chihuly em Biltmore” (de 17 de maio a 7 de outubro) – a cidade vai atrair um público artístico muito maior.

    E depois de admirar essas exibições temporárias, você pode descansar no Four-Star Inn, no Biltmore Estate, e aproveitar uma noite de elegância francesa renascentista.

  • 3) New Orleans, Luisiana, Estados Unidos

    Com sua animação e energia sem fim, a cidade não aparenta ter nem 200 anos, mas completará três séculos em 2018. Para comemorar a data, foi estabelecido um calendário agitado de festas (French Quarter Festival, de 12 a 15 de abril), eventos gastronômicos (New Orleans Wine & Food Experience, de 23 a 27 de maio) e excelentes promoções nos melhores hotéis, como o NOPSI (New Orleans Tricentennial Package).

  • 4) Palm Beach, Flórida, Estados Unidos

    O condado de Palm Beach, formado por 39 cidades e municípios, atrai visitantes com seus 76 quilômetros de areia, mas existem muitas outras ótimas razões para visitá-lo. O Museu de Arte de Norton, por exemplo, está passando por uma expansão. O distrito de Warehouse está se tornando um paraíso culinário com o recém-inaugurado Grandview Public Market, um salão de comida com três restaurantes de um ex-participante do “Top Chef”, Dale Talde.

    O hotel The Ballpark of the Palm Beaches, inaugurado em 2017, oferece seu espaço para o treinamento das equipes de beisebol Washington Nationals e Houston Astros durante a primavera. Um parque aquático de 324 mil metros quadrados do surfista veterano Kelly Slater tem abertura prevista para 2019. A atração, ainda sem nome, incluirá um lago artificial de 609 metros que produz ondas e uma escola de surfe.

  • 5) Sanya, China

    Apenas os viajantes mais experientes têm esse local tranquilo no mar da China meridional no radar. Chamada de “Havaí chinês”, essa isolada cidade só deverá se popularizar à medida que o cenário da culinária local continuar a se expandir (o festival de comida e bebida Nothing Ordinary será realizado em dezembro), os hotéis de luxo continuarem a ser inaugurados e sol continuar radiante.

  • 6) Seattle, Washington, Estados Unidos

    Enquanto a Amazon ainda chamar essa metrópole no noroeste do país de casa, ela sempre será uma atração. Apesar dos millennials estarem voando para Seattle para serem as primeiras pessoas a fazer uma compra na Amazon Go ou tirar uma foto em frente às Amazon Spheres, todos os outros turistas apreciarão a cidade por seus hotéis (como o Thompson Seattle), restaurantes (The Walrus and the Carpenter, Westward) e pela arte (o musical Hamilton, que vai até 18 de março)

  • 7) Buenos Aires, Argentina

    A capital argentina nunca é sem graça, mas 2018 promete ser um grande ano para a eclética cidade. Fãs do esporte podem torcer em partidas de tênis de classe mundial, torneios de polo e, até mesmo, acompanhar os Jogos Olímpicos de Verão da Juventude.

    As artes também estão tendo um momento de destaque na cidade, com o Lollapalooza Argentina em março, o Festival de Tango em agosto e a parceria criativa Art Basel Cities em setembro. Isso sem mencionar todo o estímulo visual disponível no Faena Hotel Buenos Aires, obra-prima do designer Philippe Starck.

  • 8) Toronto, Canadá

    Coisas interessantes estão acontecendo na capital cultural do Canadá. O novo Bentway transformou o espaço sob a Gardiner Expressway em um parque urbano que liga sete bairros com feiras, jardins e uma trilha de patinação no gelo. Um anfiteatro será inaugurado este ano. O Museu de Arte Contemporânea Toronto Canada reabrirá na primavera e, com certeza, vai revigorar o distrito industrial Junction Triangle.

    Um abundância de restaurantes sírios de refugiados, incluindo o Beroea Kitchen, e um movimento da culinária indígena, com lugares como o Kūkŭm Kitchen, adicionam mais sabor ao diverso cenário gastronômico de Toronto. E mais: você terá mais opções de hospedagem: Nobu e o primeiro ST. Regis do país estão prestes a chegar à cidade.

  • 9) Praga, República Tcheca

    Enquanto a República Tcheca celebra seu centenário, a capital é o melhor lugar para exposições itinerantes e festividades que comemoram a fundação da pequena nação independente da Tchecoslováquia.

    Em meio a toda a animação da cidade, tente visitar as luxuosas hospedagens super bem localizadas, como o suntuoso Four Seasons Prague ou o estiloso Radisson Blu Alcron Hotel Praça de Wenceslas, na cidade antiga.

  • 10) Marraquexe, Marrocos

    Essa antiga cidade marroquina está ganhando nova vida como um destino de viagem de luxo, graças, em parte, à abertura do Museu Yves Saint Laurent em outubro do ano passado. Abrigando alguns dos melhores trabalhos do designer de renome mundial, o templo das tendências com certeza vai atrair o público elegante nos próximos anos.

    E com as recentes inaugurações de hotéis de luxo, como o Four Seasons Resort Marrakech, combinando com ícones opulentos, como o Royal Mansour Marrakech, você não terá motivo para deixar o país tão cedo.

  • 11) Abu Dhabi, Emirados Árabes Unidos

    Com uma série de eventos de galeria elegantes, incluindo o recém-inaugurado Louvre Abu Dhabi, uma feira internacional de artes recorrente e planos ambiciosos para uma “ilha cultural” única, a capital dos Emirados Árabes Unidos está pronta para ter um papel fundamental no cenário artístico mundial.

    Até os hotéis de luxo da cidade estão entrando no jogo: o Rosewood Abu Dhabi ostenta uma coleção de mais de 250 peças únicas expostas.

  • 12) Los Cabos, México

    O luxuoso enclave de longa data oferece opções de férias variadas, de hotéis tradicionais (One&Only Palmilla; Esperanza, An Auberge Resort; Las Ventanas al Paraíso; A Rosewood Resort) a propriedades boutique (The Resort at Pedregal) e elegantes estabelecimentos all inclusives (Grand Velas Los Cabos).

    A porcentagem de visitantes internacionais aumentou 20% em 2017. Esse número provavelmente irá atrair muito mais turistas com a inauguração de novos resorts, incluindo Montage Los Cabos; Four Seasons Resort Los Cabos, em Costa Palmas; Zadún, A Ritz-Carlton Reserve; e Nobu. E mais: o Vidanta Los Cabos e o Hakkasan Group, que trabalha com lifestyle, farão uma parceria para levar ao local o Omnia Dayclub, à beira da praia, o restaurante Herringbone, do chef celebridade Brian Malarkey, e outros hotspots.

  • 13) Foz do Iguaçu, Brasil

    Para encontrar uma riqueza natural que ofusca até as Cataratas do Niágara, você deve ir até a fronteira do Brasil com a Argentina para visitar esse Patrimônio Mundial da UNESCO de tirar o fôlego. Popular entre os turistas argentinos, as gigantes cataratas estão começando a atrair o interesse de viajantes estrangeiros.

    Para uma viagem exclusiva, reserve sua estadia no Belmond Hotel das Cataratas, incluído no Guia de Viagens FORBES por ser o único dentro do parque nacional.

  • 14) Porto Rico

    Depois do devastador Furacão Maria, o país demorou para se recuperar. A falta de eletricidade e blackouts afetaram a ilha, mas a Puerto Rico Tourism Company relata que 82% tem, atualmente, energia elétrica.

    É um destino privilegiado para quem precisa de um refúgio no spa. O do Condado Vanderbilt Hotel, de quatro estrelas, ainda está em funcionamento e seu “hammam” (espécie de banho de vapor) é o único da ilha. O Spa Botánico (do Dorado Beach, A Ritz-Carlton Reserve) o coloca em meio à natureza, especialmente na casa da árvore. O Remède Spa Bahia Beach (The St. Regis Bahia Beach Resort) incorpora ingredientes locais nos tratamentos – rum é adicionado aos óleos de massagem e o café é usado como esfoliante.

  • 15) Bahamas

    Este é um ano de celebração para as Bahamas com a inauguração do aguardado Baha Mar. O imenso complexo de resorts em Nassau abriu parcialmente em 2017, incluindo um Grand Hyatt, um SLS (o primeiro na região) e um Rosewood, prestes a abrir. O centro de entretenimento oferece 42 restaurantes e lounges, um campo de golfe Jack Nicklaus Signature e o maior cassino do Caribe.

    Para uma estadia mais tranquila, vá à praia, ao The Ocean Club, que o Four Seasons assumiu em novembro. Divirta-se nas salas chiques, nos 141 mil metros quadrados de jardins e experimente a excelente comida do restaurante Dune, do chef Jean-Georges Vongerichten.

  • 16) Coreia do Sul

    PyeongChang está sob os holofotes por causa das Olimpíadas, mas tem muito para ver no país além dos Jogos de Inverno. A cerca de 129 quilômetros do evento, o Seoul Skygarden foi inaugurado no fim de 2017, e foi uma excelente adição verde à cidade. Uma antiga rodovia abandonada foi convertida em um parque urbano com 24 mil plantas. Com lojas e restaurantes, o local é iluminado com luzes azuis que permitem acesso 24 horas.

    Na costa da Coreia do Sul, a ilha Jeju oferece praias e maravilhas naturais, incluindo o dormente vulcão Hallasan e as cavernas de lava subterrâneas. Novos resorts estão sendo planejados, incluindo um Four Seasons e a Jeju Dream Tower, cujos 38 andares das torres gêmeas vão abrigar um hotel e um casino só para turistas, pois os locais são banidos da maioria dos salões sul-coreanos de apostas.

  • 17) Minneapolis, Minnesota, Estados Unidos

    Mesmo depois da final do Super Bowl, você vai querer visitar Minneapolis. Quem gosta de ar livre pode se divertir nos 22 lagos, 170 parques ou no Grand Rounds National Scenic Byway, com 83 quilômetros de jardins, campos de golfe e cachoeiras. Apreciadores de arte podem visitar o Walker Art Center, o recém renovado Minneapolis Sculpture Garden e o Weisman Art Museum, projetado por Frank Gehry. Já os fãs de música reconhecerão o famoso First Avenue & 7th Street Entry, local usado para o videoclipe de “Purple Rain”, do cantor Prince. E todos, com certeza, vão apreciar os drinques das cervejarias locais, como o Fulton e Surly.

1) Sydney, Austrália

Depois de sete meses de reforma, o ponto turístico mais famoso da Austrália reabriu com sucesso no Ano Novo. A Sydney Opera House ganhou novo maquinário, nova iluminação e teve sua acústica incrementada, voltando melhor do que nunca para a temporada 2018.

Para uma incrível estadia depois das apresentações, caminhe alguns blocos para o novo Sofitel Sydney Wentworth Hotel e desfrute de uma bebida retrô-chique no Soiree Bar, inspirado nos anos 1960.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br)

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).